Conecte-se agora

Candidato Minoru Kinpara cumpre agenda em Sena Madureira

Publicado

em

O candidato ao Senado, Minoru Kinpara, participou na terça-feira, 4, de reunião com lideranças comunitárias de Sena Madureira. O objetivo do encontro foi ouvir os anseios dos moradores e pactuar políticas públicas para a região. Essa foi mais uma oportunidade para Minoru Kinpara apresentar suas propostas voltadas para educação, saúde, segurança pública, valorização do esporte e da cultura e também para a geração de emprego e renda no Estado.

Para o professor Nilson Lopes Feitosa, a campanha tem um lado bom, “que é aproximar as pessoas em prol do bem comum da sociedade”. Feitosa destaca que tem andado pelos seringais do rio Yaco e levado o nome do ex-reitor da Ufac para as comunidades. Já o morador do Segundo Distrito de Sena Madureira, Carlos Alberto da Silva, ressalta que resolveu apoiar a candidatura de Minoru Kinpara por confiar em suas propostas. “Por acreditar na sua origem, no seu trabalho na Ufac é que considero o melhor nome para o Senado”, frisa.

Sena Madureira compõe a microrregião do Purus, juntamente, com Manoel Urbano e Santa Rosa. Distante 143 km de Rio Branco, a cidade tem uma população formada por 45.177 pessoas, conforme dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

No município, 46,3% da população vive com até meio salário mínimo. “É necessário repensar nossas políticas públicas e combatermos essas distorções sociais. E isso só é possível quando compreendemos que toda mudança é mediada por uma decisão política.

Mais do que o voto, eu quero ter a oportunidade de fazer mudanças e de servir à população do meu Estado”, destacou, o candidato Minoru Kinpara para uma plateia formada por moradores dos bairros Niterói e São Francisco, do Segundo Distrito de Sena Madureira.

Propaganda

Acre

Coronel assume subcomando geral do Corpo de Bombeiros no Acre

Publicado

em

O Coronel Charles da Silva Santos assume oficialmente nesta quarta-feira, 21, como subcomandante geral do Corpo de Bombeiros Militar no Acre. A nomeação foi publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) de hoje. De acordo com o órgão, Santos estava há oito meses como Coordenador Estadual do Fundo de Segurança Pública e Coordenador Operacional do CIOSP da Secretaria de Estado e da Segurança Pública. Ele já foi Comandante Operacional de Rio Branco e do interior e chefiou o gabinete do Comandante-geral.

O novo subcomandante é bacharel em Ciências Contábeis, com pós-graduação em administração pública e Segurança pública. Agora, irá conduzir a corporação ao lado do comandante-geral, Coronel Carlos Batista.

Coronel Charles garante que está preparado para a nova missão. “Darei irrestrito apoio as demandas do Comandante-geral e consequentemente da corporação. Junto com os Oficiais, praças e funcionários civis, faremos uma administração boa para todos, visando nosso público mais importante que é a comunidade acreana”, disse o novo Subcomandante.

Com informações da Assessoria

Continuar lendo

Acre

Gladson Cameli torna sem efeito promoções de PM’s e Bombeiros

Publicado

em

Após a reportagem do ac24horas, na qual o Ministério Público do Acre (MPAC) recomendava a revogação das promoções de agentes da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros do Acre pelo cometimento de ato improbidade administrativa, o governador Gladson Cameli (Progressistas) acatou a recomendação do Ministério Público e tornou sem efeito o Decreto nº 3.161, na manhã desta quarta-feira, 21, por meio do Diário Oficial do Estado do Acre (DOE).

RELEMBRE O CASO – Em suma, o MPAC pedia a revogação das promoções de agentes da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros do Acre e advertia ainda da necessidade de readequação dos gastos com pessoal, uma vez que tal decisão gera impacto nas contas públicas. O MPAC havia estipulado um prazo de 15 dias para manifestação do governador.

Tal decisão, infligiu a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) e desconsiderou o que prevê o Artigo 12 do Decreto nº 114/1975, no qual determina que as decisões envolvendo promoções devem se dá “mediante proposta do Comandante Geral da Corporação, ouvido o Estado Maior do Exército, através da IGPM”. Gladson descumpriu e ignorou tal determinação.

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.