Conecte-se agora

Zé do Boi obteve 93 votos, se decepciona e diz que foi traído

Publicado

em

Uzir dos Santos Lima, o Zé do Boi, o mais pitoresco dos candidatos a deputado estadual nas eleições do Acre não conseguiu se eleger e ficou decepcionado com o que ele chama de “chifre em massa” da população.

“Me traíram. Principalmente os cornos me traíram. Fui traído em massa”, reclama. Zé do Boi foi candidato pelo PSB e obteve 93 votos.

Uzir é servidor público estadual concursado, mas há algum tempo vem estudando para passar em um concurso federal. Se fosse eleito se dedicaria integralmente ao mandado.

“Essa coisa mais cômica não deu errado, ela deu certo. O que aconteceu mais uma vez foi que o povo colocou no poder quem tem dinheiro. Muitos deputados que tem muito dinheiro e nunca teve compromisso com o povo. A Assembleia vai ficar a mesma coisa, não mudou nada. O povo tirou 12 e manteve 12. Então não vai mudar.”

Propaganda

Acre

Jenilson Leite recebe Comissão de concursados da Polícia Militar

Publicado

em

O deputado estadual Jenilson Leite (PCdoB), vice-presidente da Assembleia Legislativa do Acre, recebeu na sala de reuniões da Casa os membros da Comissão dos aprovados do concurso da Polícia Militar que estão no cadastro de reservas do certame. Dentre os participantes tinha duas pessoas de Cruzeiro do Sul.

Durante o período eleitoral, o então candidato Gladson Cameli (Progressistas) assinou um documento se comprometendo convocar todos os aprovados do concurso. Contudo, na semana passada ele deu garantia de convocar somente os 250 classificados dentro do número previsto de vaga. Deixando de fora os 537 que também obtiveram aprovação em todas etapas prevista no edital do certame. O documento também foi assinado pelo vice-governador Major Rocha, que ficou responsável na atual gestão pela área de segurança.

Os componentes da comissão do cadastro de reservas procuraram o deputado para cobrar um posicionamento do gestor, haja vista que foi ele o precursor da luta em defesa da prorrogação do prazo de validade do certame, de seis meses para dois anos, ainda gestão passada. Além disso, o deputado apresentou requerimentos e se reuniu algumas vezes com chefe da SGA, na época Sawana Carvalho, para cobrar celeridade nas etapas do concurso devido à demora para realização de uma fase para outra.

Amanhã, terça-feira (19), na sessão ordinária, o deputado vai fazer uma fala cobrando uma posição do governador e da cúpula de segurança do estado. Além disso, os aprovados farão uma manifestação durante a sessão contra o governo, bem como o documento que em Gladson Cameli se compromete em convoca-los, será lido em plenário. “ É um dever nosso, enquanto representante da sociedade, defender a convocação desses jovens que almejam um emprego, além disso, a área de segurança necessita do trabalho dessas pessoas. Eu já encabecei essa luta no governo passado, e vou continuar fazendo até vê-los eles serem convocados, isso vocês podem ter certeza”, garantiu o parlamentar.

Para Jose, um dos representes da Comissão, na campanha o governador se comprometeu em chamar o quantitativo excedente do número de vaga, mas até agora não deu uma posição, por isso ele vieram pedir o auxílio do deputado Jenilson e de todos os membros da Casa.

Além da falta de posição do governador, outra preocupação dos aprovados que estão fora do número de vaga previsto, é que o prazo do concurso expira em junho de 2020

Continuar lendo
Propaganda

Leia Também

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.