Conecte-se agora

Sebastião avisa Gladson que não fará passagem de governo

Publicado

em

O senador Gladson Cameli fez pausa em sua agenda de compromissos pessoais, neste sábado, para atender um pedido do cerimonial do Palácio Rio Branco que prepara o ritual de sua posse como novo governador do Acre.

Gladson foi até a sede do governo para ser informado de como será o procedimento a seguir no dia de sua posse. Ele foi informado de como proceder durante a solenidade.

Na avenida Brasil, onde começará o desfile de apresentação do novo governador, um militar a paisana representou a figura do governador no momento em que ele deverá passar em revista a tropa. Depois o cerimonial mostrou o posicionamento em que Gladson Cameli deve se colocar.

Já dentro do salão nobre do palácio governamental, no momento de ensaio do recebimento da faixa governamental, o escolhido para ocupar a cadeira principal do Palácio Rio Branco levou os cerimonialistas a gargalhadas. É que ele gritou “ai” ao receber a faixa sobre os ombros. Logo em seguida, riu e se explicou: “não foi nada não gente… é o peso da faixa”, disse.

Ao novo governador foi passada instruções de como proceder durante a revista a tropa, na cerimônia popular que acontecerá na esplanada do Palácio Rio Branco.

No final da tarde, por volta das 17:38h, o novo governador recebeu telefonema do governador Sebastião Viana [PT]. O assunto, segundo assessores próximo, era de foro íntimo. Viana avisou a Gladson que queria pedir desculpas por não ir a solenidade de transferência de faixa governamental. Alegou motivos pessoais e desejou sorte ao novo governador do Acre.

Propaganda

Destaque 7

Acre perdeu 711 postos de trabalho, revela Caged

Publicado

em

O número de desempregados aumentou no Acre em dezembro do ano passado. Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho, e atestam a contratação de 1.362 pessoas e a demissão de outros 2.073 trabalhadores.

Em novembro, o estado acreano já tinha pedido cerca de 350 postos ocupados. Agora, a baixa no número de trabalhadores empregos continua aumentando. Mais que dobrou o quantitativo em 30 dias. Números que assustam o comércio e o poder público, afinal, menos dinheiro circula na praça.

Rio Branco é a cidade que mais perdeu postos, sendo 510 vagas. Na sequência, Feijó e Sena Madureira tiveram baixas de quatro postos, e Cruzeiro do Sul, a segunda maior cidade, apresentou saldo positivo de seis vagas.

Continuar lendo

Destaque 7

Cachê de Gleici Damasceno no Instagram vaza: R$ 40 mil por post

Publicado

em

Ganhadora do BBB 18, a acreana Gleici Damasceno deixou vazar nesta quarta-feira (23) quanto cobra por post no Instagram: R$ 40 mil, segundo o jornal Extra. “O cachê inclui uma postagem em sua conta na rede social, além de dois stories, e leva em conta o número de seguidores. Atualmente, Gleici é seguida por um pouco mais de 6 milhões de pessoas”, diz o jornal fluminense.

Gleici sempre fala sobre o que fez com o milhão e meio faturados no BBB. “O máximo que eu comprei de caro para mim foi um perfume de R$ 600. Surgiram muitos trabalhos, até me surpreendi. Trabalho muito com o meu Instagram, fazendo publipost e campanhas para grandes marcas”, disse.

Continuar lendo

Destaque 7

Neri autoriza bancos a prestarem informações de 33 contas da Prefeitura de Rio Branco

Publicado

em

A prefeita Socorro Neri autorizou nesta quarta-feira (23) acesso do Tribunal de Contas do Estado do Acre para consulta à movimentação de 33 contas da Prefeitura de Rio Branco. Os bancos sediados na capital devem providenciar o acesso. O decreto 90, de 22.1.2019 regulamente essa autorização e em artigo 2º diz que “o acesso à consulta a que se refere o art. 1º deste decreto, dar-se-á por solicitação da presidência do Tribunal de Contas do Estado do Acre, a quem compete regular, de forma detalhada, os critérios para uso dos acessos permitidos e a portabilidade pelos servidores autorizados.

A solicitação de que trata o caput deverá ser dirigida à Secretaria Municipal de Finanças, órgão responsável pela administração financeira do Município”.

O decreto impõe responsabilidade ao presidente do TCE na prevenção ao uso indevido dos dados das contas bancarias. “A autorização dos acessos para consulta não isenta de responsabilidade quem, a partir dessa autorização, fizer uso da informação com o fim de expor publicamente o Município ou seus agentes públicos ou políticos”, alerta o inciso 3º do artigo 2º.

Continuar lendo
Propaganda

Leia Também

Mais lidas

Copyright © 2017 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.