Conecte-se agora

Nicolau garante a Ney Amorim que manterá 50% de seus cargos em 2019

Publicado

em

ACORDO DE CAVALHEIROS
A notícia que corria ontem nos bastidores da ALEAC entre os deputados era que, houve um acordo fechado entre o atual presidente Ney Amorim (sem partido) e o candidato à presidência da Casa, deputado Nicolau Junior (PROGRESSISTA), pelo qual Nicolau manteria 50% da estrutura de pessoal do Ney, e este em contrapartida articularia apoio na sua eleição.

UNIVERSO RESTRITO
Num universo restrito de votos como o da eleição da ALEAC, nada passa em segredo.

O INICIO DA REFORMA
A prefeita Socorro Neri, dentro do seu programa de moralização da prefeitura, que começou com a demissão de afilhados de políticos e dirigentes partidários que estavam em cargos graciosos e que nada rendiam à municipalidade, envia á Câmara Municipal de Rio Branco na próxima segunda-feira um projeto de Reforma Administrativa que visa enxugar a máquina municipal, inchada pelos seus antecessores. A prefeita Socorro (foto) disse ontem ao BLOG DO CRICA que, amanhã a Reforma estará concluída e somente após isso é que poderá falar de mudanças de nomes. A Socorro precisa mesmo dar um perfil particular à sua gestão, já que ao assumir recebeu a prefeitura loteada, e não pode ficar como a sombra do antecessor Marcus Alexandre. Tem que mudar o eixo para que seja a sua marca de administrar. O certo é que se a sua gestão for analisada num contexto maior está se saindo muito bem. E dando a tudo um cunho de legalidade.  Em tempos bicudos de crise tem que se governar com cobertor curto.

AGASALHO NO TJ
O ex-prefeito de Rio Branco, Marcus Alexandre, está se pegando com desembargadores para que fique à disposição do Tribunal de Justiça do Acre, nos quatro anos do governo Gladson Cameli. O assunto ainda está em discussão dentro do TJ, sem unanimidade dos magistrados.

PERFIL DO SECRETARIADO
É apenas uma ilação sem qualquer base, digamos que apenas um faro jornalístico: três dos nomes que devem ser anunciados hoje pelo governador eleito Gladson Cameli para compor a sua equipe, vejo como a desejar. Não cito, mesmo porque podem até vir a surpreender.

MATO SEM CACHORRO
A desistência do Procurador João Pires de ser secretário de Segurança no próximo governo deixou o vice-governador Major Rocha, que tinha feito a indicação, num mato sem cachorro por não ter um Plano B. Até ontem à 20 horas, quando falei com ele, Rocha não tinha escolhido outro nome. “Tenho que pensar; só sei que, não poderá ser político”, disse.

EXPLICAÇÃO DO BITTAR
O senador Márcio Bittar (MDB) explica que o fato de não ter apontado nenhum secretário se prende ao fato de que muitos dos escolhidos o apoiaram e desta forma se sente contemplado.

FORA DA PAUTA
Márcio Bittar (MDB) voltou afirmar que está fora da sua meta de momento filiar-se ao PSL, mas que isso não implicará que não seja no Senado um dos defensores do presidente Jair Bolsonaro, com cujas pautas, ele diz se identificar.

PERFIL TÉCNICO
O perfil do secretariado Gladson Cameli já escolhido é composto de técnicos, como pregou. O único que destoa é o deputado Jairo Carvalho (PSD) para a SEAPROF.

TIPO POSTO YPIRANGA
O futuro governador Gladson Cameli terá duas eminências pardas na sua administração, que vão funcionar como espécies de filtros das grandes decisões a serem tomadas: o Conselheiro do TCE, Antonio Malheiros, e o chefe do gabinete, Ribamar Trindade. Tipo Posto Ypiranga.

NÃO PODERÁ RECLAMAR
O Gladson Cameli não vai poder reclamar se algo não der certo no seu secretariado. Teve ampla liberdade de vetar todos os que foram escolhidos, por isso, a responsabilidade no erro ou no acerto tem que ser exclusiva dele. E até de mudar o que não deu certo nestes 20 anos.

ESPERA-SE QUE CUMPRA
O que se espera é que seja cumprida a máxima anunciada pelo futuro governador que se em três meses um secretário não mostrar inovação e produtividade colocará na rua de imediato.

FORAM MUITAS PROMESSAS
Na campanha foram muitas as promessas do Gladson Cameli de que consertaria o estrago deixado pelo atual governador petista, principalmente, na Segurança e Saúde, um caos.

PRAZO DE UM ANO
O vice-governador Major Rocha pede um prazo de um ano para deixar o patamar da violência num nível baixo. Há uma grande expectativa porque esta sempre foi a sua plataforma de lutas contra o comando do atual sistema público de segurança. Será seu grande desafio.

OUTRA EXPECTATIVA
Outra expectativa que vamos ver se será cumprida é a de que a verba da mídia será menor do que a verba destinada à PM. Uma coisa é certa: o eixo da comunicação tem que ser mudado, o que foi posto em prática pelo atual governador com mais de 60 jornalistas fracassou. Tanto fracassou que ele está tendo um fim de gestão melancólico, com uma baixa popularidade.

CONVERSA A SER FEITA
O presidente do PDT, deputado eleito Luiz Tche, revelou ontem numa conversa que uma das suas metas será convencer a prefeita de Brasiléia, Fernanda Hassem (PT), a vir se filiar ao PDT.

GRANDE ESTRELA
A grande estrela da oposição ao próximo governo deverá ser o deputado Daniel Zen (PT), por motivos como ser preparado para o debate, bom orador e conhecer a engrenagem da máquina estatal. Zen deverá ter informações privilegiadas, porque o PT deixará tentáculos em todas as secretarias. E fazer oposição, convenhamos, é muito mais cômodo que ser situação.

NEM DISCUTEM
Pelo menos dois deputados com os quais já conversei a respeito não aceitam nem discutir assumir a próxima liderança do governo na ALEAC: Roberto Duarte (MDB) e Géhlen Diniz (PROGRESSISTA). Não estão errados: é uma função que costuma destruir políticos.

FIRME NO PROS
A deputada Maria Antonia negou ontem que sairá do PROS, como se propagou nas redes sociais.

MAIS PROVÁVEL
O governador Gladson Cameli resolveu optar pelo nome do deputado Jairo Carvalho (PSD) para ser o futuro secretário da SEAPROF. A decisão foi tomada após uma conversa com o senador. É o único político com mandato da equipe de primeiro escalão do futuro governo.

ABACAXI DE TARAUACÁ
O Relatório do TCE sobre a situação financeira do atual governo foi um Raio-X do tamanho do abacaxi que o governador eleito Gladson Cameli terá de descascar a partir da posse em janeiro. Como é que se leva um Estado pobre ao fundo do poço, como mostrou o TCE? Foi um Relatório demolidor de todas as publicações do governo de que o Estado goza de boa saúde fiscal. O Acre está endividado até a quarta geração. É o que se deduz do TCE.

NUNCA CONSEGUI ENTENDER
O Estado tem uma secretaria de Comunicação Social com um caminhão de jornalistas. Dava para cobrir todas as atividades do governo. Por isso não consegui entender o motivo do DETRAN ter verba publicitária própria. É um ralo que deveria ser extinto pelo futuro governo.

BATEU O DESESPERO
Só ontem pela manhã encontrei com três nervosos amigos demitidos de seus cargos de confiança no governo, com a mesma pergunta: “você sabe se o governador vai pagar até o fim de dezembro as nossas indenizações”. Resposta: “com o Estado quebrado, acho difícil, a prioridade deve ser o salário de dezembro e o 13º”.

VIROU PIADA
Esta patuscada de que o atual governador estará deixando ao seu sucessor 1,3 Bilhão de reais virou piada. Se era tão fácil gastar este dinheiro por qual razão não foi gasto na atual administração? Não foi gasto porque não havia caixa para a contrapartida, tal é a pindaíba.

FORRÓ DO PUTANIC
Há tanto coisa para os vereadores se preocuparem em Rio Branco e me vem a vereadora Elzinha (PDT) defender a recuperação do famoso “Putanic”, barco onde se realizavam forrós nos finais de semana. O município tem toda uma cidade a recuperar. Qual a relevância cultural do “Putanic”?

POR PURA PRECAUÇÃO
Não sei se já mandaram comprar papel higiênico para colocar nos banheiros da OCA. Por pura precaução recomenda-se a quem freqüenta a repartição a andar com um sabugo no bolso.

PRIMEIRA SECRETARIA
O nome do deputado Luiz Gonzaga (PSDB) caminha para o consenso na ocupação da primeira secretaria da Assembléia Legislativa, cargo que requer ao ocupante conhecer de finanças.

GASTO PARA ENCHER O EGO
O vereador Roberto Duarte (MDB). com a aprovação do seu projeto acabou com o gasto supérfluo de todo novo prefeito mudar as cores das secretarias e criar a sua logomarca. Não passava de um ato para encher o ego dos prefeitos. E sem nenhuma necessidade.

.VAMOS VER QUEM SÃO OS PERNAS DE PAU
O time do Gladson Cameli está formado e pronto para entrar em campo a partir de janeiro do próximo ano. Como ele anunciou, a sua composição é formado basicamente de técnicos, nenhum medalhão político na sua composição. Apenas dois deputados de primeiro mandato. Isso não implica em deixar de lembrar aos “técnicos” que só estão nestes cargos porque os políticos ganharam uma eleição. Terão a dura missão de recuperar um Estado arrasado pela administração que finda em dezembro. E lembrando que não adianta ficar jogando a culpa no atual governo, este já foi julgado e reprovado pelas urnas. Vão ter que mostram competência, principalmente, nas áreas mais delicadas como as complexas pastas da Saúde e da Segurança. Vamos ver quais os craques e os pernas de pau.

Propaganda

Blog do Crica

Errou ao começar tarde

Publicado

em

Continuar lendo

Blog do Crica

Jorge Viana: “Vamos ter que mudar de verdade”

Publicado

em

Continuar lendo

Blog do Crica

PT saiu da catacumba e impôs derrota a Gladson Cameli

Publicado

em

Continuar lendo
Propaganda

Leia Também

Mais lidas

Copyright © 2017 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.