Conecte-se agora

Governo detalha IPVA 2019 no Acre; saiba como funciona

Publicado

em

Em portaria, o governo do Acre oficializou as datas de vencimentos para o pagamento do Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores em todo Estado. O IPVA 2019 pode ser pago através do parcelamento em três vezes do valor ou em um pagamento único com desconto de 10%. Os pagamentos com descontos só poderão ser feitos até a data de vencimento da primeira parcela.

Caso o proprietário do veículo atrase qualquer pagamento das cotas, ele também poderá quitar todas -sempre com acréscimo de juro e multa -após a data de vencimento.

A cobrança é feita a partir deste mês de janeiro até outubro de 2019, lembrando que a quitação dos valores do IPVA são feitos com base na numeração da placa final do veículo.

Veja detalhes:

Finais de Placa de Veículos com numeração 1 e 2

  • Pagamento integral (referente à cota única do IPVA): 31 de Janeiro de 2019;
  • Pagamento da primeira parcela do IPVA: 31 de Janeiro de 2019;
  • Pagamento da segunda parcela do IPVA: 22 de Fevereiro de 2019;
  • Pagamento da terceira parcela do IPVA: 29 de Março de 2019.

Finais de Placa de Veículos com numeração 3 e 4

  • Pagamento integral (referente à cota única do IPVA): 28 de Fevereiro de 2019;
  • Pagamento da primeira parcela do IPVA: 28 de Fevereiro de 2019;
  • Pagamento da segunda parcela do IPVA: 29 de Março de 2019;
  • Pagamento da terceira parcela do IPVA: 30 de Abril de 2019.

Final de Placa de Veículos com numeração 5

  • Pagamento integral (referente à cota única do IPVA): 29 de Março de 2019;
  • Pagamento da primeira parcela do IPVA: 29 de Março de 2019;
  • Pagamento da segunda parcela do IPVA: 30 de Abril de 2019;
  • Pagamento da terceira parcela do IPVA: 31 de Maio de 2019.
  • Veja também: Análise Volkswagen Polo 1.6 Automático 2019

Final de Placa de Veículos com numeração 6

  • Pagamento integral (referente à cota única do IPVA): 30 de Abril de 2019;
  • Pagamento da primeira parcela do IPVA: 30 de Abril de 2019;
  • Pagamento da segunda parcela do IPVA: 31 de Maio de 2019;
  • Pagamento da terceira parcela do IPVA: 28 de Junho de 2019.

Final de Placa de Veículos com numeração 7

  • Pagamento integral (referente à cota única do IPVA): 31 de Maio de 2019;
  • Pagamento da primeira parcela do IPVA: 31 de Maio de 2019;
  • Pagamento da segunda parcela do IPVA: 28 de Junho de 2019;
  • Pagamento da terceira parcela do IPVA: 31 de Julho de 2019.

Final de Placa de Veículos com numeração 8

  • Pagamento integral (referente à cota única do IPVA): 28 de Junho de 2019;
  • Pagamento da primeira parcela do IPVA: 28 de Junho de 2019;
  • Pagamento da segunda parcela do IPVA: 31 de Julho de 2019;
  • Pagamento da terceira parcela do IPVA: 30 de Agosto de 2019.

Final de Placa de Veículos com numeração 9

  • Pagamento integral (referente à cota única do IPVA): 31 de Julho de 2019;
  • Pagamento da primeira parcela do IPVA: 31 de Julho de 2019;
  • Pagamento da segunda parcela do IPVA: 30 de Agosto de 2019;
  • Pagamento da terceira parcela do IPVA: 30 de Setembro de 2019.

Final de Placa de Veículos com numeração 0

  • Pagamento integral (referente à cota única do IPVA): 30 de Agosto de 2019;
  • Pagamento da primeira parcela do IPVA: 30 de Agosto de 2019;
  • Pagamento da segunda parcela do IPVA: 30 de Setembro de 2019;
  • Pagamento da terceira parcela do IPVA: 31 de Outubro de 2019.

Propaganda

Destaque 6

Escolas em reforma da prefeitura ainda não começaram o ano letivo

Publicado

em

Pelo menos 600 alunos do ensino infantil ainda não começaram o ano letivo, iniciado pela prefeitura de Rio Branco no último dia 11 de março.

o motivo são as obras de reforma nas escolas onde esses pequenos vão estudar.

Em pelo menos duas, as obras estão avançadas, mas ainda não há uma previsão concreta de início das aulas.

Na tradicional Escola de Ensino Infantil Menino Jesus, localizada no centro da capital acreana, a diretora, Adalvani de Carvalho, informa que o ano letivo inicia em abril, mas que por conta do atraso na entrega de obra, provocada pelas constantes chuvas ainda não há uma definição. “Vamos começar em abril. Essa semana a empresa disse que define a data da entrega da obra para que possamos começar as aulas”.

Outra escola que ainda não iniciou o ano letivo por conta de obra de reforma é Chrizarubina Leitão Abrahão, situada no Conjunto Manoel Julião, onde estão matriculados 250 alunos entre 4 e 5 anos.

Segundo informado por telefone à nossa reportagem, a obra de reforma está avançada e o ano letivo também deve iniciar em abril, mas a direção, para não criar expectativa nos pais, prefere não fixar uma data.

Continuar lendo

Destaque 6

Marina recusa fusão com PPS e faz nova tentativa para salvar Rede

Publicado

em

O sonho de Marina Silva de formar um partido que superasse as práticas da “velha política” pareceu chegar ao fim após o primeiro turno das eleições de 2018, quando seu capital político se reduziu a 1% do eleitorado, e a Rede, partido criado em 2015, falhou ao tentar superar a cláusula de barreira. A norma impede o repasse de recursos públicos e o acesso à propaganda na TV e no rádio a legendas que não atingirem um patamar mínimo de votos para deputado federal.

Mesmo engolida pela onda conservadora que elegeu o PSL, Marina está disposta a uma última tentativa. Após meses de divisão no núcleo mais próximo à ambientalista, a Rede recusou uma fusão com o PPS e quer funcionar à base de doações de filiados e simpatizantes, o que Marina chama de “fundo voluntário”.

Em 2018, o partido direcionou metade de seu dinheiro para a campanha presidencial. A estratégia era que a figura de Marina conseguisse levar o partido a superar 1,5% dos votos para deputados federais em pelo menos nove estados, uma das exigências da nova legislação eleitoral. Durante a campanha, no entanto, o capital político da ex-senadora se desidratou dos 20% que tinha no início de junho de 2018, segundo as medições de intenções de votos, para 1% dos votos registrados no primeiro turno da eleição presidencial.

Com isso, integrantes da Executiva Nacional (ou Elo, como é chamada no partido) passaram a defender abertamente uma união com o PPS. As discussões sempre foram respeitosas, segundo interlocutores, mas representaram uma das principais divisões da história do grupo.

Boa oferta

Legalmente, a legislação eleitoral proíbe que partidos com menos de cinco anos façam fusões. Mesmo assim, segundo participantes das conversas, a Rede recebeu uma boa oferta. O PPS estava disposto a receber os filiados da sigla, rediscutir seu estatuto e mudar de nome. Na última semana, contudo, Marina ligou para o presidente do PPS, Roberto Freire, e agradeceu a proposta, mas disse que a Rede tentará seguir com as próprias pernas.

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.