Conecte-se agora

Jenilson Leite afirma que FPA perdeu em função dos erros que cometeu

Publicado

em

O deputado Jenilson Leite (PCdoB) disse na manhã desta quarta-feira (10) na Aleac, que a Frente Popular do Acre (FPA) perdeu a eleição deste ano em função dos erros que cometeu. O comunista disse ainda que fará oposição de forma equilibrada, mas firme, exercendo o seu papel de fiscalizador do Executivo.

Segundo Leite, neste momento se encerra um ciclo de poder da FPA. Para ele, era o que estava previsto nos projetos elaborados pela coligação que esteve à frente da administração estadual nos últimos 20 anos. “As nossas forças davam para ter renovado e com estratégias certas ter ganhado a disputa”, diz o comunista.

Os erros de estratégia adotadas na campanha eleitoral seriam culpados pela derrota da FPA, segundo Jenilson Leite, “em função dos erros a FPA perdeu as eleições”, disse o deputado reeleito, ao manifestar solidariedade a todos os seus companheiros de coligação que foram derrotados nas eleições gerais.

O parlamentar falou ainda da função de oposição que terá que desempenhar a partir do próximo ano. “O nosso papel na Aleac vai ser o papel de oposição. Entendendo que é importante que o governo eleito dê certo e cumpra com o que se comprometeu com as melhorias na segurança, na saúde e na educação”.

Jenilson Leite destaca que caso Gladson Cameli não cumpra com o que falou “nós vamos estar aqui nessa Casa para relembra em nome do povo que o elegeu. O momento para a FPA é de levantar, bater a poeira e começar a construir um novo ciclo, com um pensamento mais amplo, com um maior compromisso com os partido que formaram a coligação e olhando para o futuro”, finaliza.

Propaganda

Destaque 2

Superior Tribunal de Justiça mantem decisão que impede entrada de salgados e refrigerante no presídio

Publicado

em

O Ministro Ribeiro Dantas, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), manteve a decisão do desembargador Samuel Evangelista que acatou o Mandado de Segurança com pedido de liminar do Instituto de Administração Penitenciária (IAPEN) contra o ato da juíza de Direito Luana Campos, da Vara de Execuções Penais da Comarca de Rio Branco que alegando falta de variedades na alimentação nos presídios do estado, permitia que o visitante pudesse entrar com até três salgados e um refrigerante em dias de visita.

A decisão é do último dia 17 de junho e foi motivada pela reclamação com pedido de liminar ajuizada pela Defensoria Público do Estado do Acre, que afirmava que a entrada de alimentos trazidos pelos familiares dos presos nos dias de visita íntima (3 salgados e 1 refrigerante), era algo permitido há décadas e que havia sido sumariamente proibido pela administração prisional (IAPEN).

O ministro Ribeiro Dantas não julgou o mérito, que ainda vai ser analisado pelo Tribunal de Justiça do Acre, apenas entendeu que a decisão liminar do desembargador Samoel Evangelista não violou as decisões do STJ.

Em resumo é que continua proibida a entrada de salgados e refrigerante nas unidades prisionais do Acre.

Continuar lendo

Destaque 2

O trabalho voluntário com o jiu-jitsu que dá certo em contraste com a falta de apoio do governo

Publicado

em

O videomaker do ac24horas, Kennedy Santos, esteve essa semana na região do Aeroporto Velho, em Rio Branco, para mostrar o trabalho voluntário com a arte do Jiu-jitsu que vem colhendo frutos promissores, retirando os jovens da comunidade da triste estatística da violência e das facções criminosas que assolam o Estado e dando um novo rumo em suas vidas.

Apesar do esforço, o vídeo também mostra as mazelas e a destruição dos espaços públicos na região contribuindo negativamente para perpetuação do descaso do poder público.

Assista o vídeo:

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.