Conecte-se agora

Corpo é encontrado em região de mata no bairro Montanhês

Publicado

em

Um corpo ainda não identificado foi encontrado em uma área de mata na Rua 25 de Dezembro, região do bairro Montanhês, em Rio Branco. O fato foi registrado pela Polícia Militar na manhã do último domingo (04).

Segundo o coletado pela equipe policial, o cadáver foi encontrado por um morador da região que acionou a guarnição através do Centro Integrado em Operações (Ciosp). O local foi isolado para a coleta de informações e os peritos detectaram no corpo diversos sinais de perfuração, provavelmente feitos por arma branca.

Pelo fato dos populares não terem reconhecido o homem e não haver com ele qualquer documento de identificação, o corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML), sem nome e deverá passar por exames que comprovem sua identidade.

Propaganda

Destaque 6

Tribunal de Contas do Estado notifica gestores da ZPE do Acre

Publicado

em

A Zona de Processamento de Exportação – ZPE, instalada em Senador Guiomard, é considerada um dos maiores fracassos da gestão do ex-governador Sebastião Viana na área econômica.

Propagada à época como um dos pilares que tornaria o Acre um grande exportador para o mercado asiático, foram investidos milhões de reais na estrutura física, levantada em 2012, foi a primeira ZPE em todo o país a receber autorização alfandegária para funcionar e, por isso, era apresentada como mais um modelo de desenvolvimento da economia acreana.

Passados 7 anos, a ZPE nunca saiu do papel. Até hoje, nenhuma empresa se instalou e a estrutura física se deteriorou ao longo dos anos. Os prometidos 2,5 mil empregos não apareceram e o Acre continua dependente da economia do contracheque.

Mas, se a ZPE não trouxe benefícios, é provável que traga dor de cabeça para os gestores da Administradora da Zona de Processamento de Exportação do Acre S/A – AZPE/AC.

No diário eletrônico do Tribunal de Contas do Estado (TCE) desta segunda-feira, 18, o então Diretor-Presidente da Administradora da AZPE/AC, no exercício de 2017, Michel Marques Abrahão, ex-prefeito de Bujari e ex-Secretário de Estado de Desenvolvimento da Indústria, do Comércio e dos Serviços Sustentáveis (Sedens) nos últimos meses do governo de Sebastião Viana é citado para apresentar defesa a respeito das inconsistência apontadas em Relatório Preliminar de Análise Técnica na prestação de contas. O relator do processo é o conselheiro Antônio Cristovão Correia de Messias.

Michel Marques foi um dos principais assessores do ex-deputado federal Sibá Machado, que também esteve à frente da Sedens, e que não conseguiu se reeleger nas eleições do ano passado. Marques salientou que não sabe do que se trata e que se pronunciará assim que tiver informações sobre a notificação.

Outro citado pelo TCE para apresentar defesa é Carlos Afonso Cipriano dos Santos, empresário e que em 2017 era membro do Conselho Fiscal da AZPE/AC. Em janeiro deste ano, Cipriano foi mantido pelo Gladson Cameli como presidente da Junta Comercial do Acre. Cargo que ocupa desde o ano de 2016. Carlos Afonso também se mostrou surpreso com a notificação do TCE. “Não estava sabendo. Vou me inteirar do que se trata e me manifestarei sobre o assunto”.

Mais duas pessoas foram notificadas pelo Tribunal de Contas do Estado para apresentar defesa, José Aguiar de Prado, membro do Conselho Fiscal da AZPE/AC e José Oliveira de Carvalho, responsável contábil da Administradora da Zona de Processamento de Exportação do Acre.

Continuar lendo
Propaganda

Leia Também

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.