Conecte-se agora

Gladson diz que não haverá demissões em seu eventual governo e destaca agronegócio

Publicado

em

O quinto e último entrevistado na sabatina do ac24horas nesta sexta-feira, 24, foi o candidato do Progressistas ao governo do Acre, Gladson Cameli.

Ele foi perguntado sobre temas como educação, economia, saúde, segurança, infraestrutura e agricultura.

Gladson começou respondendo sobre segurança pública. O candidato disse que o problema não é só do governo federal, mas também do Estado.

Até 2022, final do próximo governo, 850 policiais militares entrarão na reserva. Gladson falou em novas contratações e investimentos. Ele criticou a destinação de mais recursos na atual gestão para a mídia governista do que para a Polícia Militar.

“Não vou aceitar pagar muito mais pra mídia do que pra polícia que nos protege.”

Cameli diz que é preciso enxugar a máquina, melhorar a gestão e diminuir o Estado para investir em mais Segurança.

O progressiva acrescentou que é preciso cortar os cargos com altos salários, os chamados “marajás”.
“Eu vou fazer o enxugamento. O que vamos fazer é cortar cargos dos marajás (que ganham quase R$ 20 mil), das pessoas que não dão um prego na barra de sabão.”

Saúde

O candidato afirmou que vai tentar encontrar um remédio jurídico para não demitir ninguém do Pró-Saúde. “Vamos achar uma forma. Não vou demitir ninguém do Pró-Saúde, pois são pais de família. Para isso nós vamos achar uma forma jurídica para resolver essa situação.”

Para Cameli, parte do caos na Saúde é resultado do “dinheiro mal administrado”.

“É não dar continuidade no exemplo do PT que está aí. Ou tem falta de gestão ou roubo. A situação da nossa saúde, nós vamos ter recomeçar ela”, salientou.

Educação

“Eu vou preparar todo o recurso que eu preciso para construir escolas de tempo integral, para isso eu vou contar com recursos federais e recursos de emendas de bancada”, disse Cameli ao afirmar que seu plano de governo prevê a construção de unidades escolares em tempo integral.

O senador afirmou ainda, ao falar sobre o tema, que pretende promover convênios com a Universidade Federal do Acre, especialmente para a a educação no interior.

“Pretendo fazer convênio com a Ufac para que possamos em parceria com a universidade dar condições de estudo para os nossos jovens principalmente no interior.”

Economia e gestão

“Falta gestão”. Essa foi a frase mais repetida por Gladson Cameli na sabatina. Ele acha que o grande problema do Estado é a incompetência administrativa.

Cameli elege como seus principais objetivos para alavancar a economia local o “fortalecimento do agronegócio e a pecuária.”

Para Cameli, a política “socialista” do PT implantada no Acre há 20 anos não deu certo.

“Nós vamos respeitar o novo Código Florestal. Não vamos desmatar. Vamos dar continuidade ao que está dando certo, mas vamos criar emprego. O Estado tem que parar de ser o empregador. O Estado tem que incentivar as empresas”, disse.

Cotado como favorito na disputa, o candidato do Progressistas disse que não tem ninguém previamente escolhido para ser secretário de seu eventual governo.

“Não me comprometi com” ninguém. Eu quero colocar pessoas certas no lugar certo.”

Falta de transparência e cutucada em adversários

O senador lamentou a falta de transparência da atual gestão do governo de Sebastião Viana. “O site de transparência não é tão transparente assim. O dinheiro não é do governador.”

Os adversários de Gladson Cameli costumam dizer que o candidato não tem experiência em administração no Executivo, porém para o progressista isso não é problema.

Em uma clara cutucada em seu adversário Marcus Viana, Cameli afirmou que o que não quer é ter a “experiência” de receber a Polícia Federal em sua casa.

“Eu não quero a experiência do PT, de ter a Polícia Federal batendo na minha porta de manhã.”

“O Estado já está quebrado. Só em empréstimo pegaram mais de R$ 700 milhões. Quem vai recuperar o Estado serei eu. E eu sei o tamanho do abacaxi”, concluiu.

video

Propaganda

Cotidiano

Prefeitura lança editais para concursos de Blocos e Realeza do Carnaval 2020

Publicado

em

A Prefeitura de Rio Branco, por meio da Fundação Municipal de Cultura, Esporte e Lazer Garibaldi Brasil (FGB), lança nesta terça-feira, 21, os editais para o Concurso de Blocos com Bateria e Escolha da Realeza do Carnaval 2020.

As inscrições para os dois eventos ficam abertas até 13 de fevereiro, e podem ser feitas na sede da FGB, localizada na Rua Luiz Z. da Silva, 499 – Manoel Julião. Os documentos estão disponíveis no Diário Oficial e no site pmrb.ac.gov.br.

Para o concurso de blocos, podem participar os grupos tradicionais de bateria de Rio Branco. O edital pede que os grupos tenham no mínimo 30 ritmistas e 100 brincantes, comissão de frente a partir de dez pessoas, uma alegoria, rainha de bateria e porta estandarte. Ainda devem apresentar-se com abadás que os identifiquem, podendo também usar faixas, bandeiras e similares que caracterizem e identifiquem o bloco.

O desfile oficial dos blocos será no dia 25 de fevereiro de 2020, a partir das 19h, na Avenida Epaminondas Jácome, entre o Novo Mercado Velho e a Ponte Cel. Sebastião Dantas. A comissão julgadora será composta por sete integrantes da sociedade civil, indicados pelos representantes dos blocos, e designados pela FGB. Os quatro primeiros lugares receberão premiação em troféu e dinheiro, sendo R$ 5 mil para o 1º lugar, R$ 4 mil para o segundo, R$ 3 mil para o terceiro e R$ 2 mil para o quarto.

Já a Escolha da Realeza do Carnaval 2020 é dividida em quatro categorias: Rei Momo, Rainha Trans, Rainha Gay e Rainha do Carnaval.

O concurso será no dia 21 de fevereiro, às 19h, no Novo Mercado Velho. A comissão julgadora avaliará o desempenho de cada candidato nos seguintes quesitos: samba, simpatia, comunicação, beleza plástica e fantasia.

Os três primeiros colocados ganharão troféus e valor em dinheiro, sendo R$ 3,5 para o primeiro lugar, R$ 2 mil para o segundo e R$ 1 mil para o terceiro.

“A prefeita Socorro Neri reconhece o Carnaval como uma das maiores expressões da cultura popular brasileira, por isso, entende a importância de realizar a festa na cidade, valorizando grupos tradicionais, de folguedos e artistas em geral da nossa capital. Além de tudo, a festividade ainda promove a economia criativa. A ideia é que seja um Carnaval para toda a família rio-branquense, com atividades para pessoas de todas as idades, com muita felicidade, paz e segurança”, destaca o presidente da FGB, Sérgio de Carvalho.

Continuar lendo

Destaque 3

Onda de violência em Rio Branco altera funcionamento de unidade de saúde e até igrejas

Publicado

em

A onda de violência que amedronta a população de Rio Branco tem influenciado até no funcionamento de unidades de saúde.

É o caso da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Cidade do Povo, onde após a morte de um homem na entrada do local e diversas ameaças, os servidores cruzaram os braços e disseram que só retornam ao trabalho com a garantia de segurança.

Na manhã desta segunda-feira, 20, os profissionais que prestam serviço na UPA cruzaram os braços e foram até a delegacia para registrar um boletim relatando a falta de condições de trabalho por conta da insegurança.

Apesar de negar que haja alguma relação, a onda de violência chega junto com a mudança de horário do culto de celebração na Catedral da Igreja Batista do Bosque (IBB). Com capacidade para cerca de 5 mil pessoas, a Catedral é o maior templo religioso de Rio Branco. O culto aos domingos a partir do dia 2 de fevereiro terá início às 18 horas.

Uma fonte do ac24horas afirmou que a mudança é resultado da onda de violência. Quanto mais tarde começa, mais tarde termina e maior é o perigo de quem sai do culto para sua residência, principalmente os que dependem do transporte público.

Consultado, o Pastor Agostinho, líder da IBB, preferiu a diplomacia e não quis entrar em polêmica. Afirmou que a alteração no horário era um projeto antigo da igreja que será colocado em prática agora no início do ano. “É pelo conforto da igreja. Começando às 18 horas, o culto termina mais cedo e as pessoas têm mais tempo de jantar com suas famílias, ir ao shopping, aproveitar o resto de domingo”, disse, por meio da assessoria da IBB.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required
Propaganda
Propaganda

Mais lidas