Conecte-se agora

Obras inacabadas do Governo petista dão discurso para a oposição

Publicado

em

Na minha opinião, uma gestão pública deve priorizar aquilo que é mais importante para a população. Mas, infelizmente, não é isso que sempre acontece. O atual Governo do PT parece não entender que o melhor caminho para uma gestão bem sucedida é fazer o “feijão com arroz”, ou seja, o simples. Algumas obras essenciais para a infraestrutura e o desenvolvimento social do Estado não têm sido concluídas nos prazos previstos. Se existe falta de recursos federal acredito que deveriam ser continuadas com o caixa próprio. Por exemplo, a UPA de Cruzeiro do Sul, segundo a placa em frente a obra, deveria ter sido entregue em julho de 2016, como está escrito na placa (veja a foto). E se não me engano estamos em setembro de 2018. No entanto, ainda não está pronta. Portanto, um atraso de mais de dois anos de uma unidade de saúde essencial para a região do Juruá. Os mesmos problemas aparecem no Pronto Socorro de Rio Branco que se arrasta sem ser concluído há muitos anos. O Hospital de Brasiléia que teve uma parte inaugurada recentemente já apresentou problemas de goteiras, segundo várias matérias publicadas pela imprensa. Em compensação o famigerado Lago do Amor, próximo a um dos bairros da elite, na Capital, já está inaugurado. E em breve teremos o Museu dos Povos, que vai custar mais de 30 milhões de reais aos cofres públicos. Não que essas obras não sejam importantes para o embelezamento, a cultura e o turismo do Acre, mas acho que a ordem de prioridades está invertida. Em relação a prefeitura de Rio Branco até pouco tempo administrada pelo PT, o Shopping Popular, onde já se investiu um caminhão de dinheiro, está longe de ser concluído. Então, obviamente que tudo isso se transforma em discurso para os candidatos de oposição. Se não queriam que isso acontecesse deveriam ter elegido as prioridades, ou não?

Manutenção falha
Mas vamos adiante. Estive esses dias no Juruá. Encontrei a estrada que liga Cruzeiro do Sul a Mâncio Lima, construída pelo ex-governador Nabor Júnior, há mais de 30 anos, em estado lastimável. As rampas de acesso à balsa que faz a travessia de Rodrigues Alves para a Variante em péssima situação. Nos dois casos existem sinais evidente de riscos para os usuários.

Bom senso
Tanto no caso da estrada de Mâncio Lima quanto nas rampas da balsa de Rodrigues Alves os investimentos para as melhorias não seriam altos. A estrada tem uma base firme que precisa de um simples recapeamento e os acessos à balsa mais mão de obra do que recursos de insumos. Então por quê não fazem essa manutenção que deixa parte dos moradores do Juruá indignado?

Peregrinação
Por outro lado, assisti um desfile de candidatos de todos os níveis em busca de votos na região do Juruá. Estiveram postulantes a deputado federal e estadual e a chapa majoritária da FPA que andou pelos municípios. Devem ter percebido a situação das rampas para a balsa e da estrada de Mâncio Lima porque transitaram por ali.

Correndo atrás
Dos candidatos ao Senado vi o Jorge Viana (PT), o Ney Amorim (PT) e o Minoru Kinpara (Rede) fazendo visitas no Juruá. Os postulantes à ALEAC Lourival Marques (PT), Jonas Lima (PT), Joza da Farmácia (Podemos), Nicolau Júnior (Progressistas), Maria Antônia (PROS), Manoel Moraes (PSB) e Antônia Sales (MDB) foram alguns que encontrei com campanha forte na região.

Voto a voto
Na semana passada, o Gladson Cameli (Progressistas) que disputa o Governo, fez algumas grandes carreatas no Juruá. Neste final de semana foi a vez de Marcus Alexandre (PT) caminhar pelas ruas dos municípios da região. Numa campanha curta cada dia, cada hora, cada minuto, cada segundo, são essenciais para quem não quer viajar para Manacapuru.

Pesquisa
Aguardo a pesquisa do Instituto Data Control que deverá sair nesta terça, 18. Pelos novos números poderemos ter uma noção se vai haver ou não um segundo turno nas eleições ao Governo. Também veremos a tendência dos eleitores na escolha do próximo governador. Dependendo das porcentagens cada um deles terá que reinventar as suas estratégias. Não sinto clima para grandes viradas faltando 20 dias para as eleições.

Debates
Estão marcados, pelas minhas informações, apenas dois debates televisivos com os candidatos ao Governo. Não acredito que sejam um fator determinante para o resultado das eleições no Acre. Mesmo porque o “povão” não entende muito de questões técnicas que devem ser apresentadas pelos candidatos. Na minha avaliação, sairá vencedor quem falar com o coração.

Emboloado
Essa expressão acreana traduz o quadro das eleições presidenciais. Lula (PT) conseguiu transferir parte dos votos para o seu candidato Fernando Haddad (PT) que já aparece em segundo lugar nas pesquisas. Mas está tecnicamente empatado, segundo o DataFolha, com Ciro Gomes (PDT), Marina Silva (Rede) e Geraldo Alckmin (PSDB). A reta final dessa disputa promete emoções fortes.

Esperando Godot
Por outro lado, Jair Bolsonaro (PSL) lidera a corrida presidencial. Mas tem uma rejeição enorme. Acredito que Bolsonaro irá para o segundo turno. Só resta saber quem será o seu adversário. Dependendo de quem disputar com ele o candidato do PSL terá chances reais de vencer. Explico os motivos. Até pouco tempo, antes de Bolsonaro levar uma facada, todas as projeções de segundo turno mostravam a sua derrota. As mais recentes pesquisas já mostram um empate técnico com os principais concorrentes. Se ficar um segundo turno entre Haddad e Bolsonaro o país viverá novamente um clima de divisão enorme. Tanto o PT quanto o PSL tem rejeições enormes. Tudo que o Brasil não precisa no momento é o final de uma eleição com o país dividido, mas parece que é exatamente isso que vai acontecer. Então, como em 2014, certamente a eleição não terminará ao final do segundo turno, o que é péssimo para a nossa economia e as possibilidades de um desenvolvimento social mais humanizado. Mas nessa questão quem manda é vossa excelência o eleitor e não adianta se estressar nem um lado e nem o outro.

Propaganda

Coluna do Nelson

MDB e PDSB devem travar uma “briga” intensa por secretário da ALEAC

Publicado

em

Continuar lendo

Coluna do Nelson

Depois de 20 anos, prefeitura de Cruzeiro terá a parceria do Governo

Publicado

em

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.