Conecte-se agora

Sebrae Acre elege novos dirigentes na tarde desta quarta-feira

Publicado

em

O novo superintendente do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Acre (Sebrae) deve ser escolhido nesta quarta-feira, dia 05, em eleição que ocorre a partir das está horas, durante reunião do Conselho Deliberativo Estadual (CDE). Ao todo, 15 membros têm direito a voto no Colegiado Superior da instituição.

A briga para ocupar o posto mais importante do Sebrae acreano está entre o vice-presidente da Federação do Comércio do Acre, Marcos Lameira, e o bancário Marivaldo Melo, ex-superintendente do Banco da Amazônia no Acre. Como o ac24horas levantou, Marivaldo têm preferência entre os dois nomes.

A preferência dos membros do Conselho Deliberativo, por Marivaldo Melo, é simplesmente pela proximidade dele com o grupo do governador eleito Gladson Cameli, que tem, segundo fontes do portal, conversado, pessoalmente, com representantes das instituições que possuem cadeira no Colegiado do Sebrae.

Jurilande Aragão, atual presidente do Conselho, conversou, por telefone com a reportagem, e afirmou que ambos os nomes para os cargos de superintendente possuem extrema qualificação para a condução do órgão. “Será uma eleição tranquila, de muito louvor e, tenho certeza, tanto Marcos Lameira, como o Marivaldo Melo, têm condições firmes de conduzir o Sebrae”, pontuou.

O presidente do CDE não quis comentar, entretanto, rumores de que Gladson Cameli estaria interferindo, ainda que de forma involuntária, junto a alguns dos conselheiros do Serviço. Ele desconversou na hora em que foi perguntado sobre isso.

“Olha, sobre isso, eu tenho a dizer que todos os conselheiros, sem exceção, tem consciência do voto que será dado, e cabe a cada um decidir pelo que acredita e defende, por aquele candidato que melhor representa a sua instituição. O que tenho a dizer, simplesmente, é que todos os dois candidatos têm currículos muito, muito bons”, completou.

Nesta quarta-feira, os conselheiros também escolherão os próximos diretores Técnico e de Administração e Finanças. Outra escolha será do novo presidente do Conselho Deliberativo Estadual, e, ainda dos membros do Conselho Fiscal. “Esse é um momento muito importante para o Sebrae. Certamente os conselheiros tomarão o melhor rumo”, classifica.

Os membros do Conselho Deliberativo do Sebrae

Atualmente, o Conselho do Sebrae é composto por 15 instituições: Acisa, Banco da Amazônia, Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, Federação da Agricultura do Estado do Acre, Fecomercio, Federacre, Fieac, Funtac, Iel, Sebrae, Senar, Seplan, Suframa e Ufac. Um total de 15 membros efetivos.

Propaganda

Destaque 6

Cameli reúne primeiro escalão e marca posse de secretários

Publicado

em

A posse dos secretários do governo de Gladson Cameli já tem dada e hora marcados: 02 de janeiro de 2019 às 9h. Um dia após a posse do governador eleito.

O anúncio foi feito na manhã deste domingo, 16, no escritório de trabalho de Gladson Cameli em reunião com a presença de 19 membros do primeiro escalão do novo governo. Na oportunidade, Cameli estabeleceu como prioridades de sua gestão: segurança, infraestrutura, educação, saúde e agronegócio.

Ele pediu à sua equipe atendimento humanizado e respeito aos servidores públicos de carreira.

“Deixei claro mais uma vez que o estado está aberto para o agronegócio e desenvolvimento, para quem quiser vir investir. Pedi um levantamento de como estão funcionando todas as secretarias e determinei que todos os servidores tem que cumprir horário”, afirmou o progressista.

Em reportagem exclusiva veiculada neste domingo, o ac24horas mostra que a reforma administrativa de Cameli sugere 900 cargos comissionados na estrutura estatal, 10 assessores especiais, além de diretores de diferentes setores.

Continuar lendo

Destaque 6

Ação contra presos em operação pode não ser julgada a tempo

Publicado

em

A Ação de Investigação Judicial Eleitoral (Aije) impetrada pelo Ministério Público Eleitoral nesta sexta (14), e que tem como um de seus pedidos a não diplomação dos candidatos eleitos presos pela Polícia Federal na Operação Santinhos, pode não ser julgada a tempo da realização da cerimônia de entrega do diploma, marcada para a próxima quarta-feira (19).

Tão logo foi protocolada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) a Aije 0601403-89 passou a tramitar em segredo de Justiça. A relatora do caso é a juíza Olívia Ribeiro. Todas as ações do tipo são enviadas para análise do corregedor da Corte, função atualmente exercida pela magistrada.

Por mais que o recurso usado pelo MP Eleitoral para a não diplomação seja um pedido de liminar, é pouco provável que a juíza emita alguma sentença antes da quarta-feira por conta dos prazos processuais. A defesa dos suspeitos terá o tempo necessário para apresentar as provas que possam inocentar seus clientes.

Além de pedir a não diplomação dos investigados e a aplicação de outras sanções previstas na legislação eleitoral, o MP Eleitoral quer que sejam devolvidos aos cofres públicos o R$ 1,2 milhão desviado pelo esquema.

Foram presos a deputada estadual reeleita Juliana Rodrigues (PRB) e o deputado federal eleito Manuel Marcus (PRB). Conforme ac24horas mostrou mais cedo, os dois não deixarão de ser diplomados pelo fato de estarem cumprindo prisão preventiva. O único impeditivo seria se o provimento judicial movido pela Procuradoria Eleitoral recebesse um veredicto até a data da entrega dos diplomas.

Continuar lendo

Destaque 6

Nova fase vai focar empresários do setor de medicamentos, diz PF

Publicado

em

A próxima fase da Operação Ícaro, que levou à cadeia nesta quinta-feira, dia 13, o prefeito de Senador Guiomard, André Maia (PSD), e afastou, em agosto, o prefeito de Capixaba, José Augusto (Progressistas), além de ter colocado longe da gestão diversos servidores públicos teve ter nova fase nas próximas semanas.

Segundo apurou o ac24horas, com pessoa ligada à investigação, o delegado Eduardo Gomes, considerado “linha dura” dentro da instituição, já trabalha novos pedidos de prisão diante de documentos obtidos em buscas e apreensões nas duas fases da operação da Polícia Federal. Não por acaso, ambas as etapas teve o mesmo foco: desvio de recursos da saúde.

“O delegado está fazendo uma investigação profunda, e tem muitas fontes, muitas provas. Vai ser uma ação firme. Ele é muito técnico, muito sistemático. Teve gente que manteve o silêncio na primeira fase, mas agora deve falar. Agora o foco serão os empresários e aliados deles. Tem várias empresas investigadas e até empresas ligadas a outras empresas, e isso foi descoberto em agosto, na primeira fase”, conta a fonte.

Nesta quinta, além de André Maia, também foram presos o advogado dele, Wellington Frank, o controlador do município, Wellington Soares, o secretário de Administração da cidade, Deusdete Cruz, e o pregoeiro de leilões Estácio Parente. Há provas de envolvimentos das seguintes empresas no esquema: Marka, Biolar, M&R Distribuição, Moura & Cia, HLP e Inovax.

Continuar lendo
Propaganda

Leia Também

Mais lidas

Copyright © 2017 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.