Conecte-se agora

Indígenas acionam MPF contra proposta de cessão de terras

Publicado

em

O movimento indígena do Acre protocolou ontem (7) no MPF, um pedido para que o órgão acompanhe de perto a proposta do governo federal de usar áreas dos índios para agricultura e pecuária.

Os lideres do movimento foram recebidos pela procuradora Lucia Miguel Bogo.

Francisco Piyãko, um dos coordenadores do movimento, disse que a procuradora se comprometeu em atender a demanda indigenista, e que vai acompanhar de perto a situação.

“Essa proposta é um retrocesso. Não vamos ficar calados nem aceitar que toda a nossa historia seja simplesmente apagada. Iremos lutar com todas as nossas forças para garantir a posse que nos é legitima”, disse Piyãko.

Ainda de acordo com a liderança, o documento representa as dezesseis etnias que existem no Acre. Juntos, os povos indígenas estão assentados em mais de dois milhões de hectares de terra protegida por lei.

Propaganda

Acre

Lixo em ponto turístico faz parte de projeto socioambiental

Publicado

em

A instalação de um cercado no centro de Rio Branco tem chamado a atenção de quem passa pelo Mercado Velho, próximo a ponte Metálica. Há pelo menos quatro dias, o cercado feito de madeira e tela está sendo usado para reservar vários sacos de lixo.

Não! Não é um ponto de coleta de lixo em meio ao ponto turístico da Capital. Trata-se de um projeto socioambiental desenvolvido em parceria com a secretaria de meio ambiente do município para conscientizar a população sobre os prejuízos de descartar o lixo em local inadequado.

A ideia, segundo a secretária de meio ambiente, surgiu depois de perceberem que a cada dia aumenta a quantidade de lixo que a população de Rio Branco descarta diretamente no chão. “Foi proposital colocar todo esse lixo num local central para que todos possam ver a quantidade de lixo coletado somente nas ruas e refletir sobre suas atitudes”, explica Paola Daniel.

LEIA MAIS: Amontoado de lixo compõe cenário turístico no centro de Rio Branco

Diariamente, são mais de 138 toneladas de resíduos sólidos recolhidos das ruas da Capital, fora o lixo domiciliar coletado nas lixeiras das residências e pontos comerciais. Por isso, a importância de educar ambientalmente a população da cidade. “Grande parte desse lixo é recolhido nas margens do Rio Acre, o que prejudica nossos recursos hídricos”, salienta a secretária.

Ao final do projeto, serão apresentados os resultados do projeto em um evento que será realizado pela prefeitura em alusão ao Dia Mundial da Água. O cercado está montado ao lado das roldanas de ferro que seriam utilizadas para içar a ponte Metálica entre os barrancos do rio Acre, e que hoje compõem um monumento histórico e turístico, situado entre a ponte e o Mercado Velho.

Continuar lendo

Acre

Rodrigo Forneck diz que Marcos Luz é serviçal de empresários

Publicado

em

O clima esquentou na sessão da Câmara de Vereadores, em Rio Branco, nesta terça-feira, 19. O líder do Executivo, Rodrigo Forneck (PT) usou a fala da explicação pessoal para exigir respeito às mulheres e desmentir as acusações do vereador João Marcos Luz, que subiu à tribuna para alegar que os kits escolares não estavam sendo entregues – apesar de 80% das escolas municipais já terem recebido os materiais.

“Me espanta o vereador João Marcos subir numa tribuna, cobiçada por tantas pessoas, para me chamar de mentiroso. Eu estou há dois anos e três meses e desafio qualquer um a contar uma mentira dita por mim nesta casa. Diferente do vereador que, em dois meses, já coleciona mentiras. Portanto, Vossa Excelência não autoridade moral para fazer acusações infundadas, se comportando como serviçal de empresário”, afirmou Forneck.

Durante sua, Luz alegou que “o debate sobre gênero era muito pequeno”, referindo a prefeita Socorro Neri. A posição do vereador foi rebatida pelo petista. “Vossa Excelência é misógino. Como esperar que respeite mulheres? Sobe aqui para diminuir a luta das mulheres. Esse preconceito eu vou combater de frente. Se a prefeita errar, a gente assume e corre atrás de dar a resposta correta. Agora, não me venha desqualificar a prefeita pelo fato dela ser mulher”, frisou Rodrigo Forneck.

Durante a fala do petista, Luz tentou se inscrever para as explicações pessoais, mas foi impedido pela presidente da Câmara, vereador Antônio Morais (PSB), como prevê o Regimento Interno da Câmara de Vereadores. Bastante irritado o parlamentar ainda tentou argumentar porém a sessão foi encerrada.

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.