Conecte-se agora

Governo do Acre lança edital de concurso público para professor

Publicado

em

A Secretaria de Estado da Gestão Administrativa – SGA e a Secretaria de Estado de Educação e Esporte – SEE, publicou na edição do Diário Oficial do Estado (DOE) desta quinta-feira, 6, edital de abertura de Concurso Público que será realizado por meio do Instituto Brasileiro de Apoio e Desenvolvimento Executivo – IBADE.

O prazo de validade do presente Concurso Público é de 2 (dois) anos. A jornada de trabalho será de 30 horas semanais com rendimentos básicos de R$ 2.402,68.

As inscrições terão início a partir desta sexta-feira, 7, até o dia 06 de Janeiro de 2019. As inscrições serão realizadas somente via Internet: www.ibade.org.br. O valor da inscrição será de R$ 72,00 (setenta e dois reais).

Concurso Público será composto das seguintes fases: 1ª Fase: Prova Objetiva, de caráter classificatório e eliminatório; 2ª Fase: Prova Discursiva, de caráter classificatório e eliminatório e 3ª Fase: Prova de Títulos, de caráter classificatório.

As provas serão aplicadas nas cidades do Estado do Acre: Brasiléia, Cruzeiro do Sul, Feijó, Jordão, Marechal Thaumaturgo, Porto Walter, Rio Branco, Santa Rosa do Purus, Sena Madureira e Tarauacá.

CONFIRA AS VAGAS ABERTAS: PROFESSOR – P2; PROFESSOR – P2 ARTE – ARTES VISUAIS; PROFESSOR – P2 ARTE – ARTES CÊNICAS: TEATRO; PROFESSOR – P2 ARTE – MÚSICA; PROFESSOR – P2 BIOLOGIA; PROFESSOR – P2 CIÊNCIAS; PROFESSOR – P2 EDUCAÇÃO FÍSICA; PROFESSOR – P2 FILOSOFIA; PROFESSOR – P2 FÍSICA;
PROFESSOR – P2 GEOGRAFIA; PROFESSOR – P2 HISTÓRIA; PROFESSOR – P2 LÍNGUA ESPANHOLA; PROFESSOR – P2 LÍNGUA INGLESA; PROFESSOR – P2 LÍNGUA PORTUGUESA; PROFESSOR – P2 MATEMÁTICA E PROFESSOR – P2 QUÍMICA.

A Prova Objetiva terá caráter eliminatório e classificatório e será realizada em turno matutino, na data provável de 27 de janeiro de 2019, dentro das 5 horas.

Propaganda

Acre

Jenilson Leite recebe Comissão de concursados da Polícia Militar

Publicado

em

O deputado estadual Jenilson Leite (PCdoB), vice-presidente da Assembleia Legislativa do Acre, recebeu na sala de reuniões da Casa os membros da Comissão dos aprovados do concurso da Polícia Militar que estão no cadastro de reservas do certame. Dentre os participantes tinha duas pessoas de Cruzeiro do Sul.

Durante o período eleitoral, o então candidato Gladson Cameli (Progressistas) assinou um documento se comprometendo convocar todos os aprovados do concurso. Contudo, na semana passada ele deu garantia de convocar somente os 250 classificados dentro do número previsto de vaga. Deixando de fora os 537 que também obtiveram aprovação em todas etapas prevista no edital do certame. O documento também foi assinado pelo vice-governador Major Rocha, que ficou responsável na atual gestão pela área de segurança.

Os componentes da comissão do cadastro de reservas procuraram o deputado para cobrar um posicionamento do gestor, haja vista que foi ele o precursor da luta em defesa da prorrogação do prazo de validade do certame, de seis meses para dois anos, ainda gestão passada. Além disso, o deputado apresentou requerimentos e se reuniu algumas vezes com chefe da SGA, na época Sawana Carvalho, para cobrar celeridade nas etapas do concurso devido à demora para realização de uma fase para outra.

Amanhã, terça-feira (19), na sessão ordinária, o deputado vai fazer uma fala cobrando uma posição do governador e da cúpula de segurança do estado. Além disso, os aprovados farão uma manifestação durante a sessão contra o governo, bem como o documento que em Gladson Cameli se compromete em convoca-los, será lido em plenário. “ É um dever nosso, enquanto representante da sociedade, defender a convocação desses jovens que almejam um emprego, além disso, a área de segurança necessita do trabalho dessas pessoas. Eu já encabecei essa luta no governo passado, e vou continuar fazendo até vê-los eles serem convocados, isso vocês podem ter certeza”, garantiu o parlamentar.

Para Jose, um dos representes da Comissão, na campanha o governador se comprometeu em chamar o quantitativo excedente do número de vaga, mas até agora não deu uma posição, por isso ele vieram pedir o auxílio do deputado Jenilson e de todos os membros da Casa.

Além da falta de posição do governador, outra preocupação dos aprovados que estão fora do número de vaga previsto, é que o prazo do concurso expira em junho de 2020

Continuar lendo
Propaganda

Leia Também

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.