Conecte-se agora

Mãe chateada, dissidências e 5 do alto escalão na Justiça; assim foi a segunda semana de Gladson

Publicado

em

Depois, calou-se. Mas a Primeira Mãe do Acre, dona Linda Cameli, veio a público para desabafar acerca das pressões sofridas pelo filho por resultados e despetização do governo. Se disse chateada com isso e, mais uma vez, pediu união e paciência dos acreanos porque, em sua avaliação, o mandato de Gladson Cameli vai dar certo. Nunca em Terras de Galvez a mãe de um governante saiu em defesa do filho com ele em tão pouco tempo na cadeira de comando.

Os primeiros 13 dias [NÚMERO DE MARCOS ALEXANDRE – PT] não foram fáceis para o novo governo -”mas quem disse que seria fácil?”, questionou um aliado ao responder uma pergunta sobre as turbulências destes dias. A briga interna por acomodações, segundo o auditor fiscal e ex-deputado Luiz Calixto, sugeriu tem um nome: despetização. “Os aliados de Gladson se esfolam por espaço e quando não encontram dizem que é necessário despetizar a máquina para dar lugar a quem foi ao sol e à chuva pela ex-oposição”, disse ele em seu artigo.

Ponto positivo foi o rápido afastamento do governador da “agenda dos poderes” na capital com viagens e visitas às experiências que Gladson pretende levar avante para desenvolver o Acre. Onde esteve foi muito bem recebido e parece estar aproveitando com eficiência a lua-de-mel com o eleitor. Segundo consulta do ac24horas até empresas que foram 100% implementadas no governo do PT apoiam a proposta de fazer do agronegócio a alavanca econômica do Acre. Com as viagens de Gladson, o Major Rocha, vice-governador, assumiu o governo com o bordão usado por Lula quando chegou à Presidência pela 1ª vez: “não podemos errar”.  Algumas bandeiras de campanha, como a redução da violência, se aproveitam dos últimos esforços do governo do PT para, somadas às novas ações, contabilizar reduções importantes em algumas modalidades de crime. Despetizar a gestão, portanto, não é algo simplório e nem estará consumada em duas semanas já que algumas colheitas positivas virá em parte da velha e generosa lavra petista.

Foto: Altino Machado

Aliados descontentes com o bocado menor no governo arranjaram brigas paroquiais e decidiram fazer beicinho ao novo governo. O caso que ganhou repercussão foi o do prefeito de Sena Madureira e sua briga com a família Diniz – que não é de agora – e com o grupo do senador Marcio Bittar. Mazinho vivia às turras com essa turma, cujo poderio econômico e político se assemelham ao dele no Vale do Iaco. “Não falo mais com o Gladson”, vociferou o prefeito  que apoiou Ney Amorim, do PT, para o Senado nas eleições passadas.

Em breve, todos estarão juntos. Mas a relação entre Gladson e o pessoal do Iaco sempre será delicada como uma pedra. É o que dizem.

O governo que se pretende contrapor a tal “roubalheira do PT” nomeia nada menos que cinco assessores diretos com processos judiciais em andamento. A mais emblemática foi a indicação de Alércio Dias para presidir o Acreprevidência. Alércio teve sua nomeação ameaçada de revisão mas Gladson decidiu sustentá-la e contou com apoio de setores da agora oposição: Moisés Diniz, do PC do B, não viu problema em se aproveitar a vivência de Alércio no governo.

Analistas dizem que ao bancar tais nomeações o governador também deve engrossar as costas: “o couro vai comer mais tarde”, disseram ao ac24horas. Problemas à vista?

Propaganda

Acre 01

Após queixas na rede social, bandeira do Acre é trocada no Pavilhão da Gameleira

Publicado

em

Após queixas de moradores, a bandeira do Acre no mastro da Gameleira foi reposta pelo Governo do Acre. Imagens do mastro sem a bandeira viralizaram nas redes sociais com cobranças aos responsáveis. O governo diz que a bandeira havia sido removida para se efetuar a troca porque a antiga estava velha e mantê-la seria desleixo da parte do poder público.

Continuar lendo

Acre 01

Marcus Viana diz que vai dar expediente na Secretaria de Obras e Infraestrutura

Publicado

em

O engenheiro civil Marcus Viana, ex-prefeito de Rio Branco, negou nesta terça-feira, dia 15, que vai trabalhar no Tribunal de Justiça do Acre, para evitar relação com o Poder Executivo, administrado pelo opositor dele, Gladson Cameli, que o venceu nas urnas em outubro passado. Os rumores tomaram conta das redes sociais.

“Vou me apresentar para trabalhar e cumprir meu expediente. Todas as funções que exerci até hoje, fiz com zelo e tenho muita gratidão por tudo. Eu teria sido o primeiro a saber. E como estou de férias, os comentários sobre isso são totalmente desnecessários no momento”, disse o ex-prefeito a um site local.

Segundo o petista, ele se encontra em período de férias, e deve retornar em fevereiro ao serviço. O Tribunal de Justiça do Acre também já chegou a negar que Marcus Viana fará parte do quadro de profissionais que administrarão o Poder Judiciário na próxima gestão.

Marcus é engenheiro do Acre, concursado há 11 anos, e atualmente está lotado na Secretaria de Obras e Infraestrutura (SEINFRA). Viana concorreu ao cargo de governador do Acre, mas ficou em segundo na corrida pelo Palácio Rio Branco, deixando a vitória a Cameli.

Continuar lendo

Acre 01

MPAC solicita apuração célere da morte de jovem em acidente aquático no rio Acre

Publicado

em

A procuradora-geral de Justiça do Ministério Público do Estado do Acre (MPAC), Kátia Rejane de Araújo Rodrigues, solicitou à Secretaria de Estado de Polícia Civil, nesta segunda-feira, 14, a apuração célere e transparente acerca da colisão entre motos aquáticas que teve uma mulher como vítima fatal no último sábado, 12, nas águas do Rio Acre.

Segundo informações, a vítima, Maicline Borges da Costa, de 26 anos, que teve uma das pernas dilacerada na colisão, chegou a ser levada para o Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco (Huerb), mas veio a óbito horas depois.

“Também colocamos toda a nossa estrutura do Centro de Atendimento à Vítima (CAV, órgão do MPAC responsável pelo acolhimento da Mulher Vítima de violência) à disposição da família para que seja prestado todo o atendimento necessário nesse momento”, informou a procuradora-geral de Justiça que designará uma equipe do CAV para acompanhar a família.

Ana Paula Pojo – Agência de Notícias do MPAC

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Leia Também

Copyright © 2017 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.