Conecte-se agora

Governo recebe R$ 127 milhões da 1º cota do FPE e Fundeb

Publicado

em

O governo de Gladson Cameli recebeu em suas contas nesta quinta-feira, 10, os repasses da primeira cota do mês de janeiro dos Fundos de Participação dos Estados (FPE) e de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb). No total, o primeiro repasse decendial é de R$ 127 milhões, sendo R$ 102 milhões do FPE e R$ 25 milhões do Fundeb, que é verba carimbada para educação.

Os repasses do primeiro dia 10 de 2019 já são superiores ao do mesmo período do ano passado, em que o Acre recebeu R$ 106 milhões, sendo R$ 85 milhões de FPE e R$ 21 milhões de Fundeb.

Apesar do cenário de crise econômica nacional e o Estado passando por dificuldades para honrar compromissos com servidores e fornecedores, 2019 pode ser um ano em que o governo do Acre, poderá receber R$ 3,3 bilhões de repasses federais oriundos dos Fundos de Participação dos Estados (FPE) e de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb). A projeção é confirmada através do Boletim do Tesouro Nacional divulgado nesta semana ao qual o ac24horas teve acesso.

O valor consolidado de verbas repassadas ao Estado em 2018 foi de R$ 2,4 bilhões de FPE e R$ 644 milhões de recursos carimbados para educação, sendo cerca de R$ 40 milhões a menos que projeção do Tesouro do repasse do Fundeb. De acordo com o Tesouro Nacional, os valores repassados do Fundeb correspondem a 20% do valor total do Fundo de Participação do Estados.

Além do FPE (que não vem carimbado) e do FUNDEB (carimbado para a educação), o Estado ainda recebe transferências obrigatórias da União que são carimbadas para a Saúde, o Sistema Penitenciário, Assistência Social e a Segurança Pública, além das transferências voluntárias dos ministérios em razão de convênios e contratos de repasse.

Propaganda

Acre

Ministra Damares Alves vem ao Acre para seminário na Unimeta

Publicado

em

A ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos Damares Alves estará em Rio Branco no próximo dia 29 de março participando do seminário “Mulheres Acreanas Fazendo História”, uma realização do gabinete da senadora Mailza Gomes. Além de Damares Alves estará presente também a ex-senadora, Ana Amélia, da Fundação Milton Campos.

O seminário será realizado no auditório da Unimeta (antiga Fameta) a partir das 19h.

Continuar lendo

Acre

Iolanda Fleming é indicada para receber Diploma Bertha Lutz

Publicado

em

A ex-governadora Iolanda Lima está entre as indicadas para o Diploma Bertha Lutz 2019 concedido pelo Senado Federal em reconhecimento a pessoas que se destacam na luta pelo protagonismo feminino na sociedade brasileira. O nome do diploma é uma referência a Bertha Lutz, precursora no Brasil na luta pelo direito de voto às mulheres, conquistado em 1932. Ela é também conhecida como Iolanda Fleming.

“O prêmio é uma homenagem a todas as mulheres, por todas as suas lutas”, disse a senadora Mailza Gomes. O Diploma Bertha Lutz é entregue pelo Senado desde 2001.

Nascida em Manuel Urbano Iolanda Ferreira Lima será homenageada por ter sido a primeira governadora de um Estado no Brasil. Ela governou o Acre entre março de 1986 e maio de 1987.

A cerimônia de entrega está marcada para o dia 26 de março, às 10h, no Plenário do Senado.

 

Homenageadas Prêmio Bertha Lutz 2019
Indicadas Indicadas in memoriam
Hermínia Maria Silveira Azoury – juíza de Direito Heley de Abreu Silva Batista – professora que morreu tentando salvar crianças de um incêndio numa creche em Janaúba (MG)
Marcia Abrahão Moura – professora universitária Maria Esther Bueno – maior tenista brasileira
Iolanda Ferreira Lima – primeira governadora de estado (Acre) Laélia Alcântara – médica e ex-senadora
Helena Barros Heluy – advogada e ex-deputada Marielle Franco – socióloga e vereadora do Rio de Janeiro
Iracy Ribeiro Mangueira Marques – juíza de Direito Fabiane Maria de Jesus – dona de casa, espancada e morta depois de ser falsamente acusada de magia negra
Leiliane Silva – vendedora (ajudou a salvar o  motorista de caminhão preso às ferragens, no acidente que envolveu o helicóptero em que estava o jornalista Ricardo Boechat) Alzira Soriano – primeira prefeita do Brasil (Lajes-RN)
Maria Lucia Fattorelli – coordenadora da  Auditoria Cidadã da Dívida Eudésia Vieira – médica
Laissa Polyana (Laissa Guerreira) – criança ativista Helena Meireles – violeira e cantora
Delanira Pereira Gonçalves – música Bibi Ferreira – atriz e cantora
Jaceguara Dantas da Silva Passos – procuradora de Justiça Leide Moreira – poetisa acometida pela Esclerose Lateral Amiotrófica, que publicou dois livros escritos com o movimento dos olhos
Gabriela Manssur – promotora de Justiça Margarida Lemos Gonçalves – educadora, pesquisadora e missionária batista
Ana Benedita de Serqueira e Silva  (Tia Naninha) – produtora de biscoitos artesanais

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.