Conecte-se agora

Ministério da Saúde faz alerta

Publicado

em

O Ministério da Saúde faz um alerta aos viajantes neste fim de ano: manter a caderneta de vacinação atualizada é fundamental para ter uma viagem saudável e tranquila. Pelo menos 10 dias antes da viagem, o turista deve atualizar a caderneta de acordo com as orientações do Calendário Nacional de Vacinação. Segundo a pasta, viajantes devem dar atenção especial às vacinas contra sarampo, hepatites A e B, e a febre amarela.

A pasta disponibiliza uma seção em seu site com informações, dicas e orientações sobre a saúde do viajante. Uma das doenças de maior risco de transmissão no verão é a febre amarela, com registro em áreas com grande contingente populacional desde 2017.

Atualmente, mais de 4 mil municípios são considerados áreas com recomendação de imunização. A vacina contra a febre amarela é ofertada gratuitamente no Calendário Nacional de Vacinação, e apenas uma dose é suficiente para a proteção por toda a vida.

Outra vacina importante para quem for viajar é a contra o sarampo. Isso porque o Brasil enfrenta atualmente dois surtos da doença: no Amazonas, com 9.724 casos confirmados e, em Roraima, com 349. Também há registros de casos em São Paulo, no Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, em Rondônia, Bahia, Pernambuco, no Pará, Distrito Federal e em Sergipe.

Outro alerta da pasta é direcionado aos turistas que necessitem de medicamentos de uso contínuo. O viajante não deve esquecer a prescrição médica e precisa levar a quantidade suficiente para o período em que estará fora de casa. Além disso, é importante esclarecer que o Ministério da Saúde recomenda o uso de repelentes como medida de proteção para quem não pode se vacinar, como as gestantes que não podem tomar a vacina contra a febre amarela.

Propaganda

Cidades

Sindicato se reúne com vereadores para discutir preços de mototaxímetro

Publicado

em

Portaria 393 do Imetro regulamentou a obrigatoriedade dos equipamentos. O RBTRANS obriga a instalação do mototaxímetro para licenciar o serviço de mototáxi.

A reclamação é de que o preço é incompatível com a realização. Custa R$ 950 reais. Por outro lado, o MP não aceita corridas com preços abusivos sendo cobrados a população. Segundo a promotora Alessandra Garcia Marques, o Rbtrans está agindo dentro da lei ao exigir o equipamento.

Continuar lendo

Cidades

Obra da prefeitura piora ainda mais situação da Rua do Passeio, no Taquari

Publicado

em

Uma obra emergencial de recuperação da Rua do Passeio, no bairro Taquari, em Rio Branco, deixou a situação da via ainda mais complicada. Imagens registradas pela moradora Rikelly Araújo mostram que os buracos e a lama se espalharam e continuam prejudicando os pedestres e motoristas que passam por ali.

Há duas semanas, uma equipe do ac24horas esteve no local e mostrou a dificuldade de motoristas em passar no trecho da segunda maior rua da comunidade. Por lá, passam também os alunos da Escola Elias Mansour, que fica a menos de 100 metros da cratera.

Segundo Rikelly, uma equipe da Emurb foi até o local no mesmo dia em que o problema foi noticiado pelo ac24horas, mas com o serviço mal feito, o problema só aumentou. “Agora eu estou quase impossibilitada de entrar na minha casa. Vi crianças indo pra aula com o tênis metade limpo, e metade com lama”, relata a moradora.

Em um dos vídeos enviados, outra moradora entra na lama para mostrar a profundidade do buraco. A lama chega à “canela” da mulher. No vídeo, a narração: “Aqui é a saída onde eu estava trabalhando, carregando barro, doente, e eles vieram aqui e desfizeram tudo que eu tinha feito. Só fizeram uma imundice”, reclama a mulher.

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.