Conecte-se agora

Candidato apoiado por Gladson Cameli perde eleição para comandar o Sebrae do Acre

Publicado

em

O advogado Marcos Lameira é o novo diretor-superintendente do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Acre (Sebrae/AC). A decisão foi dada na tarde desta quarta-feira, dia 05, pelo Conselho Deliberativo Estadual (CDE). Marcos é vice-presidente da Federação do Comércio do Acre (Fecomercio/AC). O Candidato Marivaldo Melo, apoiado pelo governador eleito Gladson Cameli não recebeu os votos que eram esperados.

Apenas dois nomes estavam postos aos membros do Conselho Deliberativo Estadual (CDE): o de Marcos e o nome do bancário Marivaldo Melo. Marcos faz parte de um grupo ligado à Frente Popular, sendo braço direito do presidente da Fecomércio, Leandro Domingos, que já foi presidente da Junta Comercial do Acre (Juceac), no governo de Sebastião Viana.

Lameira, que já foi dono de pelo menos uma drogaria, vai receber cerca de R$ 23 mil para dirigir o Sebrae no Acre a partir de 2019. Atualmente, como braço direito de Domingos na Federação do Comércio, o advogado tem substituído o empresário que, agora, foi indicado a um cargo na Confederação Nacional do Comércio (CNC).

Uma das curiosidades do pleito foi a retirada do nome de Assuero Veronez, que tinha se colocado como candidato ao cargo de presidente do Conselho Deliberativo Estadual (CDE). O anúncio de desistência foi feito na manhã desta quarta-feira, dia 05.

A reunião do CDE foi suspensa às 15 horas porque houve empate na eleição para presidente do Conselho Deliberativo Estadual. Ao posto concorrem dois conselheiros do Serviço: Rubenir Guerra e José Adriano Ribeiro, presidente da Federação das Associações Comerciais do Acre e da Federação das Indústrias do Acre, respectivamente.

Segundo apurou o ac24horas, Lameira venceu a eleição com os votos das seguintes instituições: Federação da Agricultura, Serviço Nacional de Aprendizagem Rural, Federação das Indústrias, Instituto Evaldo Lodi, Secretaria de Planejamento do Acre, Sebrae Nacional, Fundação de Tecnologia do Acre e Federação do Comércio.

Nesta quarta-feira, os conselheiros também escolherão os próximos diretores Técnico e de Administração e Finanças. Outra escolha será do novo presidente do Conselho Deliberativo Estadual, e, ainda dos membros do Conselho Fiscal. “Esse é um momento muito importante para o Sebrae. Certamente os conselheiros tomarão o melhor rumo”, classifica.

Os membros do Conselho Deliberativo do Sebrae
Atualmente, o Conselho do Sebrae é composto por 15 instituições: Acisa, Banco da Amazônia, Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, Federação da Agricultura do Estado do Acre, Fecomercio, Federacre, Fieac, Funtac, Iel, Sebrae, Senar, Seplan, Suframa e Ufac. Um total de 15 membros efetivos.

Propaganda

Destaque 6

DEM nega recebimento ilegal de repasses para beneficiar candidatos nas eleições de 2018

Publicado

em

O partido Democratas (DEM) negou, por meio de nota oficial, que tenha recebido repasses de qualquer valores às candidaturas da legenda, tendo cumprido todas as normas e regras que preconizam a lei eleitoral.

A nota, assinada pelo secretário-geral do DEM, destaca que as notícias produzidas por sites nacionais apresentam informações erradas.

O DEM do Acre informa ainda que a prestação de contas do deputado federal reeleito Alan Rick, integrante da bancada da legenda, foi aprovada por unanimidade, não ensejando, qualquer questionamento.

Confira a nota:

NOTA OFICIAL

A Executiva Estadual do DEMOCRATAS/AC, diante de notícia veiculada no site da Folha de São Paulo e repercutida em alguns sites locais com ilações e informações inverídicas acerca da campanha eleitoral e votação da candidata a deputada estadual Sônia Alves, vem repor a verdade e esclarecer a opinião pública:

– Em estrita obediência ao que preconiza a Lei 9.504/97, em seu Art. 10º, Parágrafo 3º, que trata do percentual mínimo de 30% de vagas a serem preenchidas por mulheres e em obediência à decisão do Tribunal Superior Eleitoral, que determinou que os partidos políticos deveriam garantir, no mínimo 30% do Fundo Especial de Financiamento de Campanha e de tempo de propaganda gratuita para candidaturas femininas, o DEMOCRATAS/AC reafirma que cumpriu rigorosamente as normas da legislação vigente;

– No tocante ao valor arrecadado pela candidata Sônia Alves, o DEMOCRATAS/AC informa que não houve qualquer repasse desses valores às demais candidaturas do partido, muito menos um montante de 16% para a então candidatura do deputado federal Alan Rick, como erroneamente diz a reportagem. O partido cumpriu todas as normas e regras que preconizam a lei eleitoral.

– O DEMOCRATAS/AC informa ainda que a prestação de contas do deputado federal reeleito Alan Rick foi aprovada por unanimidade, não ensejando, portanto, qualquer questionamento.

PAULO XIMENES

SECRETÁRIO-GERAL DEMOCRATAS/ACRE

Rio Branco-AC, 15 de fevereiro de 2019.

Continuar lendo

Cotidiano

Trio é preso acusado de tráfico de drogas no município de Cruzeiro do Sul

Publicado

em

Durante abordagem realizada no final da tarde dessa quinta-feira, 14, policiais militares do 6º Batalhão do município de Cruzeiro do Sul conseguiram detectar em um carro, (modelo Siena) três homens suspeitos de praticar tráfico de entorpecentes na cidade.

De acordo com a guarnição policial, a prisão aconteceu no momento em que avistaram os suspeitos em atitude suspeita ao notarem a presença da polícia. Os policias informaram que eles tentaram fugir da PM.

No entanto, a equipe policial conseguiu interceptar os acusados. Durante vistoria no veiculo, a guarnição ainda encontrou droga e mais R$1.090,00 reais.

Após a ordem de prisão, ocorrida em flagrante, os três acusados foram encaminhados para delegacia geral de Cruzeiro do Sul.

Continuar lendo

Cotidiano

Laboratório de Rio Branco deve indenizar paciente por demora na entrega de exame

Publicado

em

O 1º Juizado Especial Cível da Comarca de Rio Branco condenou laboratório a pagar R$ 4 mil de indenização para a autora do Processo n°0006190-32.2018.8.01.0070, em função de a empresa ter demorado para entregar resultados à consumidora.

A reclamante, que enfrentava um câncer de mama, contou que fez um exame em novembro de 2017 e até o dia 15 de janeiro de 2018 não tinha recebido os resultados, e precisaria dos exames para levar a uma consulta médica. O laboratório reclamado, por sua vez, argumentou que o material recebido estava incompleto.

Na sentença, publicada na edição n°6.290 do Diário da Justiça Eletrônico, a juíza de Direito Lilian Deise, titular da unidade judiciária, ressaltou que “apesar do material ter sido entregue ao laboratório de forma incompleta, observa-se que houve a demora na sua execução.

Portanto, a magistrada julgou procedente o pedido da consumidora, registrando que “o laboratório contratado incorreu na demora na execução de sua prestação de serviço, e a situação suportada foi grave o suficiente para atingir os direitos de personalidade da parte reclamante, em face da gravidade do caso, em que esta se submeteu à realização de exame na rede privada para obter um resultado mais rápido e eficaz”.

Continuar lendo
Propaganda

Leia Também

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.