Conecte-se agora

Com os índios

Publicado

em

JORGE VIANA: UM MANDATO A SERVIÇO DO ACRE

QUESTÕES ESTRATÉGICAS PARA O ACRE

Jorge Viana

Algumas pessoas não entenderam porque o Governo da Floresta, que iniciamos há 20 anos, colocou como questão estratégica a valorização dos povos indígenas. Ainda hoje tenho que explicar, com paciência, que a mudança na relação do Estado com esses povos tinha como fundamento o resgate de uma dívida histórica, uma questão de justiça e, para completar, uma visão de futuro para a nossa sociedade.

As políticas públicas do Acre passaram a ser pautadas pelo reconhecimento da importância e da beleza de nossas diversas culturas indígenas, assim como de suas necessidades urgentes. Ajudamos o governo federal a resolver questões fundiárias, de reconhecimento e demarcação das terras, apoiamos os projetos de desenvolvimento econômico e social, orientamos o Zoneamento Ecológico e Econômico para situar projetos adequados no entorno das terras e aldeias, enfim, colocamos os povos indígenas no centro de nossas decisões estratégicas.

Reconhecemos e ampliamos o importante trabalho de educação desenvolvido por organizações civis, especialmente a Comissão Pró-Índio e as próprias organizações indígenas. Para completar,  ajudamos a mudar as relações da sociedade acreana com os índios com a realização dos Encontros de Culturas Indígenas, ajudando-os a mostrar seus conhecimentos, sua espiritualidade, artesanato, música, vestimentas, culinária. Esse trabalho deu excelentes resultados.

Hoje, os Ashaninka, Yawanawa, Huni Kuin, Puyanawa, Shanenawa, entre outros, realizam seus Festivais de Cultura em suas próprias aldeias e recebem visitantes de várias partes do mundo. Muitas lideranças indígenas ganharam reconhecimento internacional e participam de reuniões e eventos em város países nas negociações internacionais sobre Meio Ambiente, Direitos Humanos e Mudanças Climáticas.

Uma geração de jovens indígenas chegou à universidade e já começam a surgir mestres e doutores em várias áreas do conhecimento, além de professores, pesquisadores, artistas, técnicos agroflorestais e uma variedade de profissões em que muitos índios já se destacam. Sem falar nas lideranças políticas, especialmente com a eleição de vereadores, vice-prefeitos e até prefeitos nesses vinte anos.

E o que ganham com isso os acreanos não-índios? Primeiro, ganham um apoio internacional importante para os projetos de desenvolvimento que se mostrarem criativos e sustentáveis. Segundo, ganham aliados importantes entre os cientistas, pesquisadores, desenvolvedores de novas tecnologias e conhecimentos em escala mundial. E podemos continuar numerando: turismo, emprego e renda nos municípios, conhecimentos em biodiversidade, fármacos, cosméticos, incontáveis possibilidades para a indústria, sem falar da proteção ao meio ambiente e a segurança que as aldeias dão às fronteiras colaborando no combate ao tráfico e impedindo o saque das nossas riquezas.

Fico muito preocupado com as novas ameaças de retrocesso no relacionamento do Estado brasileiro com os povos indígenas. E penso que o Acre deve se posicionar, mostrando sua experiência positiva e as vantagens que o Brasil tem com a presença desses povos ancestrais em seu território.

Propaganda

Destaque 5

Polícia Civil apreende mais de 33 kg de droga e dar prejuízo de R$ 200 mil a facção criminosa

Publicado

em

Visando o combate às organizações criminosas no Acre e retirando das ruas pessoas em conflito com a lei, a Polícia Civil por meio da Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE) juntamente com o apoio da Delegacia de Combate a Roubos e Extorsões (DCORE) deflagraram nas primeiras horas da manhã desta quinta-feira (25) a Operação Mirante, prenderam 16 pessoas e apreenderam mais 33 quilos de entorpecentes. A apresentação dos resultados aconteceu na Divisão de Investigações Criminais no bairro Cadeia Velha.

A Polícia deu cumprimento a 22 mandados de busca e apreensão na parte alta da cidade, na região dos bairros Tancredo Neves, Alto Alegre, Adalberto Sena, Defesa Civil, Xavier Maia, São Francisco e contou com mais de 90 policiais.

Dezesseis pessoas foram presas em flagrantes pelos crimes de tráfico de drogas, porte ilegal de arma de fogo e organização criminosa.

Durante a operação foram apreendidos: 30 quilos de maconha, 3 quilos de cocaína pura, 64 porções de Skank, 3 armas de fogo, várias munições e R$ 2.300 em espécie.

De acordo o Delegado Pedro Resende, coordenador da DRE, os resultados se deu devido um trabalho de 4 meses de investigação e o prejuízo estimado a organização criminosa é mais de R$ 200 mil.

“Foi mais uma ação integrada da Polícia Civil, DECO, DRE, DCORE e DHPP. Um trabalho em conjunto da Polícia Civil que conseguiu lograr êxito nesta operação. A operação Mirante vêm sendo trabalhada desde o início do ano, e que pese todas as dificuldades da Polícia Civil, e que pese o governo querer acabar com a nossa instituição, nós estamos trabalhando e mostrado pra sociedade do que nós somos capazes. São mais de 30 kg de drogas tirados de circulação, entorpecentes que iriam ser consumidos dentro da cidade, droga que iam afetar as famílias daquela região. Nós conseguimos desbaratar esta organização, era uma organização dentro de uma outra organização. Foi um trabalho de inteligência e um prejuízo de mais de R$ 200 mil a facção”, concluiu o Delegado.

Continuar lendo

Cidades

Sábado é dia de esquenta da terceira idade no município de Sena Madureira

Publicado

em

A prefeitura de Sena Madureira, confirmou para esse sábado (27), o tradicional “Esquenta da Terceira Idade”. O evento acontece no Centro do Idoso Alaíde Pinheiro, no bairro da Pista, a partir das 14 horas.

A programação, que já é tradição no município, vai contar com a presença da deputada federal Jéssica Sales (MDB/AC), que estará no município e foi convidada pelo prefeito Mazinho Serafim para participar da festa junto com os idosos.

A emedebista é autora da emenda parlamentar que vai garantir um novo prédio para abrigar o Centro do idoso. Um micro-ônibus que foi adquirido com recursos de emenda da parlamentar para realizar os passeios, visitas e viagens que o grupo costuma fazer, também vai está disponível.

O prefeito Mazinho falou da alegria em poder receber a emedebista novamente em Sena Madureira, tendo em vista o reconhecimento do compromisso com a cidade.

“É sempre um prazer poder receber a nossa deputada Jéssica Sales. Ela tem ajudado muito Sena Madureira com suas emendas, em diversas áreas. Tenho um reconhecimento grande por essa amiga, que sempre nos recebe bem em Brasília e está disposta a contribuir com o nosso município”, disse Mazinho.

A expectativa é que aproximadamente oitenta idosos participem das comemorações que leva alegria e diversão ao grupo da terceira idade do município.

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.