Conecte-se agora

Inep registra abstenção no Enade de 16,2%

Publicado

em

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) divulgou um balanço positivo da realização do Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade) em 1.385 municípios de todo o país.

“Não tivemos nenhuma ocorrência grave”, disse Maria Inês Fini, presidente do Inep. Apenas seis estudantes tiveram a prova eliminada, por portar aparelho celular no momento da aplicação. Em apenas três locais houve interrupção da prova por causa da queda de fornecimento de energia elétrica.

Conforme o instituto, vinculado ao Ministério da Educação, 461,8 mil alunos realizaram provas em 27 áreas do conhecimento. Quase 89 mil estudantes (88.997) deixaram de fazer a prova. O índice de abstenção foi de 16,2% menor do que o verificado na edição de 2015 do exame (18,6%).

As provas foram aplicadas em estudantes formandos nas áreas de ciências sociais aplicadas, ciências humanas e em cinco áreas de cursos superiores de tecnologia.

Os exames são aplicados em sistema de rodízio de área de conhecimento. Os grupos de provas são aplicados a cada triênio. No próximo ano, a previsão é de provas na área de saúde, ciências agrárias e quatro outras áreas de cursos superiores de tecnologia.

Segundo Fini, a aplicação em 2019 está garantida independentemente da mudança de governo. “É uma política de Estado”, lembrou ao elencar os diversos exames que o Brasil passou a realizar nas últimas duas décadas.

O gabarito das questões objetivas e os critérios de correções discursivas serão divulgados pelo Inep na próxima quarta-feira (28). Os resultados individuais do desempenho dos estudantes nas provas e as avaliações dos cursos serão divulgados em 30 de agosto do próximo ano.

O edital de convocação do Enade prevê que os alunos que tenham perdido a prova neste domingo (25) poderão pedir dispensa do exame. O prazo para solicitação é de 2 a 31 de janeiro de 2019.

A regra do exame estabelece dispensa para estudantes que no momento da prova estiveram trabalhando, realizando algum concurso público ou foram internados ou receberam atendimento médico de emergência.

Propaganda

Cidades

Prefeitura de Cruzeiro do Sul promove arrastão de limpeza contra a dengue

Publicado

em

A Prefeitura de Cruzeiro do Sul tem intensificado as ações de combate a dengue no município. Nesta quinta-feira, 12, a gestão por meio da Secretaria de Saúde promoveu mais um arrastão de limpeza contra a dengue nas residências, onde se tem encontrado muitos focos do mosquito.

É importante salientar que o combate a dengue é um dever de todos: governo e sociedade. De modo que, se faz necessária a contribuição da população, evitando águas paradas ou recipientes expostas ao tempo que possam virar focos do mosquito. A ação conta com o apoio do Exército Brasileiro.

“A gente vem realizando o arrastão desde outubro, ele antecede a limpeza pública e remoção de entulhos. A gente entra com os quesitos de educação e saúde, em seguida se iniciam o ciclo de visita domiciliar, com a aplicação do lavircida e por último a limpeza pública e remoção de entulhos, que a gente conta com a contribuição da população para remover o lixo dos seus quintais”, endossou a gestora da Saúde, Mona Araújo.

Eli Lima, moradora do Saboeiro, destacou a importância de unir forças. “É importante que todos contribuam. Aqui em casa, faço questão de manter o quintal sempre limpo”, disse.

As orientações dadas pelo poder público geram mais conhecimento aos moradores, como relata Ariele Lima. “Eu já peguei dengue e foi muito ruim. Não quero mais adoecer e tenho seguido todas as orientações para evitar a proliferação do mosquito”, disse.

Continuar lendo

Cidades

Prefeito de Feijó sanciona lei que cria o “Sopão Municipal” para famílias carentes

Publicado

em

O prefeito de Feijó, Kiefer Cavalcante, sancionou nesta quinta-feira (12) a Lei de Nº (872) que trata da criação do projeto “Sopão Municipal”. O projeto social é destinado atender pessoas ou famílias em estado de vulnerabilidade.

O “Sopão Municipal”, será coordenado e executado pela Secretaria Municipal de Ação Social com o acompanhamento de um profissional da área de nutrição. Em casos excepcionais de emergências ou calamidade pública, o benefício poderá ser estendido aos atingidos pela catástrofe ambiental.

O “Sopão”, terá por base produtos hortifrutigranjeiros obtidos em parceria com a agricultura familiar e comércio municipal.

A distribuição será efetuada semanalmente nos bairros através de uma unidade móvel do Município, no mínimo uma vez por bairro.

A Secretaria Municipal de Ação Social selecionará as famílias carentes dos bairros periféricos, através de critérios pré-estabelecidos e pesquisas, credenciando essas famílias em locais, datas e horários a serem estabelecidos.

As despesas decorrentes da execução da presente Lei correrão por conta de verbas orçamentárias próprias, suplementadas se necessárias.

Continuar lendo
Propaganda
Propaganda

Mais lidas