Conecte-se agora

Marcus, Jorge e Ney percorrem as regiões de Vila Campinas, Plácido de Castro e Acrelândia

Publicado

em

A campanha da Frente Popular do Acre (FPA) chegou ao Vale do Abunã nesta segunda-feira, 24. A agenda começou com uma caminhada pelas ruas da Vila Campinas. De Campinas, candidatos, militantes e apoiadores seguiram para o município de Plácido de Castro. Participaram da agenda os candidatos Marcus Alexandre, Jorge Viana e Ney Amorim.

À noite, os candidatos da FPA participaram de comício no município de Acrelândia. O evento contou com a participação de candidatos ao cargos majoritários e também proporcionais.

O candidato ao senado Ney Amorim lembrou a importância do Município para a economia do Acre. “Acrelândia é grande produtor de banana, de café. Fica aqui o nosso compromisso de apoiar produção rural e a cidade. Contem com a gente”, disse Ney Amorim.

Jorge Viana, também candidato ao senado pela FPA, destacou algumas das ações do Plano de Governo de Marcus Alexandre para o Município. “Acrelândia vai se consagrar como um município da produção, no nosso Plano de Governo está crédito e apoio para os produtores”.

Candidato a governador, Marcus Alexandre começou falando à juventude. “Vocês enchem meu coração de alegria e responsabilidade. Temos um sonho de trazer de volta a universidade para todos os municípios. Vocês terão todo meu esforço e dedicação”, disse Marcus Alexandre.

O candidato a governador lembrou ainda os avanços do município durante os governos da Frente Popular. “Construímos estradas, apoiamos a produção e vamos continuar andando para a frente. Obrigado Acrelândia”, concluiu Marcus Alexandre.

Propaganda

Destaque 2

Bar do Célio pega fogo em Rio Branco

Publicado

em

Um estabelecimento comercial localizado no bairro Floresta, em Rio Branco, sofreu um incêndio de grandes proporções na madrugada dessa terça-feira (19). Para conter o fogo, foi necessária uma atuação conjunta do 3° e do 1° Batalhão do Corpo de Bombeiros.

“Trata-se de um local com alta carga de incêndio, havia muito material armazenado (plástico, madeira, bebida alcoólica, vários freezers, etc.)”, disse o Major dos Bombeiros, Cláudio Falcão.

Segundo informações da equipe, a atuação efetiva das guarnições evitou que o incêndio aumentasse suas proporções, evitando também que se propagasse para o estabelecimento ao lado.

Na rua em que ocorreu o incêndio, funcionam pelo menos sete estabelecimentos comerciais do mesmo ramo (bar e alimentício). As causas do incêndio ainda não foram identificadas, mas o caso está sendo apurado.

Continuar lendo

Destaque 2

Gladson já estuda fazer reforma administrativa: “não está vendo resultados!”

Publicado

em

O governador Gladson Cameli voltou para o Acre e está disposto, segundo assessores, a fazer mudanças na equipe que colocou para cuidar do estado ao lado dele desde 1º de janeiro. Cameli não está satisfeito com os resultados das pastas e quer “retomar” o comando do governo após as várias viagens que fez.

Segundo um assessor palaciano, o governador ficou estressado com as críticas de que por conta das viagens perdeu “voz e voto” dentro do Palácio Rio Branco. De tanto “determinar”, o governador agora vai exonerar aqueles que não obedecem às ordens dadas por ele. Cameli quer resultados, e rápido.

“O chefe não está feliz com tanto protesto, tanta crítica, tanta reclamação. E o pior é que nem a imprensa consegue mostrar as coisas que estão dando certo, porque isso não sai do governo, não sai das secretarias. O Gladson não tem muita paciência, não bate muita cabeça. Ele quer mexer e já está estudando isso desde Brasília”, revela a fonte.

Um dos problemas que mais tem deixado Gladson estressado é a questão dos professores que já foram várias vezes à frente da Casa Civil fazer protesto. Com a imagem da gestão desgastada, Cameli tomou a frente há duas semanas, e mandou que todos os professores foram contratados sem a exigência de uma declaração até então exigida pela pasta.

“O Gladson não está vendo resultado em muitas áreas. Essa é a verdade! O Ribamar não está conseguindo articular tudo, é problema na Fazenda, é problema sem solução na Educação, risco de rebelião no presídio, e ainda tem a saúde que vai de mal a pior. Ele levou o Alysson em Brasília para articular saídas, e parece que estão conseguindo. Mas ele quer ação, e já!”, completa o assessor palaciano.

No sábado, dia 16, o governador Gladson Cameli exonerou o então porta-voz do Palácio Rio Branco, Rogério Wenceslau alegando as primeiras adequações no âmbito da Secretaria de Comunicação. Nesta segunda-feira, dia 18, Cameli cumpre agenda interna com equipe de governo para alinhar ações.

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.