Conecte-se agora

Marfisa, mais uma mulher na Câmara Federal

Publicado

em

A partir de 1º de janeiro a bancada federal acreana terá mais uma mulher na sua composição na Câmara Federal: a primeira suplente Marfisa Galvão (PSD). A sua posse vai acontecer em virtude do deputado federal Major Rocha (PSDB) ter que deixar o mandato dia 31 de dezembro, para ser empossado como vice-governador do Acre. Neste caso, ela ficaria até fevereiro.  Mas deve haver um entendimento com o titular Rocha para que, este renuncie ao final deste mês, para a Marfisa (foto), permanecer dois meses no cargo. Hoje, o Acre tem apenas uma deputada federal, Jéssica Sales (MDB), que se reelegeu. Na eleição que disputou Marfisa obteve 17.300 votos, perdendo a vaga para o atual deputado federal Alan Rick (DEM) por 114 votos. No último pleito não se candidatou. Marfisa Galvão (PSD) é mulher do senador Sérgio Petecão (PSD) e tem tido um papel ativo em todas as campanhas do marido.

ANOTEM PARA CONFERÊNCIA
Descartem qualquer possibilidade do ex-candidato a deputado federal Marivaldo Melo (PSD) assumir uma secretaria no governo Gladson Cameli. A fonte da coluna é segura. Só se fixaria no Estado caso venham a ter sucesso as negociações para que assuma o SEBRAE.

NOMES AVALIZADOS
O presidente do MDB, deputado federal Flaviano Melo, descartou ontem boatos de que o partido não avalizaria as indicações da deputada Eliane Sinhasique (MDB) e da engenheira Maria Alice para compor o primeiro escalão na futura administração. “Têm o aval”, garantiu.

SECRETARIAS NO ALVO
A engenheira Maria Alice ficaria na secretaria de Planejamento ou Administração e Eliane Sinhasique na de Pequenos Negócios. Ambas são tidas como jóias da coroa dentro do MDB.

SAI O PASTOR ENTRA O BISBO
Repercutiu bem no meio acadêmico a escolha do professor Mauro Sérgio, dono de um vasto currículo na área educacional, para ser o futuro secretário de Educação. Mauro é da extrema confiança do Bispo Dom Joaquin. Sairá da cena do poder o Pastor Agostinho Gonçalves, peça importante no governo que se finda, e entrará a figura do Bispo Dom Joaquin.

OUTRO LADO
Sobre a ida para uma secretaria especial com foco no Juruá, o ex-prefeito Vagner Sales (MDB) mandou nota dizendo que não se ofereceu, mas foi “convidado” pelo governador eleito Gladson Cameli e nem sabe se aceitará. Ressalva ter o direito de indicar cargos do Estado no Juruá, por seu grupo ter duas deputadas que somam 37.856 votos e as mais votadas na região.

SITUAÇÕES DISTINTAS
É bom deixar bem claro que nem sempre o detentor de um vasto currículo acadêmico necessariamente será um bom gestor de um cargo público. São duas situações distintas.

PAPEL IMPORTANTE
Não sei qual será o seu papel na futura administração estadual, mas sei que teve um papel importante no meio sindical ao mudar seu eixo para apoiar o Gladson Cameli. Refiro-me à professora Rosana Nascimento. Nas eleições anteriores os sindicatos eram puxadinhos do PT.

VERDADES E VERDADES
Estava viajando, por isso só agora o comentário. O vereador Eduardo Farias (PCdoB) não erra ao dar como pontos para a derrota acachapante do PT, no Acre, a um governo “equivocado” e cheio de “vaidades”. Acrescento a brutal arrogância. Só que o Eduardo foi conivente 20 anos.

EM NENHUM MOMENTO
Em nenhum momento o PCdoB levantou a voz para contestar publicamente o rumo do navio da FPA, que singrava para um naufrágio, e ainda assim qualquer camarada não levantou a voz. Depois que a nau foi a pique de nada adiantará fazer o protesto contra a fraca gestão atual.

POR ISSO SOU CONTIDO
O deputado Daniel Zen (PT) fez ontem um desagravo ao ex-diretor do DERACRE, Tácio de Brito, acusado de malversação de recursos públicos e inocentado agora após uma década. É por este tipo de desfecho que nunca crucifico quem é apenas denunciado, ou réu, sem a condenação.

NÃO SERÁ UMA FESTA
Pelo esboço do tamanho que ficará o governo tem muita gente que participou da campanha e esperava pegar um cargo de secretário ou subsecretário, que vai ficar chupando os dedos. O Estado ficará pequeno demais após a reforma para abrigar uma gula contida de 20 anos.

É DE SE LAMENTAR
A foice afiada do governador passou pela TV-ALDEIA e ASSECOM, aumentando a legião de jornalistas demitidos e que ocupavam cargos de confiança. É de se lamentar, pois, muitos são pais de família, e com o mercado privado sem oferta de trabalho, será difícil uma recolocação.

APENAS BOATOS
O deputado Ney Amorim (sem partido) negou ontem ter recebido convite para assumir o DETRAN. “Conversei muito com o Gladson, mas este assunto não foi tratado”, disse ele.

PRATOS LIMPOS
Deixemos em pratos limpos esta questão do Hospital do Juruá. As religiosas que fazem a gerência não pagam os profissionais de saúde por o governo não repassar os recursos. Ponto. E por isso é mais do que justo que os seus profissionais tenham que recorrer às greves.

O BURACO É MAIS EMBAIXO
É uma falácia atribuir a culpa pelo atraso de pagamento ao modelo de gestão das religiosas.

NINGUÉM QUER, POR QUAL MOTIVO?
Vejo dirigentes de partidos brigando para abrigar afilhados no primeiro escalão do futuro governo, mas não vislumbrei até agora ninguém brigando para ocupar a pasta da Previdência Social, que é o maior pepino desta administração. Explica-se: lá não podem fazer política.

MÉDICOS CUBANOS
Existe muita falácia neste episódio dos médicos cubanos. Se muitos médicos brasileiros evitam se mudar para municípios mais distantes é porque os seus prefeitos querem pagar uma miséria salarial. E no caso dos profissionais cubanos quem pagava era o governo federal.

VERBA ESPECÍFICA
Toda a prefeitura tem verba específica para a saúde pública, a questão é de prioridade. Muitos prefeitos preferem entupir as prefeituras de afilhados ao invés de fazer gastos com saúde.

ESCLARECENDO
O advogado Cícero Furtado mandou nota esclarecendo que, não foi convidado pelo futuro secretário de Obras, Thiago Caetano, para integrar sua equipe e que se trata de amigo de infância. E nega também qualquer injunção do Pastor da IBB, Agostinho Gonçalves no caso.

UM PONTO
A coluna nunca colocou em dúvida a capacidade do ex-integrante do gabinete do atual governador, Cícero Furtado, de quem tem boas referências técnicas, apenas registrou os humores no arraial político da oposição à sua possível escolha para cargo no futuro governo.

MOEDA DE DOIS LADOS
A frase do Promotor de Justiça Eduardo Albano, de que “nenhuma polícia pode ser eficaz se tiver que prender mais de quatro vezes a mesma pessoa em um ano”, tem outro lado. Se o fato acontece é porque a polícia prende e estes são soltos nas famosas Audiências de Custódia.

NÃO INDICA NINGUÉM
O senador Márcio Bittar (MDB) tomou uma posição de não sugerir nome para compor a futura equipe do governador eleito Gladson Cameli. Quer o deixar livre. Não sei se é boa política não ter uma referência na próxima administração, a não ser que queira ser um crítico e não aliado.

MAIS DO QUE ESSENCIAL
Com quem conversei ontem sobre a escolha do dentista Alysson Bestene para secretaria de Saúde ouvi em uma só voz de que, ele precisará ter de subsecretário alguém com experiência na área, por ser a pasta uma das mais complexas de administrar em qualquer governo.

NÃO ME POSICIONO POR ILAÇÃO
Mesmo depois da divulgação oficial da equipe de primeiro escalão do futuro governo, ainda assim evitarei nos primeiros 100 dias fazer uma avaliação dos indicados. Mas depois disso a coluna fará cobranças e estará sempre com o espaço aberto para que cobranças sejam feitas.

FAZENDO O QUE É CERTO
A prefeita Socorro Neri está apenas seguindo à risca a cartilha do bom gestor público, ao desafogar a máquina de nomeações politiqueiras. Na administração séria não pode haver brechas para o compadrio e tampouco se fazer nomeações graciosas e improdutivas.

BOLSO DO COLETE
Foi sugestão do Conselheiro do TCE, Antonio Malheiros, a escolha de Semírames Dias, atual diretora financeira e orçamentária do órgão para ocupar a secretaria de Fazenda. Aliás, pelo que consta, o gabinete do Malheiros virou um confessionário de políticos querendo benção.

CARGOS FECHADOS
Os nomes de quase todos os cargos de primeiro escalão do governo Gladson Cameli já são conhecidos. Vamos lá: Silvânia Pinheiro (IMPRENSA), Thiago Caetano (OBRAS), Ribarmar Trindade (GABINETE CIVIL), Eliane Sinhasique (PEQUENOS NEGÓCIOS), Mauro Sérgio (EDUCAÇÃO), Semírames Dias (FAZENDA), Maria Alice (Planejamento ou Administração), Alysson Bestene (SAÚDE), Procurador João Pires (SEGURANÇA), Coronel Mário César (PM). O nome da SEAPROF será indicado pelo senador Sérgio Petecão (PSD). DETRAN e Previdência Social a definir. Outras secretarias serão extintas na Reforma Administrativa. É o time.

Propaganda

Blog do Crica

Errou ao começar tarde

Publicado

em

Continuar lendo

Blog do Crica

Jorge Viana: “Vamos ter que mudar de verdade”

Publicado

em

Continuar lendo

Blog do Crica

PT saiu da catacumba e impôs derrota a Gladson Cameli

Publicado

em

Continuar lendo
Propaganda

Leia Também

Mais lidas

Copyright © 2017 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.