Conecte-se agora

Debates: Os últimos testes para Gladson, Marcus, Ulysses, Janaína e David

Publicado

em

Quem está atrás nas pesquisas da disputa ao Governo do Acre irá jogar toda a energia pra tentar “virar o jogo” no dois debates televisivos programados. O primeiro acontece na TV Gazeta na noite de sexta, 28. Na próxima semana é a vez da Rede Amazônica colocar os candidatos frente a frente. Mas vamos a algumas considerações importantes. Primeiro que os horários dos programas são muito tarde para a grande audiência. É preciso a pessoa estar muito em dúvida para assistir a um debate tarde da noite. Então isso já seleciona bastante o público. Outro detalhe importante é que não adianta alguém chegar e vomitar um monte de colocações técnicas. O povão não vai entender nada. Também não resta dúvida que os telespectadores já vão assistir aos debates torcendo por um dos candidatos. Assim fica difícil qualquer candidato “virar o jogo” durante o programa. Claro que têm muitos ainda em dúvida sobre em quem votar. Para esses o encontro direto dos candidatos pode ser uma luz no final do túnel e realmente influenciar na escolha. Agora, na minha avaliação o mais importante são os candidatos falarem com o coração e mostrarem a vontade que têm de fazer as mudanças que a população espera para o próximo Governo. Muita conversa bonita não vai levar ninguém a lugar nenhum e as pesquisas continuarão a sua marcha apontando o provável vencedor da eleição.

Questão crucial
Se os números das pesquisas recém publicadas estiverem certos resta ao Marcus Alexandre (PT) se empenhar para ganhar votos nos debates e levar a eleição ao segundo turno. Gladson Cameli (Progressistas), se não tiver uma atuação desastrosa, pode ampliar ainda mais a sua vantagem e resolver a fatura dia 7 de outubro.

Fator Ulysses
Resta saber ainda como será a postura do Coronel Ulysses (PSL) nos debates. Se vai atacar apenas o PT ou também o Gladson que está na ponta das pesquisas. A performance de Ulysses será essencial para determinar ou não o segundo turno.

Clima de paz
Até agora a campanha, tirando um ou outro ato isolado, está transcorrendo em paz. Poucos ataques ofensivos. Creio que isso é o reflexo dos perfis de Gladson e Marcus. Esperemos que esse clima pacífico contamine os debates e os candidatos apresentem propostas ao invés de se digladiarem insanamente.

Fumaça e fogo
Encontrei por acaso com três petistas da alta corte. Todos muito silenciosos e não querendo falar nada. Só deixaram escapar que após as eleições muita coisa oculta será revelada. Pelos rostos dos três dava pra sentir que tem acontecido coisas no PT  que desagradam a muitos.

Natural
Essas escaramuças internas do PT são tão naturais como o vento que passa. Afinal, são 20 anos no poder. Só não haveria divergências se tratasse de um mosteiro de monges. Ainda assim, pelas experiências que tenho das egrégoras espirituais, as divergências acontecem igualmente como na política.

Ciclos
A política tem ciclos. O MDB comandou o Acre por 20 anos e o PT por mais 20 anos. A roda gira e as mudanças acontecem naturalmente. Vejam as brigas internas do PSDB paulista que comanda São Paulo faz 30 anos. O Alkmin (PSDB) foi abandonado no meio da corrida presidencial pelos tucanos paulistas. É assim mesmo. Não existe um dia igual ao outro.

Incógnita
Esses dias me perguntaram quem eu acho que serão os oito deputados federais eleitos no Acre. Acho que nem com uma bola de cristal eu saberia. Nunca vi uma disputa com tantos nomes fortes como a atual, tanto na FPA quanto na oposição.

Sebo nas canelas
O que eu posso dizer: os eleitores até agora estiveram muito mais preocupados com as escolhas ao Governo e à presidência. É hora dos candidatos a federal se empenharem com todo o gás atrás dos votos. Nessa seara ainda dá para reverter muitas tendências. Não tem ninguém eleito e nem ninguém na “balsa”.

Fato real
É nessa reta final da corrida para deputado federal que aqueles que tiverem mais recursos se tornam favoritos. O eleitor em geral não tem a dimensão da importância de um parlamentar federal para o Estado. Então quem chega ali com um “pouquinho” pra oferecer leva os votos, infelizmente.

Traíragem braba
Vendo esses áudios que vazaram de reuniões reservadas de secretários do atual Governo do PT cheguei a seguinte conclusão: muita gente que “mamou” nesses 20 anos já está procurando um lugar do outro lado. Agora, imaginem se as pesquisas estiverem certas e o PT perder a eleição ao Governo? Quem vai abrigar esses traíras? Porque quem trai uma vez trai mil.

Sangue novo
Nill Figueiredo (PT) que esteve a frente do ITERACRE trilha o caminho pra tentar uma vaga de deputado estadual. Nill tem sido um dos maiores divulgadores das artes marciais acreanas. Lutador de Kung Fu ajudou a formar centenas de jovens nesse esporte. Em tempo, Nill vai precisar dar muito golpes precisos de kung fu durante a campanha pra vencer os seus adversários por estar numa chapa muito disputada.

Disputa boa
Quem terá mais votos para deputado estadual na chapa do PSB vindos de Cruzeiro do Sul? O radialista Nonato Costa (PSB) está no trecho fazendo uma campanha dinâmica. Carla Brito (PSB) foi muito bem votada para prefeita do município e se tornou conhecida dos eleitores. Também tem uma campanha bastante visível. Os dois devem protagonizar uma disputa interessante pelos votos dos socialistas em Cruzeiro.

Nova corrida
Podem anotar, terminada as atuais eleições a disputa entre nomes para as prefeituras acreanas será intensa. Tudo vai depender de quem forem os eleitos ao Governo, Senado e para deputado federal. Mas, por exemplo, na Capital a atual prefeita Socorro Neri (PSB) está cumprindo o seu papel direitinho. Está se credenciando para disputar a reeleição. Em Cruzeiro do Sul, será a eleição municipal mais intensa de todos os tempos. Teremos três grupos evidentes, o do atual prefeito Ilderlei Cordeiro (Progressistas), o de Vagner Sales (MDB) e os grupos políticos ligados ao PT. Em Brasiléia, a Fernanda Hassem (PT) mostrou que é “ligeira”. Ela faz uma gestão democrática com diálogo aberto com todas as frentes políticas do Acre. Vamos aguardar…

Propaganda

Coluna do Nelson

MDB e PDSB devem travar uma “briga” intensa por secretário da ALEAC

Publicado

em

Continuar lendo

Coluna do Nelson

Depois de 20 anos, prefeitura de Cruzeiro terá a parceria do Governo

Publicado

em

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.