Conecte-se agora

Petecão ainda espera por Gladson Cameli e vai ouvir PSD

Publicado

em

O anúncio do secretário de Agricultura do governo de Gladson Cameli na manhã desta quarta-feira, 05, parece ter azedado ainda mais a relação política entre o senador Sérgio Petecão e o governador eleito, porém ainda não significa um rompimento entre ambos.

Petecão diz que quer ouvir da boca de Cameli que seu partido não terá mais como cota a Produção do Estado como prometera há um mês.

“O que eu disse é que se o Gladson me der a produção nós não queríamos mais nada. O que foi dito lá no partido é que ele nos daria a produção. Foi dito por ele e o seu Ribamar (futuro chefe da Casa Civil).”

Gladson teria oferecido a Petecão, a subsecretaria de Produção, o setor de Ciência e Tecnologia, a Cohab e a Agência de Negócios do Acre.

O senador do PSD chegou apresentar os nomes do agrônomo Nilton Craveiro e de Jairo Carvalho, ex-deputado estadual, para a Produção estadual, mas no meio das negociações o PSDB conseguiu emplacar Paulo Wadt, servidor da Embrapa.

“Nós estamos aguardando a posição do governador. Não foi ele quem nos prometeu? Então ele deve nos comunicar que não vai poder dar mais a produção. Ele vai dizer o que vai poder dar e o que não pode, e eu vou levar lá pro partido para que o partido sente na mesa. O PSD não é só o Petecão. A decisão tem que ser do partido. Se o partido amanhã disser: ‘Petecão nós estamos fora desse governo. Aí estamos fora. Se o pessoal disser: Petecão nós temos que nos agachar e fazer o que o Gladson mandar, eu sou um soldado do partido'”, afirmou o senador.

Propaganda

Acre

Gladson Cameli discursa rapidamente e vai para o povão

Publicado

em

A presença do governador Gladson Cameli na manifestação de apoio à presidência de Jair Bolsonaro durou mais tempo ao lado da população presente do que no discurso em cima do carro de som.

Cameli falou rapidamente no microfone e desceu para cumprimentar os presentes. Logo comprou o famoso salgado com Coca-Cola e atendeu pedido de fotos e conversas com eleitores.

” Isso demonstra que ele é gente nossa, que é humilde e está do nosso lado” falou Antonia Medeiros, de 43 anos, participante do manifesto.

Gladson permaneceu no evento pouco mais de uma hora.

Continuar lendo

Acre

De 5 entrevistados, apenas 2 conhecem pautas de movimento

Publicado

em

A maior parte dos apoiadores do governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL) se concentram na praça do Palácio Rio Branco, na tarde deste domingo, 26, vestidos de verde e amarelo e munidos de cartazes com palavras de ordem a favor das medidas do atual governo.

Entretanto, nem todos os presentes conhecem as pautas que são discutidas e defendidas pelos próprios manifestantes. De cinco pessoas que a reportagem do ac24Horas entrevistou, apenas duas souberam dizer do que se trata o movimento.

Elaine Lima, de 20 anos, não soube dizer quais as principais pautas apoiadas pelos manifestantes. Da mesma forma, Ana Paula Alves, também de 19 anos. Esta disse que foi apenas para verificar pessoalmente o movimento na capital, mas que mesmo assim apoia o ato.

Ricardo Pereira, de 29 anos, trabalha como vendedor e ficou em dúvida sobre as questões debatidas no protesto de apoio ao governo Bolsonaro.

Já Luiz Neto e Maria Helena Teixeira, tinham na ponta da língua todos os assuntos colocados em pauta pelo manifesto que ocorre em todo o país. Ambos destacaram o pacote anticrime, do Ministro Sérgio Moro, reforma da previdência e a votação da medida provisória 870.

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.