Conecte-se agora

Com os índios

Publicado

em

JORGE VIANA: UM MANDATO A SERVIÇO DO ACRE

QUESTÕES ESTRATÉGICAS PARA O ACRE

Jorge Viana

Algumas pessoas não entenderam porque o Governo da Floresta, que iniciamos há 20 anos, colocou como questão estratégica a valorização dos povos indígenas. Ainda hoje tenho que explicar, com paciência, que a mudança na relação do Estado com esses povos tinha como fundamento o resgate de uma dívida histórica, uma questão de justiça e, para completar, uma visão de futuro para a nossa sociedade.

As políticas públicas do Acre passaram a ser pautadas pelo reconhecimento da importância e da beleza de nossas diversas culturas indígenas, assim como de suas necessidades urgentes. Ajudamos o governo federal a resolver questões fundiárias, de reconhecimento e demarcação das terras, apoiamos os projetos de desenvolvimento econômico e social, orientamos o Zoneamento Ecológico e Econômico para situar projetos adequados no entorno das terras e aldeias, enfim, colocamos os povos indígenas no centro de nossas decisões estratégicas.

Reconhecemos e ampliamos o importante trabalho de educação desenvolvido por organizações civis, especialmente a Comissão Pró-Índio e as próprias organizações indígenas. Para completar,  ajudamos a mudar as relações da sociedade acreana com os índios com a realização dos Encontros de Culturas Indígenas, ajudando-os a mostrar seus conhecimentos, sua espiritualidade, artesanato, música, vestimentas, culinária. Esse trabalho deu excelentes resultados.

Hoje, os Ashaninka, Yawanawa, Huni Kuin, Puyanawa, Shanenawa, entre outros, realizam seus Festivais de Cultura em suas próprias aldeias e recebem visitantes de várias partes do mundo. Muitas lideranças indígenas ganharam reconhecimento internacional e participam de reuniões e eventos em város países nas negociações internacionais sobre Meio Ambiente, Direitos Humanos e Mudanças Climáticas.

Uma geração de jovens indígenas chegou à universidade e já começam a surgir mestres e doutores em várias áreas do conhecimento, além de professores, pesquisadores, artistas, técnicos agroflorestais e uma variedade de profissões em que muitos índios já se destacam. Sem falar nas lideranças políticas, especialmente com a eleição de vereadores, vice-prefeitos e até prefeitos nesses vinte anos.

E o que ganham com isso os acreanos não-índios? Primeiro, ganham um apoio internacional importante para os projetos de desenvolvimento que se mostrarem criativos e sustentáveis. Segundo, ganham aliados importantes entre os cientistas, pesquisadores, desenvolvedores de novas tecnologias e conhecimentos em escala mundial. E podemos continuar numerando: turismo, emprego e renda nos municípios, conhecimentos em biodiversidade, fármacos, cosméticos, incontáveis possibilidades para a indústria, sem falar da proteção ao meio ambiente e a segurança que as aldeias dão às fronteiras colaborando no combate ao tráfico e impedindo o saque das nossas riquezas.

Fico muito preocupado com as novas ameaças de retrocesso no relacionamento do Estado brasileiro com os povos indígenas. E penso que o Acre deve se posicionar, mostrando sua experiência positiva e as vantagens que o Brasil tem com a presença desses povos ancestrais em seu território.

Propaganda

Destaque 4

Após 10 anos, reservatório de água no bairro Comara passa por limpeza

Publicado

em

Começou na última quinta-feira, 22, as operações de limpeza dos reservatórios de água de Rio Branco. O Departamento Estadual de Água e Saneamento (Depasa) é quem realiza o serviço. A primeira operação de limpeza ocorreu no reservatório do bairro Comara, no Segundo Distrito da capital. Com capacidade para armazenagem de 1.000 m³ de água, o reservatório é utilizado para garantir o abastecimento dos bairros Cidade Nova, Quinze, Taquari, Seis de Agosto, Comara e Via Chico Mendes.

Para a realização do trabalho, as equipes utilizaram motor bomba, iluminação adequada à operação, cordas, escadas, vassouras, rodos, além de pá e enxadas para retirada da areia acumulada no reservatório.

A limpeza periódica das estações e reservatórios garante a qualidade da água que chega à casa do usuário do Depasa. No caso do reservatório do Comara, a operação não era realizada há mais de 10 anos.

O sistema de abastecimento de água de Rio Branco conta atualmente com 11 reservatórios apoiados. A programação para 2019 inclui a limpeza periódica de todas as unidades.

Veja a programação de limpeza dos reservatórios:

02 Calafate e Tucumã 28/08/2019

01 Horto Florestal 30/08/2019

02 Placas e Bem Te Vi 03/09/2019

01 São Francisco 05/09/2019

01 Portal da Amazônia 10/09/2019

01 Santo Afonso 12/09/2019

01 Central Palheiral 17/09/2019

01 Booster ETA I 19/09/2019

01 ETA II 25/09/2019

Fonte: Agência de Notícias do Acre

Continuar lendo

Acre 01

Integrante de facção mata rival com 8 facadas e comemora morte lambendo a faca com sangue

Publicado

em

Por

André Wiryson Lima da Silva jovem, de 21 anos, foi curtir um forró com a namorada, de 16 anos, na noite desta sexta-feira (23), no bairro Três Botequins, em Brasiléia, quando foi surpreendido por três indivíduos de uma facção rival, que iniciaram um cerco contra ele.

André tentou se evadir do local com a namorada, mas foi atacado pela costas por Alex da Silva Oliveira (19), conhecido como ‘Popó’. A vítima foi ferida na altura do peito.

Mesmo ferido ainda tentou correr pela Avenida, mas outros dois comparsas: Eberson Silva Almeida (26), vulgo ‘Katanga’, que estava em liberdade a 12 dias do FOC, e um menor de 17 anos, tentaram segurar a vítima para que fosse golpeado mais vezes.

André ainda caminhou sangrando por cerca de 150 metros até receber mais cinco estocadas nas costas e duas no pescoço. Com a gravidade dos ferimentos, não resistiu e morreu no local.

Segundo relato da namorada, que assistiu tudo, Alex teria ‘lambido’ a faca manchada de sangue ao falar: “matei um alemão”.

Policiais Militares foram acionados e conseguiram chegar no local antes da fuga dos acusados.

Alex foi preso e Eberson ‘Katanga’, tentou negar sua participação, mas por ser velho conhecido da Justiça, foi reconduzido e o menor será encaminhado ao MP e judiciário para medidas cabíveis.

O trio foi conduzido para a delegacia, onde foi lavrado o flagrante de homicídio. O corpo foi conduzido ao IML de Rio Branco para exames e depois liberado aos parentes.

Com informações do Alto Acre

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.