Conecte-se agora

Com voto da Ufac, José Adriano Ribeiro se elege presidente do Conselho do Sebrae no Acre

Publicado

em

O presidente da Federação das Indústrias do Acre (Fieac), José Adriano Ribeiro, conseguiu vencer a eleição para presidente do Conselho Deliberativo Estadual do Sebrae no Acre. A vitória foi garantida após o vice-reitor da Universidade Federal do Acre (Ufac), Josimar Batista, abandonar Rubenir Guerra, para apoiar Ribeiro.

Esse foi um duro golpe nos planos de Gladson Cameli. Nem o candidato dele a superintendente do órgão foi confirmado. Marivaldo Melo ficou para trás na corrida pelo comando da instituição. Melo é amigo do pessoal do senador Sérgio Petecão, e que tinha as bênçãos de Cameli para chefiar o órgão.

A menos de 20 dias de assumir o posto de governador, Cameli, como afirmam interlocutores, teria sido “traído” por conselheiros que disseram votar segundo a preferência dele durante a reunião do conselho do Sebrae acreano. Derrota que rendeu um “pico de pressão” ao governador.

Como superintendente, o Sebrae terá Marcos Lameira, empresário e atual vice-presidente da Federação do Comércio do Acre (Fecomércio). Ele é ligado a Leandro Domingos, que já foi presidente da Junta Comercial do Acre (Juceac) e tem ligação forte com o governador Sebastião Viana e a Frente Popular.

Propaganda

Destaque 2

PL que pede a venda de R$ 1 bilhão da dívida do Acre será encaminhado a Aleac na próxima semana

Publicado

em

O governo do Acre conseguiu autorização da Secretaria do Tesouro Nacional para vender R$ 1 bilhão de sua dívida relacionada a financiamentos para uma instituição financeira. A informação foi confirmada pelo governador Gladson Cameli na manhã desta sexta-feira, 18.

De acordo com o Chefe do Palácio Rio Branco, com o sinal verde, o projeto de lei que pede autorização para venda de parte da dívida que tem como valor global R$ 3,5 bilhões será enviado a Assembleia Legislativa na próxima segunda-feira, 21, para análise e aprovação em regime de urgência.

Segundo o governo, a expectativa é que o Estado economize num primeiro momento cerca de R$ 150 milhões por ano. O ac24horas apurou que o Estado teria uma carência de pelo menos 12 meses para começar a pagar a dívida com juros mais baixos.

“Nesse primeiro momento o Tesouro Nacional autorizou esse montante entre R$ 800 milhões a R$ 1 bi. Com o passar do tempo poderemos vender o restante da dívida, mas estamos analisando porque alguns financiamentos já estão próximos de serem quitados, faltando 4 , 6 ou 8 parcelas’, explicou Cameli.

Com a base do governo alinhada na Assembleia Legislativa após sucessivas vitórias, a expectativa é que o Projeto seja aprovado rapidamente.

Continuar lendo

Destaque 2

Calegário surpreende oposição e vota a favor do governo em alteração da LDO

Publicado

em

FOTO: SÉRGIO VALE - AC24HORAS

O deputado Fagner Calegário (sem partido) parece ter cedido aos encantos do poder. O parlamentar que estava sumido dos principais debates da Casa nos últimos dias, surpreendeu a todos (imprensa e oposição) ao votar favorável ao projeto de lei que altera a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO).

Calegário, que cumpria agenda no interior do Estado na terça-feira, 15, não participou da manobra do governo na casa que desarquivou o projeto que havia sido arquivado na semana passada, porém marcou presença na Aleac somente na tarde de hoje, na reunião conjunta das Comissões de Constituição e Justiça (CCJ) e Orçamento e Finanças (COF).

Antes de iniciar a votação, o deputado Edvaldo Magalhães pediu que a base de oposição e independentes se reunisse para definir uma estratégia. Calegário se levantou da cadeira e foi ao encontro do grupo.

Mas ao retornar, durante a votação nominal, revelou que votaria a favor do governo. “Continuo seguindo minha postura independente, mas votarei a favor da proposta do governo com intuito de interesse do Estado e da população”, disse.

A manifestação surpreendeu a todos. Desconcertado, o deputado Edvaldo Magalhães veio até a cabine de imprensa e revelou que o governador ligou para o Calegário antes da votação. Já o petista Jonas Lima foi mais ferino e tascou: “choveu no roçado”, disse.

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.