Conecte-se agora

Guia do Estudante concede estrelas a cursos do Centro Universitário Uninorte

Publicado

em

O compromisso do Centro Educacional Uninorte com a eficiência e qualidade do ensino recebeu reconhecimento novamente. Desta vez, pelo Guia do Estudante Profissões – Vestibular 2019, publicação da Editora Abril, que concedeu estrelas a sete graduações ofertadas pela instituição no Acre.

Sete cursos foram estrelados, sendo cinco de bacharelado e dois de licenciatura. São eles: Ciências Biológicas, Direito, Educação Física, Enfermagem, Fisioterapia, Psicologia e Serviço Social.

Os referidos cursos receberam selo de qualidade de três estrelas. A maior pontuação é de cinco estrelas, seguindo critérios com base em entrevistas de profissionais e especialistas de diversas áreas do conhecimento. A avaliação tem caráter exploratório e é feita por um período de nove meses, com o intuito de ajudar estudantes de todo o país a optarem pelas instituições de ensino superior de maior referencial no mercado.

O selo de qualidade dos cursos foi publicados na edição Guia do Estudante Profissões – Vestibular 2019, que já está à venda nas bancas, e em breve também será publicado no site.

Confiabilidade

Recentemente a Uninorte também recebeu o mérito de estar entre as melhores entidades de ensino conveniadas à Fundação Getúlio Vargas (FGV) no ano de 2018.

A FGV tem parcerias espalhadas por todo o Brasil e, por isso, executa auditorias anualmente que constam em relatórios de avaliação mediante um padrão de critérios. Ao fim de cada ano, as melhores instituições são premiadas pela excelência dos serviços prestados à sociedade.

Propaganda

Cotidiano

Cemaden mantém alto de risco de alagação no Rio Acre e põe Rio Madeira no mapa

Publicado

em

O Centro de Monitoramento e Prevenção de Desastres Naturais (Cemaden) mantém nível alto de risco geo-hidrológico para a Bacia do Rio Acre neste sábado (19) ou seja: apesar da Defesa Civil do Acre avaliar que a cheia vem perdendo força (há sinais de vazante nas cabeceiras) o Cemaden não baixou o alerta. A alagação deve aumentar.

O Cemaden incluiu a Bacia do Rio Madeira no mapa de risco mas com classificação “nível baixo”. O nível do Madeira chegou a 14,70 metros e, segundo os informes de Porto Velho, a Defesa Civil de Rondônia avalia a possibilidade de decretar Estado de Alerta na próxima semana segunda-feira (21).

Para determinar os níveis de risco, o órgão usa as cores vermelho (alto), amarelo (baixo) e branco (sem risco). No País há áreas na região Sul que apresentam risco de níveis alto e baixo. Veja o mapa:

Continuar lendo

Cotidiano

Droga que saiu do Acre para o Nordeste é incinerada no interior de Alagoas

Publicado

em

A polícia de Alagoas incinerou nesta sexta-feira (18), 80 tabletes de cocaína apreendidos durante uma operação no setor alagoano. Cerca de R$ 16 milhões em cocaína comprada na Bolívia e embarcada no Acre foram destruídos poucas horas após a detenção das pessoas que faziam o transporte. A polícia acredita ter imposto um forte prejuízo àquela que convenciou-se chamar de ´Conexão Acre-Nordeste´, uma rota que tenta se especializar em levar droga da Amazônia para o Nordeste.

O material foi incinerado após um cumprimento à determinação do Juiz Felipe Munguba, que atua na comarca de Água Branca. A droga foi destruída sob a supervisão da policiais.

Continuar lendo

Cotidiano

3 mil pés de açaí na Resex Chico Mendes: produção da unidade vai a 21 t em 2019

Publicado

em

Pesquisadores mapearam 3.000 pés de açaí nativo prontos para ser manejados numa área da Reserva Extrativista Chico Mendes. Cientistas da Embrapa, ICMbio e Ufac fizeram a indicação geográfica de cada um dos açaizeiros com a proposta de atender a 30 extrativistas. “Trabalhamos com uma previsão de estoque de 21 toneladas de fruto, o que daria uma renda de R$ 40 mil, nos valores atuais”, sistematizou a pesquisadora Andréa Alexandre, da Ufac. Para encontrar as árvores, o extrativista poderá usar o GPS do celular.

O Acre ocupa a quarta posição no ranking amazônico de produção desse fruto. O Pará concentra a grande produção. No contexto nacional, a extração acreana representa 2% de tudo o que é coletado e processado no Brasil.

Esse número representa o cultivo nativo mas anos atrás o governo disse ter distribuído mais de 600 mil mudas aos produtores do Acre.

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Leia Também

Copyright © 2017 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.