Conecte-se agora

PSDB do Acre participa de encontro com João Doria, em Brasília

Publicado

em

Os líderes tucanos do Acre estiveram presentes no encontro com o governador eleito de São Paulo, João Doria, em Brasília na última quarta-feira, 07.

A caravana liderada pelo deputado federal e vice-governador eleito, Major Rocha, contou com a presença da deputada federal eleita, Mara Rocha, dos deputados estaduais eleitos, Sargento Cadmiel Bonfim e Luiz Gonzaga, além do presidente regional da sigla, Manoel Pedro, mais conhecido como “Correinha”.

No encontro, Doria destacou a importância da sigla se reaproximar da sociedade e dos movimentos trabalhistas. Para o presidente do PSDB acreano, o encontro é de fundamental importância, para o fortalecimento do partido. “O encontro foi muito proveitoso para uma análise profunda do PSDB a nível nacional. É hora de fazermos uma autocrítica e saber sair deste momento com grandeza”, pontuou Correinha.

Mara Rocha que será a representante acreana do partido na Câmara Federal, a partir de 2019, destacou a importância da união das lideranças nacionais, em prol de um PSDB forte. “Estou muito feliz em poder conhecer mais o PSDB, e suas lideranças nacionais e de outros estados, é uma experiência muito boa, sem dúvida fortalece nosso partido”, frisou Mara.

O vice-governador eleito do Acre, major Rocha, aproveitou o encontro para destacar o momento necessário de autoavaliação do partido, frente ao novo cenário político. “É necessário que o partido saiba avaliar os resultados das urnas, existe uma mensagem muito grande da sociedade, não podemos ignorar está realidade”, disse Rocha.

Os deputados estaduais Luiz Gonzaga e Cadmiel Bonfim avaliaram positivamente o encontro.
“Estou entrando na política agora, tudo é novo, porém percebi a responsabilidade que o PSDB tem com o país”, destacou Cadmiel.

“Esse é o rumo, para quem pensa em representar o país verdadeiramente, o segredo é ouvir a voz da rua”, destacou Gonzaga.

Propaganda

Acre

Wherles Rocha faz retratação pública “a bem da verdade”

Publicado

em

Eu, Wherles Rocha, Vice-governador do Estado do Acre, apresento retratação pública, diante de declarações que proferi contra o então Governador do Estado do Acre, Sr. Tião Viana, quando ainda no exercício de mandato parlamentar no ano de 2012, após desentendimento de natureza política, utilizei palavras que ofenderam a sua honra, conforme reconhecido por decisão judicial transitada em julgado.

Reconheço que errei ao usar palavras ofensivas contra a sua honra e a sua dignidade, motivo pelo qual apresento minhas desculpas publicamente.

Reconheço, ainda, sua condição de ex-governador do Estado do Acre, sua vida pública e pessoal que não justificam ataques pessoais ou adjetivos com o propósito de ofendê-lo.

Dessa forma, fica reconstituído um ambiente de respeito mútuo e defesa da vida pública com seus interesses maiores.

Rio Branco – Acre,  15 de dezembro de 2019

Wherles Rocha
Vice-governador do Estado do Ac

 

 

 

Continuar lendo

Acre

Médicos denunciam que governo do Acre não pagou salário

Publicado

em

Os médicos que foram contratados recentemente por meio do último processo seletivo realizado pelo governo do estado não ficaram nada satisfeitos com o que caiu em suas contas.

A bronca, segundo um dos médicos contratados e que prefere não ter o nome divulgado, é que o valor do salário está abaixo do que especifica o edital.

“Esse processo seletivo já veio com ajuste nos nossos salários, mas esse ajuste não caiu na conta dos médicos. Até agora ninguém deu nenhuma explicação”, afirma.

Há relatos de profissionais que também não receberam o décimo terceiro salário proporcional como determina a lei.

O último processo seletivo realizado pelo governo do Acre contratou mais de 200 médicos de forma temporária para substituir os profissionais que eram contratados por meio de contratos emergenciais e que o término causou a falta de médicos em várias especialidades, atrasando cirurgias e atendimentos especializados.

O ac24horas procurou Carmem Sílvia Nogueira de Sousa, Chefe do RH da Secretaria Estadual de Saúde (Sesacre), que confirmou a informação. Afirmou ainda que o erro foi identificado e que os médicos vão receber a diferença já no próximo mês. “Quando os novos médicos ingressaram no sistema, a nova tabela de vencimentos não estava atualizada. O que vamos é agora no pagamento de dezembro pagar o valor correto e pagar também a diferença do que não foi recebido pelos profissionais no mês de novembro”, explicou.

Continuar lendo
Propaganda
Propaganda

Mais lidas