Conecte-se agora

Gameleira Connection mostra o abacaxi que Gladson herdará de Sebastião Viana em 2019

Publicado

em

O Gameleira Connection desta sexta-feira, 16, traz as últimas informações sobre o caos que toma conta da saúde do Acre e também do abacaxi que o governador eleito Gladson Cameli receberá de Sebastião Viana em 2019.

Propaganda

Acre 01

Juiz Danniel Bonfim é eleito presidente da Associação dos Magistrados do Acre

Publicado

em

O juiz Danniel Bonfim foi eleito presidente da Associação dos Magistrados do Acre (Asmac) com 56 votos favoráveis e um em branco, na sexta-feira (7/12). A data escolhida para o pleito teve o objetivo de comemorar o Dia da Justiça e de celebrar a data de fundação da entidade, o dia 8 de dezembro.

O magistrado, que assume a entidade no dia 8 de fevereiro para o biênio 2019/2020, propõe dar continuidade aos trabalhos realizados nas gestões passadas, além de trabalhar pela defesa das prerrogativas da classe.

“O objetivo do planejamento associativo é manter o trabalho que foi iniciado nas gestões anteriores, além de trabalhar na defesa das prerrogativas dos colegas, buscando ainda fomentar a cultura e as atividades sociais, tratando com a importância que merece o associado”, respondeu.

Para Danniel Bonfim, é uma honra receber os votos de confiança dos colegas e afirmou que a votação é uma mensagem clara de que a classe está envolvida na vida da Associação.

“Quero agradecer a participação dos colegas no processo eleitoral e dizer que o objetivo da chapa é agregar. A resposta das urnas não tem relação com a minha pessoa, mas com a necessidade do próprio associado que participou do pleito, que tem interesse de participar do movimento associativo”, explicou.

Para o atual presidente da Asmac, o desembargador Luís Camolez, a escolha de uma nova chapa para dirigir as atividades da entidade demonstra o fortalecimento da democracia e senso de união.

“Toda eleição possui sua importância e demonstra a importância da democracia. Foi um número expressivo de eleitores. Danniel sempre demonstrou o interesse de participar da [associação]. Seremos muito bem representados. É importante destacar que o juiz também vota, também é eleitor. Estamos bem representados pelo colega”, detalhou Camolez.

Dos 84 magistrados aptos a votar neste ano, não compareceram as urnas 27 pessoas. Os juízes e desembargadores que, por motivo de força maior, não poderam estar presentes no dia do pleito tiveram a oportunidade de encaminhar a sobrecarta com o objetivo de opinar sobre a escolha do novo representante por meio de envelope lacrado que foi aberto no ato da contagem dos votos.

A diretoria eleita ainda conta com a 1ª vice-presidente, a juíza Thaís Queiroz Borges de Oliveira Abou Khalil, e o 2º vice-presidente, o juiz Fábio Alexandre Costa de Farias.

Currículo

Atualmente, Danniel Bonfim é juiz de direito titular da 1ª Vara Criminal de Rio Branco, formado em Direito pelo Centro Universitário de Ensino do Amazonas, mestre em Direito Constitucional pela Universidade de Brasília (UnB), possui MBA em gestão pública com ênfase em controle externo pela Faculdade Internacional de Curitiba. Ele é especialista em Direito pela Universidade Federal do Amazonas.

O magistrado ainda é professor Universitário e formador da Escola Judicial do Estado do Acre (Esjud). Participou como palestrante nos cursos de aperfeiçoamento de sargentos – CAS/2017 e 2018 da Policia Militar do Estado do Acre.

O presidente eleito ainda é o vencedor do 1º Concurso Nacional de Decisões Judiciais e Acordãos em Direitos Humanos (CNJ/SDH).

Antes de chegar a magistratura, Danniel Bonfim foi policial federal e foi aprovado no Concurso para Promotor de Justiça do Ministério Público do Estado do Amazonas.

Continuar lendo

Acre 01

Reconhecimento: Garis que atuam na Cohab do Bosque ganham jantar especial dos moradores

Publicado

em

Garis que atuam no bairro Cohab do Bosque, em Rio Branco, receberam reconhecimento e admiração, por meio de mais um jantar, oferecido pelos moradores da Rua Luzanira Gomes. Na semana passada, quatro trabalhadores foram convidados para uma confraternização que contou com muito bate papo, mesa farta e troca de presentes.

Os jantares são tradicionais e acontecem duas vezes ao ano. As aposentadas Raimunda Sampaio e Mariete Morte são as responsáveis por reunir os moradores e organizar tudo para a noite especial. Cada morador, à sua maneira, colabora como pode e traz de suas casas não somente uma refeição preparada mais também o coração disposto a conhecer quem faz o trabalho mais pesado e ouvir as queixas daqueles que pouco tem voz na comunidade.

“Essas jantas são oportunas para agradecer e mostrar respeito por essas pessoas. São trabalhadores que merecem a nossa total admiração. Eles zelam por nossa cidade, e nós precisamos reconhecer que são fundamentais. Eles que fazem o trabalho pesado e que poucas pessoas têm coragem de submeter. É uma honra servi-los”, disse dona Mariete Morte.

Dona Raimunda completou: “E isso não acontece só em tempos de fim de ano, aqui a gente faz sempre nos meses de junho e dezembro. Eles dão a oportunidade de sermos generosos e ao mesmo tempo recebemos boas lições de limpeza e cuidado com o meio ambiente. Não mais relevante, é uma oportunidade da gente confraternizar com os vizinhos e amigos. Não existe prazer melhor em propor uma noite especial para esses humildes colaboradores”.

Wilson Lins, 27 anos, é o mais antigo a trabalhar na região da Cohab do Bosque. Visivelmente emocionado, ele ressalta as dificuldades da profissão e até o preconceito que ainda sofrem, diariamente, por setores da sociedade. “Ainda há pessoas que valorizam o nosso trabalho e reconhecem. Como somos garis, outras nos veem com preconceito. Muitas sentem até nojo da gente. A gente vai passando, chama a gente de fedorento e acha que temos a obrigação de pegar o lixo de qualquer jeito e não é assim que deve ocorrer. Só espero que as pessoas se conscientizem que somos também seres humanos, a gente pode até estar trabalhando assim pela necessidade, mais é aqui que tiramos o nosso sustento da família”, comentou Lins.

Wendel Souza trabalha há dois anos como gari, ele revela que ainda é possível sentir alegria na lida diária. “Já fui lavador de carro, garçom e até vendedor. Posso dizer que sou um homem feliz pelo que faço. E quando acontecem essas confraternizações, o nosso trabalho rende ainda mais porque a população está aprovando nosso trabalho”, comentou.

Paulo Silva Nascimento é o mais novo do grupo composto por quatro funcionários da empresa Limpebras. Com apenas 21 anos, tem dez meses de profissão. Ele aproveitou para agradecer o gesto e lembrou que uma das formas de cooperação é guardar corretamente o lixo doméstico, evitando embalagens frágeis e respeitando a capacidade de cada saco.

“Pedimos que não joguem garrafas quebradas, que coloquem os cacos de vidro dentro de garrafas de plástico, também podem fazer isso com espelhos, e com seringas e agulhas. Isso evita da gente se machucar, cortar a mão ou ser infectado por alguma doença. Vale lembrar que seringas não são considerados lixo doméstico, e sim hospitalar, daí, ainda existem pessoas que teimam em jogar no lixo caseiro”, orientou Paulo.

No final da janta, Paulo, Wendel, Wilson e o motorista agradeceram o gesto dos moradores e já estão ansiosos para o próximo convite. “Isso fortalece nosso trabalho, reconhece o nosso esforço. Ser reconhecido é muito bom. Conversar, apesar da correria, ou oferecer um lanche, nem que seja leve, é uma forma de valorização do gari. Os moradores estão de parabéns, desejamos nos encontrar sempre não somente para comer mais também para conversar”, concluiu Wilson Lins.

Continuar lendo

Acre 01

Casal ilhado em parada de ônibus próximo a Havan é resgatado em caminhonete

Publicado

em

Circula nas redes sociais, um vídeo gravado por adolescentes que mostra o exato momento em que um homem é resgatado de um ponto de ônibus, após ficar ilhado com a forte chuva que caiu nesta sexta-feira (07).

O que chamou atenção é que o resgate foi feito por um motorista de uma caminhonete Hilux.

No vídeo, aparece uma jovem na parte traseira da caminhonete auxiliando um rapaz que estava abrigado no ponto de ônibus.

O fato foi registrado na estrada do Calafate, nas proximidades da Igreja Batista do Bosque e a Loja Havan. O trecho ficou totalmente inundado.

Por pouco o volume das águas não atingiu a caminhonete. Confira o vídeo que já conta com dezenas de compartilhamentos

Carros de passeio não podiam cruzar a via. O tráfego de veículos leves e pesados e a circulação de pessoas no local ficou comprometida.

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2017 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.