Conecte-se agora

Ladrões arrombam escritório da vereadora Lene Petecão

Publicado

em

O escritório de trabalho da vereadora Lene Petecão (PSD), localizado na Cidade Nova, no Segundo Distrito de Rio Branco, foi arrombado nesta quarta-feira, 10. Na ação, os ladrões serraram as portas do prédio e de uma sala interna e furtaram um computador, botija de gás, microondas e um ventilador. “Espalharam papéis e derramaram sabão em pó no chão. Estavam atrás de dinheiro”, informou um assessor da vereadora.

Na tribuna da Casa, na sessão desta quarta-feira, 10, a vereadora lamentou a insegurança vivida na cidade e disse ter a esperança de que o governador eleito Gladson Cameli, apoiado por elas nas eleições, devolva a tranquilidade aos acreanos.

“É lamentável. A gente sobe aqui para dizer do compromisso que o nosso governador Gladson terá com a segurança. Fui na delegacia fazer o B.O e lamentavelmente disseram que não iam poder fazer uma fiscalização melhor.”

Não é a primeira vez que Lene é vítima de bandidos. Há dois anos, a vereadora teve sua casa no bairro Belo Jardim, na BR-364, em Rio Branco, arrombada e o carro roubado.

Propaganda

Destaque 2

Sindicato questiona competência, diz que gestor foi injusto e promete procedimento administrativo contra superintendente do HC

Publicado

em

Lúcio Brasil - Foto: Contilnet

No último domingo, 23, o ac24horas noticiou que o mutirão de cirurgias ortopédicas que deveria ocorrer no Hospital das Clínicas (HC) foi cancelado por falta de anestesista. O superintendente da unidade de saúde, Lúcio Brasil, alegou que a anestesista de plantão havia se negado a realizar as cirurgias e que, por isso, o HC iria adotar medidas administrativas.

Ao tomar conhecimento da reportagem, quem não gostou nada das declarações de Lúcio Brasil foi o Sindicato dos Médicos do Estado do Acre (Sindmed). Por meio de uma nota explicativa, a entidade não aliviou o gestor, o acusando, entre outras coisas, de incompetente.

Na nota, o Sindmed afirma que Lúcio Brasil foi injusto ao afirmar que havia profissional de plantão. Segundo o sindicato, a anestesista estava de sobreaviso, para atender casos de urgência e emergência.

O sindicato diz ainda que faltou capacidade administrativa da gestão e que já consultou advogados para tomar medidas para responsabilizar a superintendência do Hospital das Clínicas.

Por fim, o Sindmed alega lamentar pelos pacientes que aguardam há anos por cirurgia e diz que nada foi até agora para solucionar o problema, afirmando que solicita abertura de procedimento administrativo contra a gestão do hospital.

Leia a nota do Sindmed:

Nota Explicativa

A Diretoria do Sindicato dos Médicos do Estado do Acre (Sindmed-AC) informa que por falta de planejamento da superintendência do Hospital das Clínicas não havia anestesista para atender no mutirão. Assim, o gestor cometeu uma injustiça ao afirmar que havia profissional de plantão para atender as demandas de cirurgias eletivas.

No domingo, o hospital possuía apenas uma médica na modalidade de sobreaviso, ou seja, que não atua como plantonista. A profissional é chamada apenas para atender casos de urgência e emergência, não podendo se responsabilizar pela falta de capacidade administrativa da gestão que deveria convidar profissionais para compor uma escala específica atendendo em regime de no mínimo de 12 horas.

Assim que o Sindmed-AC tomou conhecimento da acusação, consultou os advogados para tomar medidas para responsabilizar a superintendência do Hospital das Clínicas pelos comentários que acabam gerando questionamentos sobre a competência do gestor que deixou de planejar com antecedência o atendimento.

É preciso afirmar também que a anestesista descrita como sobreaviso esteve na instituição para atender pacientes que necessitavam de intervenção urgente, demonstrando assim que ela não poderia estar realizando dois trabalhos ao mesmo tempo.

A diretoria deste Sindicato ainda se solidariza com as famílias que há anos aguardam na fila por cirurgias e que até o momento nada foi feito para solucionar o problema. Esta entidade ainda solicita abertura de procedimento administrativo contra a gestão do hospital para que eles sejam responsabilizados.

Rio Branco – Acre, 24 de junho de 2019

A diretoria do Sindmed-AC

Continuar lendo

Destaque 2

O trabalho voluntário com o jiu-jitsu que dá certo em contraste com a falta de apoio do governo

Publicado

em

O videomaker do ac24horas, Kennedy Santos, esteve essa semana na região do Aeroporto Velho, em Rio Branco, para mostrar o trabalho voluntário com a arte do Jiu-jitsu que vem colhendo frutos promissores, retirando os jovens da comunidade da triste estatística da violência e das facções criminosas que assolam o Estado e dando um novo rumo em suas vidas.

Apesar do esforço, o vídeo também mostra as mazelas e a destruição dos espaços públicos na região contribuindo negativamente para perpetuação do descaso do poder público.

Assista o vídeo:

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.