Conecte-se agora

Polícia Encontra Fiat Toro usada na morte de criança e prende suspeito

Publicado

em

Durante diligências no bairro Bahia, região da Baixada da Sobral, a Policia, por meio dos militares do 3º Batalhão, conseguiu apreender o veículo envolvido na morte da criança Rebeca Santos, de apenas 4 anos, ocorrida na noite de sexta-feira (21), no bairro Vila Betel, e ainda prender duas pessoas suspeitas de envolvimento no crime.

LEIA MAIS
Novo atentado em Rio Branco acaba com criança de 4 anos morta com tiro na cabeça

O carro Fiat Touro branco de placa QLV 4003 estava escondido em uma residência e na casa foram presos um homem identificado inicialmente como Francisco Ferreira de Souza que já tem passagem por homicídio e uma mulher de nome ainda não divulgado. Os dois estão sendo encaminhados à Delegacia de Flagrantes (Defla), e o carro deverá passar por perícia.

Entenda o caso

Rebeca Vitória Santos de apenas 4 anos morreu durante procedimento cirúrgico no Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco (Huerb), após ser baleada com um tiro na cabeça na Rua Brasiléia, no bairro Betel.

Os suspeitos usavam o veículo Fiat Touro e passaram atirando em direção as pessoas na rua chegando a atingir a criança e o jovem Matheus de Albuquerque Fonseca, na perna. Este não corre riscos de morte.

A coleta de informações foi feita pela Polícia Militar no local e em seguida dezenas de agentes sairam a procura dos suspeitos que fugiram tomando rumo ignorado. As diligências duraram toda a madrugada chegando ao local após investigações. Outras duas pessoas podem estar envolvidas.

Anúncios

Destaque 2

Socorro alfineta Rocha ao falar de “velha política” e vice rebate: “já está comprando álcool em gel a preço de mercado?”

Publicado

em

O clima dos bastidores políticos que parecia está ameno após o governador Gladson Cameli recuar, neste primeiro momento, de ir para o PSDB, ganhou mais uma fervura neste início de final de semana após a prefeita de Rio Branco, Socorro Neri (PSB), postar em sua página no facebook uma foto com o ex-pré-candidato pelo PSL a prefeitura da capital, o pecuarista Fernando Zamora, e ainda alfinetar indiretamente o vice-governador Major Rocha.

Em sua publicação, Neri afirmou que recebeu a visita de Zamora e lembrou que o Grão-Mestre da Grande Loja Maçônica do Acre é empresário bem sucedido e cidadão comprometido com o desenvolvimento do nosso Estado. “A convite do PSL, estava com pré-candidatura a prefeito consolidada. Entretanto, numa dessas manobras da velha política, daqueles que fazem tudo pelo poder, sua pré-candidatura foi retirada”, disse a prefeita, alfinetando indiretamente o vice-governador Major Rocha que recentemente deixou o ninho tucano para comandar o PSL no Estado e como condição para isso, a candidatura de Zamora foi rifada para o partido apoiar o ex-reitor da Ufac, Minoru Kinpara, pré-candidato do PSDB.

Apesar da cutucada, a prefeita disse que no encontro não conversou sobre “esse reprovável episódio”, mas conversaram sobre o futuro. “Temos boas convergências. A decência e o desejo de contribuir para que a política seja instrumento de promoção do bem coletivo, são duas delas”, disse a gestora da capital.

Ao tomar conhecimento da publicação de Socorro, Rocha fez uma publicação em sua página no facebook na tarde desta sexta-feira, 7, afirmando que “rasteiras, traições e outros atributos fazem parte dessa nova política defendida por Socorro Neri”.

Apesar da resposta direcionada a prefeita, o militar afirmou não gostar de rebater ataques, menos ainda quando eles partem de uma mulher. “Mas o caso em tela merece um esclarecimento e não vou me furtar a fazê-lo. É importante refletir, a partir de fatos concretos, sobre o texto publicado por Socorro Nery em sua página nas redes sociais, sobretudo, porque trata da “velha política”. Vamos aos fatos”, disse o vice.

Rocha lembrou que a “socialista” Socorro Neri, que estaria conseguindo guinar o governo de Gladson Cameli para a esquerda, foi a mesma “que em 2015 dormiu candidata pelo PSDB e acordou filiada ao PSB se projetando como vice de um político do PT”.

“Do dia para a noite esqueceu o seu discurso anti-petista e se entregou de corpo e alma para a Frente Popular. Uma mudança radical em menos de 24 horas, aquilo que ela criticava passou a ser exemplo de gestão e projeto político. Será que essa é a nova política da Socorro Nery?”, questionou Rocha.

“Essa mesma pessoa, logo após a derrota do Partido dos Trabalhadores nas urnas, em 2018, passou uma rasteira na sigla e coligação que lhe acolhera exonerando todos os cargos do partido que a levou a cadeira de prefeita. Essa é a nova política da Socorro Nery?”, indagou o Rocha afirmando que que recentemente acompanhou as tentativas de retirada a candidatura de Minoru Kinpara do PSDB, que está liderando as pesquisas de intenção de votos, com a intenção declarada de fortalecer sua pré-candidatura de Socorro Neri.

Apesar de não citar o nome do governador Gladson Cameli, Rocha afirma que essa manobra “foi motivada pelo medo de enfrentar seu colega de profissão nas urnas”.

“Rasteiras, traições e outros atributos fazem parte dessa nova política. Ao menos é isso que enxergamos acompanhando o dia a dia da nossa vice-prefeita (hoje prefeita) socialista/comunista. Antes que eu esqueça, a prefeitura já está comprando máscaras e álcool em gel a preços de mercado? Os produtos são importantes para “Assepsia””, citou o Rocha ao finalizar a sua publicação e se referindo a Operação da Polícia Federal que investiga a licitação da prefeitura de Rio Branco que supostamente teria comprado esses produtos superfaturados.

Continuar lendo

Destaque 2

Após Bruno, Rio Branco “corteja” ex-Botafogo preso por suspeita de estupro a quatro adolescentes

Publicado

em

FOTO: REPRODUÇÃO/DIVULGAÇÃO

Ainda nem esfriou a polêmica contratação do goleiro Bruno Fernandes pelo Rio Branco Football Club e o Estrelão surge com uma nova possibilidade de reforço ao time contendo uma “ficha”, no mínimo, duvidosa. Trata-se do atacante Jobson, de 32 anos, ex-Botafogo, Bahia e Atlético-MG. O atleta também jogou pelo Independente-PA este ano. A informação foi dada pelo Globo.Esporte.com do Acre no início da noite desta segunda-feira (3).

Em 2016, Jobson foi preso pela Polícia Civil suspeito de estuprar quatro adolescentes na cidade Conceição do Araguaia, localizada no Pará. A prisão aconteceu em sua própria chácara, na cidade de Couto Magalhães, no Tocantins. À época, uma das vítimas, uma menina de 13 anos, denunciou que teve fotografias suas em situações pornográficas vazadas e que o jogador teria dado bebida alcoólica e entorpecentes para ela e outras três meninas para, em seguida, abusá-las sexualmente.

Ao jornalista esportivo Duaine Rodrigues, o presidente do Rio Branco FC confirmou que o time acreano está em fase de “paquera” com o jogador há cerca de duas semanas, mas que a vinda seria por empréstimo a fim de manter Jobson em atividade, já que o atleta pertence atualmente ao União Cacoalense-RO e o estadual vizinho só começa em novembro. Apesar de dizer que nada foi fechado até o momento, Valdemar Neto revelou que “houve esse contato, nós estamos conversando. Por enquanto, só paquerando. Não tem nada de concreto, mas estamos conversando. Nada fechado. Foi só uma pesquisa que fizemos. Mostrou interesse (o jogador)”.

Continuar lendo

Blog do Crica

Espatifado no ninho tucano

Publicado

em

O que era para ser uma festa no ninho tucano, acabou num espatifado, em bicadas. O anúncio do governador Gladson Cameli que iria se filiar no partido com “carta branca” e manteria seu apoio à candidatura da prefeita Socorro Neri, foi como jogar gasolina para apagar fogo.

O presidente do diretório municipal do PSDB, Mário Paiva, veio com uma nota oficial dizendo ser a candidatura do professor Minoru Kinpara (PSDB) a prefeito da capital, consolidada e inegociável.

Liguei para o Minoru Kinpara para ouvir a sua opinião. Foi pragmático, a pontuar que sua candidatura à prefeitura da capital está
mantida, que se preparou para isso, e não aceita ser vice da prefeita Socorro Neri, hipótese levantada por Cameli.

Mas a sapatada de sapato com salto alto bico fino veio da deputada federal Mara Rocha (PSDB), ao avisar que ninguém tira a candidatura do Minoru, que tem para isso apoio da bancada federal do PSDB, e alertou ao Gladson que, ele pode se filiar, mas se manobrar para mexer na candidatura do Minoru, ela reassume a presidência do PSDB (está licenciada) e pede sua expulsão do partido.

lu

 

Na outra ponta da confusão o vice-governador Major Rocha teve que intervir para acalmar os pitbulls tucanos, que estavam numa guerra nas redes sociais, alertando ao governador, dizendo que ninguém tira o Minoru da disputa da prefeitura da capital.

Quem pintar outro quadro que não seja o de uma grande confusão tem nariz de Pinóquio. O PSDB pode virar num palco de disputas internas. Repetindo a novela do PROGRESSISTAS, cujos capítulos todos assistiram.

POLÍTICA  E  PRUDÊNCIA

A boa política está na arte de cultivar a prudência, diz um velho ditado. Antes de se tomar uma decisão há que se analisar sempre o pró e os contra. Dentro deste quadro belicoso nos tucanos, o Gladson Cameli deveria pensar e repensar antes de uma decisão antes de tomar.

NÃO TERIA BOM DESFECHO

Uma intervenção do diretório nacional na executiva regional e municipal para ele assumir o comando total do PSDB, está longe de ser o ideal. Como são diretórios eleitos, e existe jurisprudência, o caso seria judicializado e a intervenção cairia por terra. Daria uma briga.

O DILEMA DO GLADSON

Esta confusão vai deixar o governador Gladson num brutal de um dilema: se entrar no PSDB chega sabendo que, vai ter que enfrentar uma briga feroz para remover a candidatura do Minoru Kinpara (PSDB) à PMRB, consolidada, e a substituir pela da prefeita Socorro Neri.

FORA DE COGITAÇÃO

E também está fora de cogitação conseguir convencer o Minoru a ser o vice numa chapa encabeçada pela prefeita Socorro Neri. Primeiro que o Minoru já disse que não aceitará. E segundo porque a deputada federal Mara Rocha (PSDB) e o seu grupo também rejeitam.

NEM POR BRINCADEIRA

Falei ontem com dirigentes do MDB sobre o boatos que corria de que o deputado Roberto Duarte (MDB) poderia ser um vice da prefeita Socorro Neri, numa composição, com a benção do Gladson. Com todos com os quais conversei a resposta foi do tipo “nem por brincadeira”.

SITUAÇÃO É CLARA

A situação é bem clara. A filiação do governador Gladson ao PSDB não é rejeitada, desde que venha para somar na candidatura do Minoru a prefeito de Rio Branco. Mas se vier com o apoio à prefeita Socorro Neri na cabeça, melhor desistir da filiação, porque vai enfrentar confusão.

“ULYSSES É UM OPORTUNISTA”

A frase acima foi dita ontem ao BLOG pelo vice-governador Major Rocha (PSL) sobre a postagem do Coronel Ulysses Araújo, se colocando à disposição para ser o candidato do partido a prefeito de Rio Branco. Rocha descartou qualquer possibilidade disso acontecer.

SEM CONFUSÃO

Não estou impondo o meu nome, mas o colocando à disposição do partido, porque acho que uma sigla como o PSL, que teve candidato a governador, tem de ter candidato para a PMRB. Foi a explicação ao BLOG. Mas ressaltou que, acatará a decisão que vier do PSL a respeito.

NÃO VAI ACUSAR O GOLPE

Sobre a confusão no PSDB com o anúncio da entrada do governador Gladson, o vice-governador Rocha (PSL) disse que, embora não seja do partido não seria contra, mas considera um erro se a entrada for com a intenção de detonar a candidatura do Minoru (PSDB) à PMRB.

TEORIA DA CONSPIRAÇÃO

Estão atribuindo nos bastidores toda esta confusão ao senador Márcio Bittar, e que estaria por trás da entrada do Gladson Cameli no PSDB, e da ideia de detonar a candidatura do Minoru, com o objetivo de enfraquecer politicamente o grupo dos Rochas – Mara e Major Rocha.

NEGA AS INICIATIVAS

Ouvi ontem o senador Márcio Bittar (MDB) a respeito de toda esta boataria o colocando como o articulador. “Estão me dando um poder que não tenho”, reagiu com ironia ao BLOG. Não negou que conversou com o Gladson, mas não para articular a manobra do PSDB.

ESTÁ DESCONFORTÁVEL

Uma coisa o senador Márcio Bittar (MDB) não pode negar, por ser evidente: o seu claro desconforto dentro do MDB, onde não conseguiu ter um papel de um protagonista.

SAPATEANDO EM BRASA

De quem não se consegue arrancar uma posição além da de que o Gladson Cameli será bem vindo no PSD, é do presidente da executiva regional, Correinha. Quando se fala de tirar a candidatura do Minoru, fica sapateando descalço na brasa, e diz não estar em discussão.

ROSAS OU JASMINS

O Manoel Pedro, o Correinha, que é secretário de cultura no governo do Gladson, e presidente do PSDB, deverá ir ao aeroporto recebê-lo e lhe dar boas vindas pelo PSD. A dúvida é sobre quais flores levará: Rosas ou Jasmins. Mas não passará no fundo de um ato litúrgico.

SEMANA FATAL

A semana que entra poderá ser fatal para o futuro político do prefeito de Cruzeiro do Sul, Ilderlei Cordeiro, caso entre em pauta seu julgamento. Mantida a cassação está fora do páreo. Talvez por estar nesta dependência é que, ele tem se omitido em falar sobre sua candidatura.

PRUDENTE

O deputado Edvaldo Magalhães (PCdoB) tem sido prudente sobre com que partido os comunistas vão estar no palanque na eleição municipal deste ano, na capital. Antes quer ver quem serão os parceiros de campanha, para não sair um casamento de sucuri com jacaré-açu.

NÃO ESTÁ NA CONTA

O prefeito de Senador Guiomard, André Maia, não está na contabilidade do MDB como um dos candidatos favoritos a ganhar a eleição para a prefeitura. Está na contabilidade dos chamados meia-boca, que por estar no poder pode até ganhar, mas não entra como favorito.

PARADA DIFÍCIL

Quando se ouve até de dirigente do seu próprio partido de que o prefeito Gedeon Barros (PSDB) vai ter uma parada indigesta para derrotar o candidato a prefeito de Plácido de Castro do MDB, Francisco Tavares, é porque a situação para o atual gestor não é um mar de rosas.

NÃO ARRISCO NADA

Perguntaram ontem se eu achava se o Gladson Cameli se filiaria ou não no PSDB, depois de toda esta confusão que está gerando. Minha resposta: – de Gladson, só quem entende, é o próprio Gladson. Qualquer previsão que se fizer corre o risco de ir por águas abaixo.

SOBRE A ELEIÇÃO

Agora, sobre a eleição, não vejo como provável nenhuma mexida no atual cenário, que não seja das candidaturas dos partidos tradicionais mantidas: Socorro Neri (PSB), Minoru Kinpara (PSDB), Tião Bocalom (PROGRESSISTAS), Roberto Duarte (MDB). Estão todas solidificadas.

FRASE MARCANTE

“O que é verdadeiramente imoral é ter desistido de si mesmo”. Clarice Lispector.

Continuar lendo

Destaque 2

Mortes e novos casos de Covid-19 ascendem no Acre, que chega a 18.393 e 480 óbitos

Publicado

em

O Acre vem registrando um aumento significativo de novos casos de infecção pelo novo coronavírus no decorrer dessa semana. Nesta sexta-feira, 24, o boletim apresentado pela secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre) mostra que a Covid-19 vem seguindo firme no estado. Foram registrados 236 novos casos nas últimas 24 horas e mais 6 óbitos por complicações da doença.

Agora, o total de infectados pelo coronavírus em todo o Acre contabiliza oficialmente 18.393 pessoas. O aumento de 6 vítimas fatais nas últimas 24 horas é referente a 1 pessoa do sexo masculino e 5 do sexo feminino, com idades entre 48 e 94 anos.

Entre as novas mortes registradas, 1 é de Rio Branco, 1 de Epitaciolândia, 1 de Xapuri, 1 de Acrelândia e 2 de Cruzeiro do Sul, fazendo com que o número de óbitos suba de 474 para 480, em todo o estado.

Nessa quinta-feira, 23, Tarauacá se tornou a terceira cidade acreana a somar mais de mil contaminados por Covid-19, chegando a 1021 pessoas confirmadas até o boletim de ontem. Foi ontem também que o Acre ultrapassou a marca dos 18 mil infectados pelos vírus.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas