Conecte-se agora

Socorro troca Macedo por Rigaud nas Finanças e Forneck por Anastácio no RBTrans

Publicado

em

A prefeita de Rio Branco, Socorro Neri (PSB), resolveu fazer mudanças significativas em sua administração a partir deste ano, antes mesmo de sair de férias. De acordo com apuração de ac24horas, a gestora da capital resolveu tirar Marcelo Castro Macedo, da Secretaria de Finanças, e Gabriel Cunha Forneck, da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito – RBTRANS.

Macedo, que é Gestor de Políticas Públicas de carreira do Estado, foi eleito vereador de Rio Branco pelo PT em 2012, mas ficou licenciado do cargo de parlamentar no primeiro mandato de Marcus Alexandre Viana, para exercer a função de secretário de finanças desde fevereiro de 2015 e até então nunca havia deixado a pasta financeira da prefeitura. Em seu lugar, Neri escolheu o procurador Edson Rigaud, que foi diretor da Emurb e também foi o responsável técnico pela elaboração da Reforma Administrativa aprovada na Câmara de Rio Branco. Mesmo sendo trocado do cargo, Macedo será aproveitado por Neri como Diretor do RBPrevidência, por ter se consolidado ao longo dos anos como perfil técnico.

No lugar do petista Gabriel Forneck, que já foi vereador de Rio Branco, e atuou como auxiliar de Planejamento na gestão do então governador Jorge Viana e foi secretário da Juventude na primeira gestão do prefeito Raimundo Angelim, a prefeita resolveu escolher Nélio Anastácio de Oliveira, que foi Superintendente do RBTrans no primeiro mandato de Marcus Alexandre e é funcionário de carreira da Prefeitura. Ainda não se sabe se Forneck será aproveitado na gestão de Socorro Neri.

O ac24horas tentou falar por telefone com a prefeita Socorro Neri, por meio de sua assessoria, mas não recebeu resposta até o fechamento desta matéria. Marcelo Macedo, Gabriel Forneck e Nélio Anastácio não atenderam as ligações. O único que atendeu as chamadas foi o procurador Edson Rigaud. Ele afirmou a reportagem que não tem nada a declarar sobre a sua ida para pasta de finanças, mas fez questão de rasgar elogios a Marcelo Macedo. “Não tenho nada a declarar quanto a este assunto, acho que só a Prefeita pode falar sobre eventuais adequações de seu secretariado. Queria registrar, entretanto, que a Secretaria de Finanças tem um excelente Secretário, Marcelo além de um extraordinário profissional é um grande ser humano. Sem dúvida nenhuma é um dos melhores quadros que temos na Prefeitura”, disse.

Propaganda

Cotidiano

OCA passará por reestruturação; nova empresa terceirizada será contratada

Publicado

em

A Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag) vai iniciar um processo de reestruturação na Organização em Centrais de Atendimento (OCA) de Rio Branco, a partir do mês de setembro. Segundo o governo, o espaço será reformado e uma nova empresa de serviços terceirizados será contratada.

O governador Gladson Cameli disse que o objetivo é resolver problemas antigos e “melhorar as estruturas do local para os servidores e para os usuários dos serviços da OCA”.

As melhorias na área de serviços garantidas pelo governo abrangem limpeza, conservação e copa, além da contratação de pessoal para reforçar o atendimento aos usuários dos serviços prestados no local. Na área de infraestrutura, estão impermeabilização da cobertura, iluminação, climatização e pintura.

Fonte: Agência de Notícias do Acre

Continuar lendo

Cotidiano

Magistrados e policiais farão protesto em Rio Branco contra Lei do abuso de autoridade

Publicado

em

FOTO: SÉRGIO VALE

Cerca de dez entidades, entre polícias militares e civis, juízes, promotores, procuradores e delegados farão um ato de repúdio nesta terça-feira, 20, a partir das 11 horas, contra a aprovação do Projeto de Lei (PL) 7596/2019, que rege sobre o abuso de autoridade. O manifesto vai ocorrer na entrada do prédio dos Juizados Especiais Cíveis, na Cidade da Justiça, em Rio Branco.

Na semana passada, a Câmara dos Deputados aprovou o projeto de lei em regime de urgência mediante votação simbólica. O texto aprovado possui vários pontos que causam preocupação às classes referidas. “(…) Atingem diretamente aqueles que combatem fortemente a criminalidade, constrangendo esses agentes públicos e criminalizando algumas condutas de juízes, promotores, procuradores e policiais com tipos penais abertos e subjetivos”, alegam.

A Associação dos Magistrados do Acre (ASMAC) se manifestou contrária sobre a aprovação do PL e disse estar preocupada, pois inviabiliza o trabalho da Justiça. O projeto aprovado pela Câmara, agora, vai à sanção ou veto do presidente da República.

As entidades que integrarão o ato serão: Associação dos Magistrados do Acre – Asmac; Associação do Ministério Público do Estado do Acre – Ampac; Associação dos Delegados de Polícia do Estado do Acre – Adepol/AC; Sindicato dos Policiais Civis do Estado do Acre – Sinpol/AC; Sindicato dos Policiais Federais do Estado do Acre – Sinpo/AC; Associação dos Magistrados Trabalhistas da 14ª Região – Amatra 14; Associação dos Magistrados Brasileiros – AMB; Associação Nacional dos Procuradores da República – ANPR; Associação Nacional dos Delegados da Polícia Federal – ADPF e Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho – ANAMATRA.

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.