Conecte-se agora

Transtornos alimentares atormentam os jovens no país

Publicado

em

Reféns dos padrões de beleza estabelecidos pelo mundo da moda, jovens e adolescentes buscam alcançar formas nem sempre tangíveis. O problema é que essa obsessão pelo “corpo perfeito”, pode desencadear a bulimia e a anorexia, doenças classificadas no grupo de transtornos alimentares pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

Esses distúrbios provocam alterações na alimentação e geralmente se manifestam na adolescência. As suas causas podem ter origem em fatores psicológicos, emocionais ou relacionados com o metabolismo. Em geral, eles surgem com mais frequência nas mulheres.

Sarah Mamona é formada em psicologia e explica que de acordo com o DSM-5 – Manual de Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais, os transtornos alimentares são caracterizados por uma perturbação persistente na alimentação ou no comportamento relacionado a ela. “É essa perturbação que resulta no consumo ou na absorção alterada de alimentos que comprometem significativamente a saúde física ou funcionamento psicossocial”, assegurou. Os transtornos alimentares mais comuns são a bulimia, anorexia, obesidade e a vigorexia. Mas o universo de comportamentos envolvendo a comida vai muito além deles, porque cada indivíduo enxerga a comida de uma forma. Com isso, difere também os tratamentos, que podem incluir remédios, psicoterapia e reeducação alimentar.

Reconhecendo que essa pauta não é tão debatida, as psicólogas Sarah Manona e Niliane Brito estão com um projeto intitulado Mente Nutrida, que tem o objetivo de promover eventos falando dos transtornos alimentares e obesidade. “Inicialmente, queremos fazer uma roda de conversa e debater sobre o assunto. Além disso, queremos desenvolver conhecimentos e habilidades para o tratamento desses transtornos e discutir casos clínicos”, informa Niliane.

Fonte: Bárbara Maria – Ascom Educa Mais Brasil

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas