Conecte-se agora

Com os índios

Publicado

em

JORGE VIANA: UM MANDATO A SERVIÇO DO ACRE

QUESTÕES ESTRATÉGICAS PARA O ACRE

Jorge Viana

Algumas pessoas não entenderam porque o Governo da Floresta, que iniciamos há 20 anos, colocou como questão estratégica a valorização dos povos indígenas. Ainda hoje tenho que explicar, com paciência, que a mudança na relação do Estado com esses povos tinha como fundamento o resgate de uma dívida histórica, uma questão de justiça e, para completar, uma visão de futuro para a nossa sociedade.

As políticas públicas do Acre passaram a ser pautadas pelo reconhecimento da importância e da beleza de nossas diversas culturas indígenas, assim como de suas necessidades urgentes. Ajudamos o governo federal a resolver questões fundiárias, de reconhecimento e demarcação das terras, apoiamos os projetos de desenvolvimento econômico e social, orientamos o Zoneamento Ecológico e Econômico para situar projetos adequados no entorno das terras e aldeias, enfim, colocamos os povos indígenas no centro de nossas decisões estratégicas.

Reconhecemos e ampliamos o importante trabalho de educação desenvolvido por organizações civis, especialmente a Comissão Pró-Índio e as próprias organizações indígenas. Para completar,  ajudamos a mudar as relações da sociedade acreana com os índios com a realização dos Encontros de Culturas Indígenas, ajudando-os a mostrar seus conhecimentos, sua espiritualidade, artesanato, música, vestimentas, culinária. Esse trabalho deu excelentes resultados.

Hoje, os Ashaninka, Yawanawa, Huni Kuin, Puyanawa, Shanenawa, entre outros, realizam seus Festivais de Cultura em suas próprias aldeias e recebem visitantes de várias partes do mundo. Muitas lideranças indígenas ganharam reconhecimento internacional e participam de reuniões e eventos em város países nas negociações internacionais sobre Meio Ambiente, Direitos Humanos e Mudanças Climáticas.

Uma geração de jovens indígenas chegou à universidade e já começam a surgir mestres e doutores em várias áreas do conhecimento, além de professores, pesquisadores, artistas, técnicos agroflorestais e uma variedade de profissões em que muitos índios já se destacam. Sem falar nas lideranças políticas, especialmente com a eleição de vereadores, vice-prefeitos e até prefeitos nesses vinte anos.

E o que ganham com isso os acreanos não-índios? Primeiro, ganham um apoio internacional importante para os projetos de desenvolvimento que se mostrarem criativos e sustentáveis. Segundo, ganham aliados importantes entre os cientistas, pesquisadores, desenvolvedores de novas tecnologias e conhecimentos em escala mundial. E podemos continuar numerando: turismo, emprego e renda nos municípios, conhecimentos em biodiversidade, fármacos, cosméticos, incontáveis possibilidades para a indústria, sem falar da proteção ao meio ambiente e a segurança que as aldeias dão às fronteiras colaborando no combate ao tráfico e impedindo o saque das nossas riquezas.

Fico muito preocupado com as novas ameaças de retrocesso no relacionamento do Estado brasileiro com os povos indígenas. E penso que o Acre deve se posicionar, mostrando sua experiência positiva e as vantagens que o Brasil tem com a presença desses povos ancestrais em seu território.

Propaganda

Acre

Mulher morre em avião da Latam que saiu de Rio Branco para Brasília

Publicado

em

A LATAM confirmou, a morte de uma passageira do voo LA3183, que decolou de Rio Branco com destino à Brasília na madrugada desta segunda-feira, 18.

Sebastiana Mendes Oliveira teve um mau súbito e mesmo a aeronave tendo retornado à capital acreana para que ela recebesse atendimento, não resistiu, vindo a óbito.

A empresa aérea afirmou que se solidariza com a família e que presta toda assistência aos familiares.

Os demais passageiros tiverem seu voo remarcado para o início da madrugada desta terça-feira.
Confira abaixo a nota da LATAM enviada a reportagem do ac24horas. 

“A LATAM Airlines Brasil informa que o voo LA3183 (Rio Branco – Brasília), que decolou às 2h15* de hoje (18), retornou para o aeroporto de origem, pousando às 3h39*, para que uma passageira recebesse atendimento médico. A companhia se sensibiliza com o ocorrido e informa que está prestando toda a assistência necessária aos familiares da passageira.

A LATAM esclarece ainda que está prestando a assistência necessária aos passageiros e informa que o voo foi reprogramado para amanhã (19) sob número LA 9000, com previsão para decolar às 3h50*.”
*horário de Brasília

Continuar lendo
Propaganda

Leia Também

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.