Conecte-se agora

Gladson Cameli foi “traído” e não consegue emplacar novos chefes do Sebrae no Acre

Publicado

em

O governador eleito Gladson Cameli sofreu um duro golpe na tarde desta quarta-feira, dia 05, durante a reunião do Conselho Deliberativo Estadual (CDE). Gladson tinha como candidato a superintendente o bancário Marivaldo Melo, amigo pessoal do senador Sérgio Petecão, e que tinha as bênçãos de Cameli para chefiar o órgão.

Há menos de 20 dias de assumir o posto de governador, Cameli, como afirmam interlocutores, teria sido “traído” por conselheiros que disseram votar segundo a preferência dele durante a reunião do Conselho do Sebrae acreano. Derrota que rendeu um “pico de pressão” ao governador.

Como superintendente, o Sebrae terá Marcos Lameira, empresário e atual vice-presidente da Federação do Comércio do Acre (Fecomércio). Ele é ligado a Leandro Domingos, que já foi presidente da Junta Comercial do Acre (Juceac) e tem ligação forte com o governador Sebastião Viana e a Frente Popular.

Lameira, que já foi dono de pelo menos uma drogaria, vai receber cerca de R$ 23 mil para dirigir o Sebrae no Acre a partir de 2019. Atualmente, como braço direito de Domingos na Federação do Comércio, o advogado tem substituído o empresário que, agora, foi indicado a um cargo na Confederação Nacional do Comércio (CNC).

Uma das curiosidades do pleito foi a retirada do nome de Assuero Veronez, que tinha se colocado como candidato ao cargo de presidente do Conselho Deliberativo Estadual (CDE). O anúncio de desistência foi feito na manhã desta quarta-feira, dia 05.

Segundo apurou o ac24horas, Lameira venceu a eleição com os votos das seguintes instituições: Federação da Agricultura, Serviço Nacional de Aprendizagem Rural, Federação das Indústrias, Instituto Evaldo Lodi, Secretaria de Planejamento do Acre, Sebrae Nacional, Fundação de Tecnologia do Acre e Federação do Comércio.

A reunião do Conselho foi suspensa por conta de um empate na escolha do presidente do Colegiado. Após o retorno, o vice-reitor da Universidade Federal do Acre, Josimar Batista, que estava votando em Rubenir Guerra [também candidato de Gladson], resolveu mudar de voto e apoiou o presidente da Federação das Indústrias, José Adriano Ribeiro, que acabou eleito.

No final das contas, quem traiu o governador?

Propaganda

Acre 01

Estudante é ferido a bala após tentativa de assalto em frente a faculdade Fameta

Publicado

em

O estudante de Contabilidade do Centro Universitário (Unimeta) Wenderson  Costa Campelo, de 26 anos, foi ferido com um tiro na noite desta terça-feira (19) após uma tentativa de assalto na rua Valdomiro Lopes, no Bairro da Paz, em Rio Branco.

De acordo com informações de populares, Wenderson estava chegando na frente do centro universitário em sua motocicleta, quando dois homens não identificados em uma moto se aproximaram e o garupa em posse de uma arma de fogo anunciou o assalto.

Na ação do bandido, o estudante se assustou e acelerou a moto e o criminoso efetuou um tiro que atingiu o pé direito de Wenderson. Mesmo ferido, a vítima ainda conseguiu pilotar sua motocicleta até uma lanchonete e pedir ajuda. Os bandidos fugiram tomando rumo ignorado.

A ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionada e conduziu o estudante ao pronto socorro de Rio Branco em estado de saúde estável.

Policiais Militares do 4°Batalhão estiveram no local e após colher informações fizeram varias rondas na região em busca de prender os criminosos, mas ninguém foi encontrado.

Estudantes afirmaram a reportagem do ac24horas, que os roubos de moto na região do centro universitário ocorre com frequência e pedem que as autoridades competentes tomem as devidas providências.

Continuar lendo

Acre 01

Clima esquenta na Câmara e Rodrigo diz que Marcos Luz é serviçal de empresários

Publicado

em

O clima esquentou na sessão da Câmara de Vereadores, em Rio Branco, nesta terça-feira, 19. O líder do Executivo, Rodrigo Forneck (PT) usou a fala da explicação pessoal para exigir respeito às mulheres e desmentir as acusações do vereador João Marcos Luz, que subiu à tribuna para alegar que os kits escolares não estavam sendo entregues – apesar de 80% das escolas municipais já terem recebido os materiais.

“Me espanta o vereador João Marcos subir numa tribuna, cobiçada por tantas pessoas, para me chamar de mentiroso. Eu estou há dois anos e três meses e desafio qualquer um a contar uma mentira dita por mim nesta casa. Diferente do vereador que, em dois meses, já coleciona mentiras. Portanto, Vossa Excelência não autoridade moral para fazer acusações infundadas, se comportando como serviçal de empresário”, afirmou Forneck.

Durante sua, Luz alegou que “o debate sobre gênero era muito pequeno”, referindo a prefeita Socorro Neri. A posição do vereador foi rebatida pelo petista. “Vossa Excelência é misógino. Como esperar que respeite mulheres? Sobe aqui para diminuir a luta das mulheres. Esse preconceito eu vou combater de frente. Se a prefeita errar, a gente assume e corre atrás de dar a resposta correta. Agora, não me venha desqualificar a prefeita pelo fato dela ser mulher”, frisou Rodrigo Forneck.

Durante a fala do petista, Luz tentou se inscrever para as explicações pessoais, mas foi impedido pela presidente da Câmara, vereador Antônio Morais (PSB), como prevê o Regimento Interno da Câmara de Vereadores. Bastante irritado o parlamentar ainda tentou argumentar porém a sessão foi encerrada.

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.