Conecte-se agora

Gladson quer pente-fino para evitar nomeações de fichas-sujas

Publicado

em

O governador Gladson Cameli determinou a seus assessores mais próximos na Casa Civil que façam um verdadeiro pente-fino na vida pregressa dos nomes que estão sendo enviados pelos partidos aliados para ocupar cargos estratégicos em sua gestão.

O objetivo é evitar que pessoas com problemas atuais com a Justiça ou sofreram algum tipo de condenação por crimes de improbidade administrativa sejam nomeadas.

O governador não descarta a possibilidade de sua ordem ter efeito retroativo, atingindo até aqueles que já tiveram suas nomeações publicadas no Diário Oficial do Estado, e cuja manutenção seja um grande fardo para a imagem da administração.

Desde o início da semana, reportagens do ac24horas mostraram que ao menos três nomes indicados pelos partidos aliados para compor o segundo escalão de Gladson Cameli enfrentam ou já enfrentaram problemas com a Justiça: Alércio Dias (Acreprevidência), André Hassem (Imac) e James Gomes, nomeado para cargo na Casa Civil.

Os casos têm causado constrangimentos políticos para o recém-empossado chefe do Palácio Rio Branco. Em seus dois discursos de posse no dia 1º de janeiro, Gladson Cameli afirmou que não aceitaria casos de corrupção e falcatruas no governo. Essa também foi uma de suas principais promessas de campanha em 2018.

A ordem do governador é que todos os nomes que cheguem à sua mesa para receber a canetada para ocupar cargos tenham passado por um rigoroso escrutínio da equipe jurídica da Casa Civil. Sem essa prévia avaliação, o governador não dará o aval.

Caso sejam detectados problemas e o caso seja considerado grave, os auxiliares vão pedir que os dirigentes que fizeram a indicação apresentem outro nome para preservar a imagem do governo.

Propaganda

Acre

Lixo em ponto turístico faz parte de projeto socioambiental

Publicado

em

A instalação de um cercado no centro de Rio Branco tem chamado a atenção de quem passa pelo Mercado Velho, próximo a ponte Metálica. Há pelo menos quatro dias, o cercado feito de madeira e tela está sendo usado para reservar vários sacos de lixo.

Não! Não é um ponto de coleta de lixo em meio ao ponto turístico da Capital. Trata-se de um projeto socioambiental desenvolvido em parceria com a secretaria de meio ambiente do município para conscientizar a população sobre os prejuízos de descartar o lixo em local inadequado.

A ideia, segundo a secretária de meio ambiente, surgiu depois de perceberem que a cada dia aumenta a quantidade de lixo que a população de Rio Branco descarta diretamente no chão. “Foi proposital colocar todo esse lixo num local central para que todos possam ver a quantidade de lixo coletado somente nas ruas e refletir sobre suas atitudes”, explica Paola Daniel.

LEIA MAIS: Amontoado de lixo compõe cenário turístico no centro de Rio Branco

Diariamente, são mais de 138 toneladas de resíduos sólidos recolhidos das ruas da Capital, fora o lixo domiciliar coletado nas lixeiras das residências e pontos comerciais. Por isso, a importância de educar ambientalmente a população da cidade. “Grande parte desse lixo é recolhido nas margens do Rio Acre, o que prejudica nossos recursos hídricos”, salienta a secretária.

Ao final do projeto, serão apresentados os resultados do projeto em um evento que será realizado pela prefeitura em alusão ao Dia Mundial da Água. O cercado está montado ao lado das roldanas de ferro que seriam utilizadas para içar a ponte Metálica entre os barrancos do rio Acre, e que hoje compõem um monumento histórico e turístico, situado entre a ponte e o Mercado Velho.

Continuar lendo

Acre

Prefeitura de Cruzeiro do Sul inicia construção de passarelas

Publicado

em

Visando dar mais dignidade e assegurar o direito de ir e vir dos moradores do Miritizal, a Prefeitura de Cruzeiro do Sul iniciou a construção de passarelas suspensas, popularmente conhecidas como trapiche, para facilitar a locomoção no bairro.

“A minha gestão tem compromisso com o bem-estar das pessoas. Enquanto não reconstruímos totalmente a rua, devido, inclusive, as condições precárias de acesso, vamos restaurando e reforçando todas as passarelas suspensas. Mais de 20 famílias dependem desse acesso que será construído, para ampliar a trafegabilidade aos moradores”, salientou o prefeito Ilderlei Cordeiro.

A convite do vereador Marivaldo Figueiredo, o prefeito esteve pessoalmente vistoriando o local. “Eu fico muito feliz com essa obra e agradeço ao prefeito e o vereador, porque a nossa situação aqui é muito difícil devido as péssimas condições do trapiche”, salientou a aposentada Sebastiana, 79 anos.

Segundo seu Francisco, 88 anos, a obra é urgente. “Aqui quando alaga, inunda até o trapiche. Ele já está bem prejudicado, não sei como ainda não caiu. A construção de um trapiche novo vai nos ajudar muito”, alertou.

O prefeito Ilderlei Cordeiro pretende construir trapiches nas diversas comunidades de Cruzeiro do Sul, que sofrem com esse problema de acesso. Mesmo diante de fortes chuvas, a Prefeitura tem intensificado as obras de infraestrutura. Inúmeras ruas do município estão sendo pavimentadas, asfaltadas e, até mesmo, reconstruídas.

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.