Conecte-se agora

Sem receber há dois meses, médicos cruzam os braços no Hospital Regional do Juruá

Publicado

em

Somente serviços essenciais está funcionando no Hospital Regional do Juruá, em Cruzeiro do Sul. Depois de dois meses sem receber, os médicos cruzaram os braços e só voltam a trabalhar quando o governo do Acre repassar os recursos do convênio com a Associação Nossa Senhora da Saúde (Ansau), entidade ligada a Igreja Católica que administra a unidade de saúde realizar o pagamento.

Segundo informações dos profissionais em greve, permanecem funcionando o Pronto Socorro com fichas amarela e vermelha, Unidade de terapia intensiva (UTI), trauma e cirurgias apenas de urgência ou emergência. A falta de repasse dos recursos do convênio pelo governo do Acre vem sendo denunciada pelo menos há um mês quando os profissionais ameaçaram para as atividades.

Anúncios

Acre 01

Goleiro acreano Weverton pega dois pênaltis e Palmeiras é Campeão Paulista 2020

Publicado

em

Em uma final emocionante e com destaque para um acreano, o Palmeiras conquistou na tarde deste sábado, 8, o Campeonato Paulista 2020.

O jogo do título foi de matar o torcedor do coração. O Palmeiras vencia até os 50 minutos do segundo tempo, quando o Corinthians empatou. Com a igualdade no placar, a decisão foi para os pênaltis.

E foi nas penalidades máximas que mais uma vez Weverton, goleiro nascido em Rio Branco e revelado pelo Atlético Clube Juventus, se consagrou mais uma vez. Ao pegar os pênaltis cobrados por Michel e Cantillo, o Palmeiras conquista o título e Weverton levanta mais um troféu em sua vitoriosa carreira.

O goleiro acreano, de 32 anos, é hoje considerado um dos melhores do país em sua posição. Não é à toa que constantemente é convocado para a Seleção Brasileira. Em seu currículo, Weverton tem a medalha de ouro das Olimpíadas de 2016, foi campeão brasileiro em 2018 pelo próprio Palmeiras, além de ter sido campeão paranaense e também tem o título da série B pela Portuguesa em 2011.

No ano de 2018 ganhou o reconhecido troféu Bola de Prata como o melhor goleiro do país na temporada.

Continuar lendo

Acre 01

Promotor diz que quem mata usando um carro não difere daquele que usa uma faca ou arma

Publicado

em

O promotor Efrain Henrique Mendoza, titular da 6º Promotoria Criminal da 2º Vara do Tribunal do Júri de Rio Branco, responsável por acompanhar o caso envolvendo o acidente que vitimou a jovem Jonhliane Paiva de Souza, 30 anos, afirmou neste sábado, 8, ao ac24horas que ‘quem mata usando um carro” não difere daquele que usa uma faca ou arma de fogo, em clara referência a situação do condutor responsável pela morte, o fisioterapeuta José Icaro Pinto, de 33 nos.

“Quem mata usando um carro, dirigindo em alta velocidade, totalmente incompatível com a via, fazendo racha ou não, alcoolizado ou não, não difere daquele que usa uma faca ou uma arma de fogo, o verbo é o mesmo, matar alguém, o que muda é meio de execução”, defendeu o promotor.

O Inquérito investigatório ainda está nas mãos do delegado Alex Danny, 1º Regional da Polícia Civil. A princípio o motorista Ícaro Teixeira vai responder em liberdade até a conclusão das oitivas, mas tão logo seja concluído a investigação o Ministério Público Estadual (MPE) poderá pedir a prisão preventiva por crime doloso quando há intenção de matar.

Em depoimento na sexta-feira, 08, na Delegacia da 1º Regional, Ìcaro decidiu permanecer em silêncio. O delegado Alex Danny afirmou que Ícaro deverá responder por crime doloso quando há intenção de matar.

“O Ícaro se apresentou com os advogados e manifestou o direito de permanecer em silêncio, porém o fato dele ter ficado em silêncio não trouxe prejuízos. Por outra via, a partir das imagens e elementos de informações que nós já temos juntados ao inquérito policial fica muito claro a participação dele no evento morte da Jonhliane, que seguia no trânsito normalmente com o seu veículo para o seu local de trabalho”, pontuou.

Continuar lendo

Acre 01

Ex-miss Acre detalha problemas de visão que a fazem pedir vaga de candidatos com deficiência

Publicado

em

A ex-miss Acre Hyalina Lins Farias usou a ferramenta stories em seu perfil no Instagram para se posicionar acerca da polêmica de sua classificação na 3º chamada do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) para o curso de Medicina na modalidade L13, que reserva vagas a candidatos com deficiência, independente da renda, e que tenham cursado integralmente o ensino médio em escolas públicas.

Recitando o versículo de Mateus 7:3: “Por que é que você vê o cisco que está no olho do seu irmão e não repara na trave de madeira que está no seu próprio olho?”, a ex-miss se defendeu e pediu que “os interessados” buscassem saber dos dois problemas que ela sofre na visão.

“Baixa visão e ambliopia lateral são dois dos problemas que eu tenho. E isso está causando uma euforia grande porque as pessoas não estão aceitando. Eu não me orgulhei de ter nascido com isso, mas o foco não é esse! O foco é que vocês vão ficar mais esclarecimentos e informados. A trave do olho de vocês vai sair pelo menos 25%”, afirmou.

Em outro trecho, a Hyalina lamenta a repercussão do caso e pediu que Deus iluminasse todas as pessoas para que ninguém precise passar pelo que ela está passando. “Gente doente não aguentaria o que eu estou aguentando! É muito fácil eu colocar um filtro aqui e parece forte, mas você que tá do outro lado sabe que não é assim”, afirmou.

Entenda

No início do ano, a bela jovem, que já foi eleita a mulher bonita do estado em 2018, foi classificada em medicina através Sisu, por meio do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). À época, Hyalina se inscreveu na modalidade L9, que é destinada a candidatos com deficiência, que tenham renda bruta per capita igual ou inferior a 1,5 salário mínimo e que tenham cursado integralmente o Ensino Médio em escolas públicas.

Nessa ocasião, a Universidade Federal do Acre (Ufac) indeferiu a matrícula, afirmando que além da análise de laudos médicos, fez entrevista para identificar as características da deficiência alegada e que a decisão foi baseada em um parecer profissional.

Veja ao vídeo:

Continuar lendo

Acre 01

Gladson diz que não vai retirar a candidatura de Kinpara e pode se filiar ao PSDB após as eleições

Publicado

em

O governador Gladson Cameli afirmou na manhã desta quarta-feira, 5, no Palácio Rio Branco, que deve apresentar carta de afastamento do Progressistas e que existe a possibilidade de se filiar ao PSDB somente depois das eleições.

Evitando polemizar, o governador voltou a afirmar que recebeu todas as garantias da executiva nacional tucana que seria o mandatário tucano no Acre. “Já foi conversado. Sentarei com todos partidos. Minha decisão de apoio já está tomada [apoio a Socorro Neri] e não vou retirar candidatura de ninguém, fiquem tranquilos. Vou conversar com todos. Estou vendo datas e horários”, disse.

Cameli minimizou também as falas da deputada Mara Rocha dando a entender que governador seria bem vindo desde que respeitasse a ordem. “Eu não quero problema com a Mara. Quero que ela mande recursos para o Acre nas suas emendas só isso, pontuou.

Sobre sua situação no PP, Cameli confirmou que pedirá afastamento e deu um puxão de orelha no deputado José Bestene que afirmou que ele não deixaria o partido e pôs a culpa na imprensa. “A imprensa não mente. Não tem ninguém para falar por mim. Ninguém está autorizado a falar por mim”, disse.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas