Conecte-se agora

Em Rio Branco, Gladson Cameli fala sobre plano de governo para a educação do Acre

Publicado

em

O candidato ao governo do Acre pela coligação Mudança e Competência, Gladson Cameli, fala sobre a importância de se investir na área da educação no Acre.

Implantar quatro colégios militares no interior, dez escolas de tempo integral, modernizar a infraestrutura das escolas, fazer concurso público para efetivar professores, diminuir o abandono escolar, implantar o ensino médio profissionalizante em tempo integral, entre outras são propostas que constam no Plano de Governo do candidato, que prevê executá-las dentro do período de quatro anos.

Investimentos na educação também serão estratégicos para combater a criminalidade no estado, aponta o candidato a governador pela coligação Mudança e Competência. “As dificuldades de se manter os jovens longe da criminalidade quando não se têm políticas públicas efetivas são enormes. Mas, é possível dizer não à violência, é possível dizer não às drogas. É preciso dar apoio e motivação para os nossos jovens, incentivar a prática esportiva, o desenvolvimento cultural e, principalmente, investir na educação”, afirmou Gladson.

Assistência social, infraestrutura, inclusão social, bem como geração de emprego e renda também foram assuntos abordados na reunião. De acordo com o candidato a governador, a educação será novamente prioridade dentro da política de governo por ser a base de tudo.

“Precisamos garantir a alunos, professores e servidores um futuro certo e seguro. E a educação é a garantia de um futuro de progresso e peça importante no nosso projeto de retomada do desenvolvimento do nosso estado”, comentou Gladson.

O candidato a governador lembrou que, como parlamentar, sempre olhou com especial atenção para as demandas da área de Educação. Exemplo disso foi a emenda destinada para construção de uma unidade de ensino na zona rural do município de Brasileia.

“É preciso abrir uma janela de esperança e de oportunidades para o jovem. Isso é acreditar no futuro. Isso é lutar pelo Acre e trabalhar pelo melhor do nosso povo”, concluiu Gladson.

Propaganda

Acre 01

Gladson Cameli dá “puxão de orelha” no secretário de Planejamento, Raphael Bastos

Publicado

em

IMAGEM DA INTERNET

Como antecipou o ac24horas nesta segunda-feira, dia 18, o governador Gladson Cameli voltou ao Acre decidido a colocar “ordem na casa” e “tomar as rédeas” do Palácio Rio Branco. E decidiu começar isso com uma reforma administrativa, se for preciso.

Após exonerar o porta-voz, Gladson mira secretários e presidentes de pastas que não estão gerando resultados positivos para o governo. Cameli acredita que com quase 100 dias de gestão já era para algumas das pastas apresentarem dados otimistas, mas tem visto um cenário diferente.

Na segunda-feira, dia 18, o governador recebeu, pela noite, na Casa Civil, o secretário de Planejamento, Raphael Bastos. O gestor foi o primeiro a receber um “puxão de orelha” pelo baixo desempenho que tem apresentado à frente da secretaria. Bastos tem projetos e recurso importantes ao Acre para tocar, mas parece estar bloqueado.

O deputado federal Alan Rick, padrinho político de Raphael, também participou da reunião. Gladson teria dito que precisa “da ajuda do deputado e dos secretários para que o governo dê certo”, garante uma fonte do ac24horas. Já o governador fez o assunto por menos e destacou: “foi uma reunião para destravar algumas coisas”, pontuou.

Gladson deve chamar outros secretários “em baixa” para uma conversa de pé da orelha na Casa Civil. O governador teme cair no descrédito devido à falta de atitude dos gestores. Está decidido a cumprir com a frase que sempre falou por aí: “a caneta que nomeia, é a mesma que exonera”.

Continuar lendo

Acre 01

Por meio de vídeo, internauta denuncia falta de atendimento médico no Pronto Socorro

Publicado

em

As péssimas condições da saúde pública do Acre ficam evidentes quando se assiste o vídeo abaixo, com imagens do Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco (Huerb), na noite desta segunda-feira, 18.

No vídeo é mostrado o local que deveria ser utilizado apenas como um corredor, porém, por falta de vagas, virou enfermaria improvisada.

No áudio da gravação enviada à redação do ac24horas, o cidadão afirma que a falta de um médico comprometeu ainda mais o atendimento, que normalmente já é deficitário.

Nossa reportagem tentou falar, sem sucesso, com a direção do Huerb.

O cenário de caos no maior Hospital de Urgência e Emergência do Acre, evidencia que a atual gestão ainda não conseguiu mudar a dura e triste realidade das unidades de saúde acreana.

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.