Conecte-se agora

Trânsito mata mais de 1,3 milhão

Publicado

em

Estudo da Organização Mundial da Saúde (OMS), divulgado hoje (7), mostra o aumento contínuo das mortes no trânsito. Pelos dados do relatório, mais de 1,35 milhão de pessoas perdem a vida todos os anos em decorrência de acidentes de trânsito. Os dados mais alarmantes estão na África. Para especialistas, os governos reduziram os esforços na busca por solução para o problema.

O Relatório da Situação Global da OMS sobre segurança no trânsito de 2018 destaca que as lesões causadas pelo trânsito são hoje a principal causa de morte de crianças e jovens entre 5 e 29 anos. O documento inclui informações sobre o aumento no número total de mortes e diz que as taxas de mortalidade da população mundial se estabilizaram nos últimos anos.

“Essas mortes são um preço inaceitável a pagar pela mobilidade”, disse o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus. “Este relatório é um apelo aos governos e parceiros para que tomem medidas muito maiores para executar essas medidas”, acrescentou.

Os relatórios de status global da OMS sobre segurança no trânsito são divulgados a cada dois ou três anos e servem como ferramenta de monitoramento para a Década de Ação para Segurança Viária 2011-2020.

Mortes
Pelo relatório, o risco no trânsito é três vezes maior nos países de baixa renda do que nos países de alta renda. As taxas são mais elevadas em países da África e as mais baixas na Europa. Três regiões do mundo relataram um declínio nas taxas de mortalidade no trânsito: Américas, Europa e Pacífico Ocidental.

Os pedestres e ciclistas são responsáveis por 26% de todas as mortes no trânsito, enquanto os motociclistas e passageiros por 28%.

De acordo com o relatório, apenas 40 países, representando 1 bilhão de pessoas, implementaram pelo menos 7 ou todos os 8 padrões de segurança de veículos das Nações Unidas.

Investimentos
Para o fundador e diretor da Bloomberg Philanthropies e embaixador global da OMS, Michael R Bloomberg, é preciso investir mais na educação do trânsito, na prevenção e atenção à segurança nas estradas e pistas.

Segundo ele, é necessário adotar “políticas fortes” e fiscalização, repensar as estradas para que se tornem inteligentes e adotar campanhas de conscientização.

“A segurança no trânsito é uma questão que não recebe nem perto da atenção que merece. [E] é realmente uma das nossas grandes oportunidades para salvar vidas em todo o mundo”, ressaltou.

Avanços
De acordo com o estudo, apesar do alerta, houve progressos, pois a legislação de forma geral foi aperfeiçoada, visando a redução de riscos, o excesso de velocidade e vetos à ingestão de bebida alcoólica antes da direção. Também há menção à obrigatoriedade quanto ao uso de cintos de segurança e capacetes.

Há, ainda, a citação da preocupação com os cuidados com as crianças, da adoção de infraestrutura mais segura, como calçadas e pistas exclusivas para ciclistas e motociclistas, melhores padrões de veículos, como os que exigem controle eletrônico de estabilidade e frenagem avançada e aprimoramento dos cuidados depois de uma colisão.

O relatório diz, ainda, que essas medidas contribuíram para a redução das mortes no trânsito em 48 países de renda média e alta. Porém, informa que não há dados sobre redução no total de mortes referindo-se aos países de baixa renda.

Propaganda

Cidades

Mais de 200 pessoas participam da 1ª corrida Maio Amarelo em Cruzeiro do Sul

Publicado

em

Cerca de 250 pessoas participaram em Cruzeiro do Sul da Primeira Corrida Maio Amarelo promovida pela CIRETRAN e prefeitura da cidade na manhã deste domingo, 26.

Antes da largada, na Avenida Mâncio Lima, os participantes fizeram alongamento e puderam escolher entre percursos de 5 e 10 Km. A Corrida teve o apoio da Federação Acreana de Atletismo e no percurso de 10 Km, os participantes foram até a Variante. Os que optaram pelos 5 km foram até a Ponte da União e voltaram para a Avenida Mâncio Lima.

A chefe da CIRETRAN, Tainara Martins, cita as 7 mortes registradas na cidade e estradas vizinhas e os 107 acidentes de trânsito de janeiro a março desse ano e destaca que “é necessário envolver a comunidade em atividades assim apostando na conscientização. Desses 107 acidente, 94% foram motivados por imprudência humana. A intenção é que as pessoas entendam que somos todos responsáveis pela segurança no trânsito”.

O vencedor do percurso de 10 Km, Isangelo Batista da Silva, diz que ” vim correr pela atividade física em si e pelo objetivo que é diminuir as mortes no trânsito”.

As atividades do Maio Amarelo em Cruzeiro do Sul prosseguem até o dia 31, quando haverá o encerramento no Teatro dos Nauas, às 8 horas da manhã, com a presença de todos os chefes de CIRETRANs do Estado e do diretor geral do Detran, Luís Fernando.

Vencedores da Corrida Maio Amarelo

Do percurso de 10Km: Isangelo Batista da Silva e Cleidiane Marta Silva

Vencedores do percurso de 5 km: Raimundo Nonato Souza Costa e Silvania Lima Barbosa

Continuar lendo

Cidades

Terremoto com magnitude 8 atinge o Peru e é sentindo em várias cidades do Acre

Publicado

em

Às 2:45 da madrugada deste domingo, 26, os moradores de Cruzeiro do Sul sentiram um forte tremor de terra que durou cerca de um minuto e foi o mais forte ocorrido na região. As pessoas relatam inclusive quedas da cama.

Muita gente, mesmo de madrugada, procurou saber o que estava acontecendo e em pouco tempo os grupos de conversas pelo whatsapp e demais redes sociais multiplicavam a informação.

Há notícias de que em Feijó, os moradores também sentiram a terra tremer. O abalo também foi sentido por moradores de Rio Branco, Tarauacá e Jordão, segundo relatos colhidos nas redes sociais.

O prefeito de Cruzeiro do Sul, Ilderlei Cordeiro, relatou o abalo. “São 02:49 da madrugada, nossa cidade acaba de ser balançada pelo o maior terremoto que já presenciei. Foi demorado e forte”, disse o gestor em sua página no facebook.

No Corpo de Bombeiros e no SAMU não foram registradas chamadas de emergência por causa do terremoto. Mas muita gente procurou os dois serviços para obter mais informações sobre o forte tremor de terra.

O monitor de terremotos destacou um intenso abalo sísmico que atingiu 8 pontos de magnitude, registrado próximo à no Peru, 80 km a sudeste de Lagunas O violento abalo teve seu epicentro localizado a 114 km de profundidade. Apesar da grande intensidade do abalo, a profundidade em que ocorreu o evento favorece a dissipação da energia antes de chegar à superfície. A magnitude do evento sismico foi equivalente a explosão 750 bombas atômicas.

Desde 1979, foram registrados 51 tremores em um raio de 100 km ao redor do epicentro. O sismo mais próximo foi registrado a 12 km, no dia 31 de julho de 1997 e atingiu 4.1 magnitude na escala richter. O tremor mais significativo ocorreu em Brasil, a 211 km de Tarauacá no dia 24 de novembro de 2015, a 661 km de distância do evento atual e atingiu 7.6 magnitudes.

Videos enviados por internautas do ac24horas mostram o momento exato do terremoto.

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.