Conecte-se agora

Sebrae Acre elege novos dirigentes na tarde desta quarta-feira

Publicado

em

O novo superintendente do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Acre (Sebrae) deve ser escolhido nesta quarta-feira, dia 05, em eleição que ocorre a partir das está horas, durante reunião do Conselho Deliberativo Estadual (CDE). Ao todo, 15 membros têm direito a voto no Colegiado Superior da instituição.

A briga para ocupar o posto mais importante do Sebrae acreano está entre o vice-presidente da Federação do Comércio do Acre, Marcos Lameira, e o bancário Marivaldo Melo, ex-superintendente do Banco da Amazônia no Acre. Como o ac24horas levantou, Marivaldo têm preferência entre os dois nomes.

A preferência dos membros do Conselho Deliberativo, por Marivaldo Melo, é simplesmente pela proximidade dele com o grupo do governador eleito Gladson Cameli, que tem, segundo fontes do portal, conversado, pessoalmente, com representantes das instituições que possuem cadeira no Colegiado do Sebrae.

Jurilande Aragão, atual presidente do Conselho, conversou, por telefone com a reportagem, e afirmou que ambos os nomes para os cargos de superintendente possuem extrema qualificação para a condução do órgão. “Será uma eleição tranquila, de muito louvor e, tenho certeza, tanto Marcos Lameira, como o Marivaldo Melo, têm condições firmes de conduzir o Sebrae”, pontuou.

O presidente do CDE não quis comentar, entretanto, rumores de que Gladson Cameli estaria interferindo, ainda que de forma involuntária, junto a alguns dos conselheiros do Serviço. Ele desconversou na hora em que foi perguntado sobre isso.

“Olha, sobre isso, eu tenho a dizer que todos os conselheiros, sem exceção, tem consciência do voto que será dado, e cabe a cada um decidir pelo que acredita e defende, por aquele candidato que melhor representa a sua instituição. O que tenho a dizer, simplesmente, é que todos os dois candidatos têm currículos muito, muito bons”, completou.

Nesta quarta-feira, os conselheiros também escolherão os próximos diretores Técnico e de Administração e Finanças. Outra escolha será do novo presidente do Conselho Deliberativo Estadual, e, ainda dos membros do Conselho Fiscal. “Esse é um momento muito importante para o Sebrae. Certamente os conselheiros tomarão o melhor rumo”, classifica.

Os membros do Conselho Deliberativo do Sebrae

Atualmente, o Conselho do Sebrae é composto por 15 instituições: Acisa, Banco da Amazônia, Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, Federação da Agricultura do Estado do Acre, Fecomercio, Federacre, Fieac, Funtac, Iel, Sebrae, Senar, Seplan, Suframa e Ufac. Um total de 15 membros efetivos.

Propaganda

Destaque 6

Tribunal de Contas do Estado notifica gestores da ZPE do Acre

Publicado

em

A Zona de Processamento de Exportação – ZPE, instalada em Senador Guiomard, é considerada um dos maiores fracassos da gestão do ex-governador Sebastião Viana na área econômica.

Propagada à época como um dos pilares que tornaria o Acre um grande exportador para o mercado asiático, foram investidos milhões de reais na estrutura física, levantada em 2012, foi a primeira ZPE em todo o país a receber autorização alfandegária para funcionar e, por isso, era apresentada como mais um modelo de desenvolvimento da economia acreana.

Passados 7 anos, a ZPE nunca saiu do papel. Até hoje, nenhuma empresa se instalou e a estrutura física se deteriorou ao longo dos anos. Os prometidos 2,5 mil empregos não apareceram e o Acre continua dependente da economia do contracheque.

Mas, se a ZPE não trouxe benefícios, é provável que traga dor de cabeça para os gestores da Administradora da Zona de Processamento de Exportação do Acre S/A – AZPE/AC.

No diário eletrônico do Tribunal de Contas do Estado (TCE) desta segunda-feira, 18, o então Diretor-Presidente da Administradora da AZPE/AC, no exercício de 2017, Michel Marques Abrahão, ex-prefeito de Bujari e ex-Secretário de Estado de Desenvolvimento da Indústria, do Comércio e dos Serviços Sustentáveis (Sedens) nos últimos meses do governo de Sebastião Viana é citado para apresentar defesa a respeito das inconsistência apontadas em Relatório Preliminar de Análise Técnica na prestação de contas. O relator do processo é o conselheiro Antônio Cristovão Correia de Messias.

Michel Marques foi um dos principais assessores do ex-deputado federal Sibá Machado, que também esteve à frente da Sedens, e que não conseguiu se reeleger nas eleições do ano passado. Marques salientou que não sabe do que se trata e que se pronunciará assim que tiver informações sobre a notificação.

Outro citado pelo TCE para apresentar defesa é Carlos Afonso Cipriano dos Santos, empresário e que em 2017 era membro do Conselho Fiscal da AZPE/AC. Em janeiro deste ano, Cipriano foi mantido pelo Gladson Cameli como presidente da Junta Comercial do Acre. Cargo que ocupa desde o ano de 2016. Carlos Afonso também se mostrou surpreso com a notificação do TCE. “Não estava sabendo. Vou me inteirar do que se trata e me manifestarei sobre o assunto”.

Mais duas pessoas foram notificadas pelo Tribunal de Contas do Estado para apresentar defesa, José Aguiar de Prado, membro do Conselho Fiscal da AZPE/AC e José Oliveira de Carvalho, responsável contábil da Administradora da Zona de Processamento de Exportação do Acre.

Continuar lendo
Propaganda

Leia Também

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.