Conecte-se agora

Ladrões arrombam escritório da vereadora Lene Petecão

Publicado

em

O escritório de trabalho da vereadora Lene Petecão (PSD), localizado na Cidade Nova, no Segundo Distrito de Rio Branco, foi arrombado nesta quarta-feira, 10. Na ação, os ladrões serraram as portas do prédio e de uma sala interna e furtaram um computador, botija de gás, microondas e um ventilador. “Espalharam papéis e derramaram sabão em pó no chão. Estavam atrás de dinheiro”, informou um assessor da vereadora.

Na tribuna da Casa, na sessão desta quarta-feira, 10, a vereadora lamentou a insegurança vivida na cidade e disse ter a esperança de que o governador eleito Gladson Cameli, apoiado por elas nas eleições, devolva a tranquilidade aos acreanos.

“É lamentável. A gente sobe aqui para dizer do compromisso que o nosso governador Gladson terá com a segurança. Fui na delegacia fazer o B.O e lamentavelmente disseram que não iam poder fazer uma fiscalização melhor.”

Não é a primeira vez que Lene é vítima de bandidos. Há dois anos, a vereadora teve sua casa no bairro Belo Jardim, na BR-364, em Rio Branco, arrombada e o carro roubado.

Propaganda

Destaque 2

Após muita reclamação, ambulatório do Pronto Socorro volta a ser fechado

Publicado

em

A reativação do ambulatório do Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco (Huerb), o Pronto Socorro, não vingou. Com os serviços reabertos à população, o hospital central, que já não suporta esse tipo de atendimento, virou palco de revolta nas primeiras semanas do governo de Gladson Cameli.

Após as inúmeras reclamações, e da falta de profissionais para assumir os consultórios, a Direção do Huerb voltou atrás e resolveu desativar o ambulatório. Agora, como no governo de Sebastião Viana, quem chega à unidade é atendido por apenas um médico, já no setor de Classificação de Risco. De lá, é encaminhado a outras unidades.

“Fizeram um anúncio enorme de que estavam atendendo aqui no Pronto Socorro, mas a gente que é servidor sabe que aqui já não cabia mais esse serviço. Ainda bem que voltaram atrás nessa decisão imatura. Foi um exemplo de despreparo dessa equipe que entrou”, classificou um dos médicos do hospital.

O Gerente Geral do Pronto Socorro, Welber de Lima, explicou, em entrevista à Rede Amazônica Acre, que pacientes com classificação azul ou verde serão encaminhadas para os postos de saúde da Prefeitura de Rio Branco, ou para as Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), da rede estadual.

Apenas classificados na cor amarela ou vermelha serão atendidos no Pronto Socorro do Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco. A decisão deve permanecer, já que era a metologia usada pela gestão anterior da pasta da Saúde. O déficit de profissionais também colabora para a decisão.

“Essas alterações eram previstas. Num primeiro momento abrimos a unidade para todos, mas a população sobrecarregou o nosso sistema, e impactou que as emergências não estavam sendo atendidas porque a gente tinha que atender às fichas que não correspondiam à nossa unidade”, explica.

Continuar lendo
Propaganda

Leia Também

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.