Conecte-se agora

Rocha anuncia nesta sexta nomes da cúpula da segurança pública

Publicado

em

Os nomes que comandarão a Segurança Pública do Acre no governo de Gladson Cameli (Progressistas), a partir de 1º de janeiro, serão anunciados nesta sexta-feira (7), a partir das 10 horas, no auditório da Secretaria de Segurança Pública.

O anúncio será feito pelo vice-governador eleito, Major Rocha, que comandará a primeira reunião e coordenará o início dos trabalhos de planejamento de ações integradas do sistema, concedendo ainda uma coletiva para imprensa às 11h.

“Eu e o governador eleito Gladson Cameli nos dedicamos durante toda essa semana para alinharmos as indicações dentro dos critérios de qualidade técnica, experiência, compromisso com as diretrizes do governo e capacidade de trabalhar em defesa dos interesses da sociedade”, disse o vice-governador.

Para Rocha, esse é um setor desafiador, problemático e que tem muita expectativa por parte da população que anseia por mudanças. O major disse que após o anúncio e durante a gestão vai solicitar das instituições uma atuação harmoniosa e com resultados positivos.

Serão anunciados seis nomes que vão compor a Secretaria de Segurança Pública do Estado do Acre (SESP), os comandos da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros, Polícia Civil, o Instituto Penitenciário (IAPEN) e o Instituto Socioeducativo (ISE).

Alguns nomes já foram divulgados pelo governador eleito, Gladson Cameli e pelo vice-governador, Major Rocha. No comando da Polícia Militar foi convocado o Cel. PM/RR Mário Cezar e para o Corpo de Bombeiros, o Cel. BM Antônio Velasquez. Os nomes dos subcomandantes das duas corporações, serão anunciados nesta sexta-feira, (7).

A secretaria de Polícia Civil será mantida na estrutura do futuro governo. Os nomes do secretário e demais membros da equipe serão conhecidos na reunião. Também serão anunciados os diretores presidentes do Instituto de Administração Penitenciária (IAPEN) e do Instituto Sócio Educativo (ISE).

“Temos muito trabalho pela frente e esperamos contar com o apoio de todas as secretarias de governo, instituições e, principalmente, de cada cidadão que deve ser um aliado do sistema de segurança pública. Diminuir os indicadores de violência é um compromisso de todos”, concluiu o vice-governador.

Propaganda

Destaque 5

Terceirizados do Detran estão sem salários desde novembro

Publicado

em

Os trabalhadores da empresa ACCA, terceirizada do Departamento Estadual de Trânsito do Acre (Detran/AC), estão desde novembro sem salário. Segundo os funcionários, a empresa alega que não está recebendo os pagamentos por parte do Detran, o que tem inviabilizado o desembolso dos salários.

Uma das funcionárias, que pede sigilo com o nome, conta que já procurou a Gerência da empresa para saber o que aconteceu com os salários, mas que a alegação dos empresários não muda. Enquanto isso, com os filhos prestes a voltar às aulas, os trabalhadores temem não conseguir manter os custos de casa.

“A gente tá com as contas atrasadas, não consegue pagar nada. Já estou com medo de cortarem a minha luz. Desde dezembro que eu não consigo pagar a energia. Até a parcela da minha moto não consegui pagar, e o juro é altíssimo. Eu só preciso de uma solução. Cada um joga para o outro, e assim nada se resolve”, denuncia.

O Detran confirma a situação, e diz que não fez os pagamentos de janeiro porque a empresa não apresentou os documentos necessários a isso. Já sobre o pagamento de dezembro, segundo o Detran, conforme decreto assinado pelo governador Gladson Cameli, não foram feitos pagamentos de empenhos da gestão de Sebastião Viana.

A empresa ACCA, contudo, recebeu normalmente o pagamento de novembro, ainda que os trabalhadores aleguem que desde o período não receberam sequer os salários a que têm direito. O débito do Detran com a terceirizada ultrapassa a casa dos R$ 300 mil.

Procurado, o gerente da empresa, Carlos Albuquerque, disse que o problema é pontual e que está dialogando com a Diretoria do Detran para resolver a questão nos próximos dias. Ele alertou ainda que a dívida é da gestão de Shirley Torres, que deixou o comando do órgão em dezembro último. Albuquerque não quis gravar entrevista.

Continuar lendo
Propaganda

Leia Também

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.