Conecte-se agora

Eros se revolta com Raimundinho e diz para ele preparar “apadrinhados”

Publicado

em

No Podemos, antigo PTN, seus filiados podem tudo: brigar por cargos, xingar, mandar recados e arengar entre eles.

Nesta quinta-feira, 08, depois que foi exonerado de um cargo na Fundação Garibaldi Brasil que lhe rendia pouco mais de R$ 12 mil por mês, o presidente do partido, Eros Asfury, disse que a legenda passaria a se opor à prefeita Socorro Neri, que o desligou do cargo. Ocorre que os parlamentares do Podemos, o vereador Railson Correia e seu irmão, o deputado estadual Raimundinho da Saúde, não aceitaram a tentativa de imposição de Eros. Aí, o barraco foi montado. Raimundinho, assim que soube das declarações de Eros, aconselhou o dirigente a “fazer um concurso público” para trabalhar. Eros respondeu na mesma moeda: “Ainda bem que o deputado Raimundinho e o vereador Railson fundaram na Baixada do Sol uma escola preparatória pra concurso público, pois ele agora depois dos resultados das eleições e fim do governo da Frente Popular, ele e sua turma vão precisar pra preparar seus apadrinhados que estão lotados em diversas secretarias do estado, principalmente no Depasa (SIC). Tião Viana já preparou a desmama, inclusive de sua esposa que recebe um salário altíssimo sem trabalhar. Nosso partido não precisa de mandatários que tem projetos pessoais e familiares”.

Nesta quinta-feira, após saber pelo Diário Oficial que havia sido exonerado, Eros foi à Câmara Municipal de Rio Branco tentar convencer Railson a fazer oposição à prefeita do PSB, mas ouviu um sonoro “não!”. Railson, eleito nesta sexta-feira, 09, secretário da Mesa Diretora da Câmara de Vereadores de Rio Branco, não quis se indispor com Socorro e tentou interceder por Eros, mas já era tarde. O dirigente havia dado declarações indigestas demais contra a mandatária por meio da imprensa, o que acabou impedido qualquer possibilidade de apaziguamento nas relações entre ele e a mandatária.

Anúncios

Acre

Gladson parabeniza Bocalom e coloca governo à disposição

Publicado

em

Com 100% das urnas apuradas, o governador Gladson Cameli (Progressistas) usou as redes sociais neste domingo, 29, para parabenizar o prefeito eleito, Tião Bocalom (Progressista).

Nas redes, Cameli desejou sucesso a Bocalom em sua gestão e colocou o Governo do Estado do Acre à disposição para trabalhar em parceria na busca por melhorias para a população de Rio Branco.

“Certamente a fé e a perseverança são características de um homem que nunca desistiu de seus sonhos. Que a mesma esperança de fazer o melhor pelas famílias rio-branquenses permaneça em suas metas, guiado pela força e coragem que marcaram sua trajetória até os dias de hoje”, afirmou.

Continuar lendo

Acre

Após resultado negativo, Socorro Neri desiste de entrevista coletiva

Publicado

em

Foto: Sérgio Vale/ac24horas

A candidata do PSB, prefeita Socorro Neri, desistiu de comparecer ao comitê de campanha de sua coligação para conceder entrevista coletiva conforme havia sido combinado previamente, independentemente do resultado da eleição.

A informação foi confirmada por uma das assessoras da coligação liderada pelo PSB assim que os números apontaram como irreversível a vitória do candidato Tião Bocalom na eleição municipal de Rio Branco.

O clima no comitê de Neri era completamente o oposto do que ocorria no do candidato do Progressistas desde o fim da votação. Enquanto no primeiro havia uma clara atmosfera de velório, no segundo a festa começou junto com os primeiros votos apurados.

Já Bocalom, antes mesmo da confirmação oficial de sua vitória, se dirigiu ao estúdio do ac24horas, onde – já prefeito eleito – conversou com jornalistas Marcos Venícios, Luís Carlos Moreira Jorge e Astério Moreira.

Na conversa, o novo prefeito de Rio Branco a partir de 1º de janeiro do ano que vem foi objetivo em dizer que não haverá loteamento de cargos em sua gestão e afirmou que quer um governo que cuide dos mais pobres.

Continuar lendo

Acre

Acusados de ferir motorista Uber com 12 facadas são presos

Publicado

em

Apesar de testemunhas terem dito inicialmente que o motorista de aplicativo identificado como Antônio Márcio Sandy da Silva, teria sido ferido com 12 facadas numa tentativa de assalto, a polícia militar afirmou ao ac24horas que o mesmo foi esfaqueado por causa do preço da corrida feita a dois homens na manhã deste domingo (29). Os militares relataram que houve uma discussão entre o profissional e dois homens que pediram o serviço. O crime aconteceu na Rua Cegonha, situada no bairro Novo Horizonte em Rio Branco.

A polícia atesta que Antônio recebeu uma corrida para pegar os clientes no bairro e ao chegar ao destino, dois jovens identificados como Wesley do Nascimento Eleutério, de 21 anos e Paulo Fernando Souza de Araújo, de 18 anos, que estariam ingerindo bebida alcoólica numa casa com duas mulheres, começaram a discutir com o motorista de aplicativo por causa do valor da corrida.

Um dos suspeitos pegou uma faca e feriu o motorista 12 vezes com a arma branca. Os ferimentos atingiram Antônio na cabeça, pescoço, braços, perna, costa, peito e abdômen. Mesmo ferido, o motorista conseguiu correr e caiu no terreno de uma casa.

Populares acionaram a ambulância do suporte avançado do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU). Os paramédicos prestaram os primeiros atendimentos e conduziram a vítima ao Pronto-Socorro de Rio Branco em estado de saúde gravíssimo.

Policiais Militares estiveram no local e durante patrulhamento na região conseguiram prender os dois suspeitos de terem ferido o motorista de aplicativo. A dupla foi conduzida à Delegacia de Flagrantes (Defla) para os devidos procedimentos. O caso segue sob investigação dos Agentes de Polícia Civil da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Continuar lendo

Acre

Chuva reduz movimentação de eleitores em bairros de Rio Branco

Publicado

em

Foto: Sérgio Vale/ac24horas

Eleitores aptos a votar neste segundo turno das eleições municipais da capital acreana que não confirmaram o voto na manha deste domingo, 29, podem enfrentar dificuldades para votar no período da tarde. A chuva que cai em diversos bairros da cidade reduziu a circulação de pessoas em várias seções eleitorais.

Na região do bairro Sobral, a chuva diminuiu a movimentação de eleitores nas ruas, assim como na região central da capital acreana. Na parte alta de Rio Branco, a chuva já não caiu como em outras áreas.

A previsão do tempo já alertava que este domingo de eleição seria de céu encoberto com pancadas de chuvas pela tarde e à noite. A Divisão de Meteorologia do Sistema de Proteção da Amazônia (Sipam) informou que neste segundo turno o sol apareceria entre muitas nuvens.

Portanto, além de levar caneta, fazer o uso da máscara e levar a identidade, o eleitor deverá reservar um guarda chuva pelo período da tarde. A temperatura mínima está prevista para hoje é de 24° e a máxima 34°. Segundo o Climatempo, a probabilidade de chuva era de 90%.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas