Conecte-se agora

Com Gladson, oposição reúne multidão em Caminhada da Mudança em Rio Branco

Publicado

em

Uma multidão de militantes saiu às ruas da região central de Rio Branco durante a chamada Caminhada da Mudança na tarde desta quarta-feira, 26. O ato, em apoio às candidaturas de Gladson Cameli (Governo) e Márcio Bittar e Petecão (Senado), teve concentração inicial na Gameleira, percorreu as ruas 1º de Maio e 06 de Agosto, no 2º Distrito; a rua Marechal Deodoro e parte das avenidas Brasil e Getúlio Vargas, no centro. O evento foi encerrado na rua Arlindo Porto Leal, em frente a Assembleia Legislativa e ao Palácio Rio Branco, sede simbólica do Acre.

Ao lado de sua esposa Ana Paula, de seu vice Major Rocha, de Petecão e Bittar, Gladson lembrou que os militantes não foram ao evento obrigados. A declaração do candidato é uma cutucada em seus adversários do PT.

“Aqui é todo mundo pela livre e espontânea vontade, ninguém é obrigado. Isso reforça mais o meu compromisso de dizer que o Acre é de todos. Vou ser governador de todos, não de partidos. Vai prevalecer a vontade de Deus e do povo.”

Durante o encerramento do evento político em frente ao Palácio, Cameli e aliados falaram empolgados sobre a possibilidade de derrotar o PT após 20 anos. Pesquisas eleitorais dão a Gladson vitória sobre seu adversário Marcus Viana (PT). Alguns dos oposicionistas acreditam em vitória no 1º turno.

Nesta quinta-feira, Cameli tem reunião, cedo, com empresários. Depois, Major Rocha, seu vice, participa de encontro com educadores físicos e em seguida se reúne com membros do Sindicato dos Trabalhadores da Construção Civil. Ainda nesta quinta, Gladson participa do Gazeta Entrevista (TV Gazeta) e à tarde do Tribuna Livre, da TV Rio Branco.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Propaganda

Acre 01

Pacientes da Casa Souza Araújo encerram manifestação após promessa do governo

Publicado

em

Os pacientes do Hospital Souza Araújo interditaram, como prometeram na semana passada, o tráfego de veículos na altura do quilômetro 10 da BR-364, sentindo Porto Velho na manhã desta segunda-feira, 18.

Mesmo com o sol forte, os manifestantes, em sua maioria idosos, persistiram para chamar a atenção da população para o descaso com o local, que abriga portadores de hanseníase que não possuem outro lugar para morar.

Segundo os manifestantes faltam materiais básicos, como gazes e ataduras para um simples curativo.

A estrada só foi liberada com a presença de Michele Miranda, esposa do deputado federal Alan Rick, que é diretora de projetos da Secretaria Estadual de Saúde, e foi incumbida de negociar com os manifestantes.

LEIA MAIS: Em protesto, pacientes da Casa de Acolhida Souza Araújo fecham a BR-364

Em nota, o Governo do Estado do Acre, por meio da Secretaria Estadual de Saúde, informou que já protocolou, junto ao banco, nesta segunda-feira, 18, o pagamento no valor R$ 220 mil referentes ao convênio com a Diocese de Rio Branco. O recurso é destinado para as comunidades Souza Araújo, Estrela do Amanhã e Arco Íris, mas não especificou quanto será destinado a cada uma.

O pagamento do restante do atrasado está sendo avaliado pela Procuradoria Geral do Estado (PGE) e o governo estuda a continuidade do convênio com o hospital.

Segundo informações de funcionários da Souza Araújo, os débitos somam mais de 1 milhão de reais.

Continuar lendo

Acre 01

Servidores do Detran fazem manifestação pelo fim de comissionados e terceirizados

Publicado

em

Servidores públicos efetivos do Departamento Estadual de Trânsito no Acre aproveitaram a manhã desta segunda-feira, 18, para se posicionarem contra a contratação de trabalhadores no órgão por meio de cargos em comissão e também terceirizados, contratados pelo governo do estado. O manifesto acontece em frente à Sede do Detran, em Rio Branco, localizada na Avenida Ceará.

De acordo com os servidores, os gastos com mão de obra terceirizada e comissionada está substituindo os funcionários efetivos. “Estamos sendo substituídos por cargos comissionados por indicação política”, afirmou uma das servidoras.

Eles alegam estar há mais de quatro anos sem reajuste salarial. “Nós, servidores públicos, estamos em defasagem salarial, sem reajuste. Ainda em 2018, entramos em processo de negociação com a gestão anterior para rever a situação, mas sem sucesso”, comentou.

Mesmo com a manifestação, os atendimentos não estão paralisados e ocorrem normalmente em todos os órgãos do Detran. Segundo eles, “este é apenas um recado para dizer que estamos insatisfeitos, e, se houver negociação com o governo, iremos parar”.

Participam do ato, servidores que estão de folga ou que iniciam a jornada de trabalho mais tarde. “Existe um grande número de terceirizados dentro do Detran. Entendemos que as terceirizações precarizam o atendimento, pois há uma rotatividade muito grande de funcionários terceirizados, o que gera um gasto maior sem melhora no atendimento”.

Segundo os servidores, existe a possibilidade de uma greve geral, caso não haja nenhuma conversa com a direção do Departamento. “Se essa conversa não existir e se não for encontrada uma solução, vamos deliberar uma greve em durante assembleia da categoria”.

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.