Conecte-se agora

Abertura de novas empresas cresce 61,69% em Rio Branco

Publicado

em

A instalação de novas empresas cresceu 61,69% em Rio Branco entre 2017 e 2018, mostra o levantamento da Reduza. Os dados da plataforma Empresômetro põem Rio Branco na 4ª posição do ranking de abertura de novas empresas entre as capitais brasileiras. O ranking é liderado por Boa Vista, cujo crescimento é de mais de 78% no período. Vitória, com pouco mais de 12% é a última, apesar de estar entre as cidades onde se é possível abrir “rapidamente” uma empresa -apenas 110 dias na fila de espera.

De outro lado, Rio Branco não figura em nenhum levantamento relacionado ao ambiente para empreender. Sobretudo, indicadores sociais e de segurança pública dificultam a competitividade no não somente na capital mas em todo o Estado. No Índice de Competitividade dos Estados, o Acre ocupa uma das últimas posições. E vem piorando.

Ainda assim o crescimento de novas empresas em Rio Branco é notável. Saiu de 26,4 mil em 2016 para mais de 31,3 mil em 2018.

Os dados não são muto alvissareiros para quem quer empreender no Brasil. De cada dez empresas, seis não sobrevivem após cinco anos de atividade, segundo a pesquisa Demografia das Empresas 2014, divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Os dados são referentes a 2014, e publicados em 2016. Eles são retirados do Cadastro Central de Empresas, o Cempre.

O estudo não investiga os motivos para o fechamento, mas aponta que a sobrevivência das empresas tem relação direta com o tamanho delas. Empresas com mais empregados tendem a permanecer mais tempo no mercado, enquanto as de menor porte têm taxas de sobrevivência mais baixas.

– Rio Branco 61,68%

– Maceió 44,59%

– Macapá 68,32%

– Manaus 66,26%

– Salvador 25,87%

– Fortaleza 42,91%

– Vitória 12,52%

– Goiânia 29,11%

– São Luis 29,18%

– Cuiabá 23,48%

– Campo Grande 38,59%

– Belo Horizonte 17,81%

– Belém 24,83%

– João Pessoa 30,98%

– Curitiba 30,98%

– Recife 26,71%

– Teresina 40,47%

– Rio de Janeiro 44,38%

– Natal 36,77%

– Porto Alegre 16,88%

– Porto Velho 33,02%

– Boa Vista 78,10%

Propaganda

Destaque 5

Gladson Cameli participa da Rondônia Rural Show e abre as portas do Acre para o agronegócio

Publicado

em

O governador Gladson Cameli participou na manhã desta quarta-feira, 22, da abertura da oitava edição da Rondônia Rural Show, a maior feira de agronegócios da Região Norte realizada na cidade de Ji-Paraná (RO), que acontece até o sábado 25.

Reunindo grandes, médios e pequenos produtores rurais, as maiores empresas do setor em todos seus segmentos, e com a participação de dez países para rodadas de negócios, o evento é mais uma oportunidade para o governador Gladson Cameli apresentar o Acre como propício a investimentos no agronegócio, uma de suas principais bandeiras de campanha e esperança para geração de emprego e renda no estado.

“Unidos somos muito mais fortes. As pessoas quando falam de Amazônia, só falam de preservação. O Acre está aberto para o agronegócio, a pecuária, a soja, a industrialização. E quem quiser investir, pode ir com toda a segurança que o Estado dará. A nossa ideia é seguirmos esse modelo de desenvolvimento, adotado por Rondônia, porque temos tudo para fortalecer nossa economia”, destaca o governador.

Fazendo questão de visitar o estande do governo do Acre dentro da feira antes mesmo da abertura, o governador de Rondônia, coronel Marcos Rocha, fez questão de frisar a amizade com o governador Cameli. Ele exaltou a participação do estado como um grande parceiro.

“Vamos esperar o retorno dessa Rondônia Rural Show e ver como ela vai se comportar, mas hoje já vemos que ela está muito mais ligada a outros locais do Brasil e do mundo como a anterior. O que o governador Cameli falou é extremamente importante, não é só crescer o Acre, ou crescer só Rondônia. Quando nos juntamos, o que desenvolve é nossa região como um todo”, conta Marcos Rocha.

A Rondônia Rural Show é uma feira exclusivamente de negócios. Só em 2018, ela movimentou R$ 533 milhões, com expectativa de R$ 700 milhões este ano. Cerca de 500 expositores entre empresários e órgãos públicos estão presentes, numa expectativa de público que supere os 80 mil visitantes do ano passado.

O governador Gladson Cameli participa da feira, interagindo entre rodadas de negócios com empresários locais e investidores internacionais. Na aproximação com o governo de Rondônia, ele destacou ainda conquistas como a ponte sobre o Rio Madeira, uma de suas maiores bandeiras ainda como senador, e a recente conquista da recuperação da BR-319, que se liga a BR-364 em Rondônia, indo do Oceano Atlântico, ao Pacífico pelo Acre.

“É aquecer a economia, renda, unindo discursos e respeitando as leis. Essa é a nossa vontade”, ressaltou o governador Cameli.

Primeira-dama e secretários presentes

Acompanharam o governador do Acre, a primeira-dama do estado, Ana Paula Cameli, os secretários de Produção e Agronegócio, Paulo Wadt, o de Indústria, Ciência e Tecnologia, Anderson Abreu, e a secretária de Comunicação, Silvânia Pinheiro.

Para Paulo Wadt, a feira é muito importante, porque além do reconhecimento como uma das maiores do agronegócio, para o governo do Acre ela mostra o potencial da região. “O governador Gladson nos trouxe para ver a magnitude da feira e sensibilizar o acreano sobre a força do agronegócio como fonte de renda e desenvolvimento”, frisou o secretário.

Já o secretário Anderson Abreu completa: “Neste evento encontramos os parâmetros de organização para que possamos levar para nossa feira em julho no Acre. Estamos vendo muitas tecnologias inovadoras para o agronegócio, temos muitas indústrias implementadas aqui em Rondônia e vamos estabelecer a parceria com o Acre porque estamos tendo atrativos fiscais e ambientais, que temos certeza que atrairão os empresários”, disse Anderson.

Continuar lendo

Destaque 5

Senepol acreano é destaque na Rondônia Rural Show

Publicado

em

IMAGEM ILUSTRATIVA/INTERNET

A partir de hoje, 22, até o dia 25 de maio, o Acre estará em uma relevante vitrine do agrobusiness amazônico no Parque de Exposições Vandeci Rack, em Ji-Paraná (400 km ao Sul de Porto Velho) durante a Rondônia Rural Show, considerada um dos maiores eventos agropecuários da região. A representação do Acre tem como atração os 50 bovinos -30 touros e 20 novilhas – de corte da raça Senepol do grupo Taquari, de Rio Branco. “O Senepol Taquari propicia uma pecuária precoce, dócil, rústica, de manejo fácil, com cruzamento industrial a campo, aumentando a lucratividade de sua propriedade rural” é a mensagem que o empreendimento acreano leva a Rondônia.

A abertura oficial do evento será a partir das 8 horas com a presença do governador Marcos Rocha e outras autoridades regionais. A sede do Governo do Estado será na feira durante os dias do evento.

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.