Conecte-se agora

Em sabatina no ac24horas, Coronel Ulysses fala em construir 26 colégios militares

Publicado

em

O candidato a governador pelo PSL, Coronel Ulysses Araújo, foi o primeiro dos concorrentes ao Palácio Rio Branco a ser sabatinado ao vivo pelo ac24horas na noite desta segunda-feira, 20.

A sabatina começou às 19h30. Durante uma hora, os jornalistas Fábio Pontes, Luiz Carlos Moreira Jorge e Nelson Liano Junior, do ac24horas, fizeram perguntas diversas e sobre o plano de governo do candidato para as áreas de educação, saúde, agricultura, infraestrutura, habitação, segurança e economia.

O primeiro tema perguntado ao candidato pelos jornalistas foi sobre segurança pública. Ulysses reforçou que seu plano de governo prevê a contratação de dois mil novos policiais.

O candidato reforçou que está preparado para cuidar do setor da segurança e defendeu a “privatização interna” do presídio estadual.

“Falta estrutura, falta um comando único. São sete secretarias para cuidar de um setor. A responsabilidade da vida das pessoas é do governador”, salientou.

Ulysses disse que é “plenamente de acordo com o armamento”, pois ninguém pode agir em legítima defesa com “beijinho” e flor”. “Quando a população de bem possui uma arma isso diminui a violência”, reforça.

Saúde

Ulysses prometeu que vai recontratar os demitidos do Pró-Saúde pelo governo de Sebastião Viana e falou em contratar mais médicos, biomédicos, enfermeiros e técnicos para a Saúde pública do Acre.

“Vamos ajudar os municípios para que essa falha seja corrigida e colocar em funcionamento o hospital de Brasiléia.”

“O que se gasta com Saúde no nosso país é o mesmo que se gasta em países de primeiro mundo”, lembrou Ulysses.

Educação

O candidato do PSL falou em implantar no Acre o “Universidade Aberta” e afirmou que o atual governo não executa o programa no Acre por não ter interesse.

O Coronel falou em implantar 26 colégios militares e afirmou que vai devolver a autoridade aos professores dentro de sala de aula.

“Hoje nós temos professores sendo ameaçados dentro das salas de aula. Queremos devolver a autoridade aos professores. Tirar de dentro das escolas o comunismo, essa questão de partidos. Tirar de dentro das escolas o sexualismo.”

Economia

O candidato do PSL salientou que vai “incentivar linhas de créditos e desburocratizar as linhas de créditos” para ajudar o homem do campo.

Destacou ainda que seu plano de governo sugere a implantação de tecnologia de Israel para a produção agrícola “como consta no plano de Bolsonaro”.

“O agronegócio é o que pode resolver a situação econômica do nosso país. É o maior produtor de grãos. O Acre está na contramão do Brasil, do desenvolvimento.”

Ulysses disse ainda que o Acre não pode continuar sobrevivendo da economia do contracheque.

“Não podemos depender do governo. Nosso Estado é um avião que está prestes a cair.”

Relação com o atual governo, opiniões sobre Gladson e Marcus

O militar afirmou, ao ser perguntado, que nunca desistiu de sua candidatura. Ele voltou a dizer que sua equipe teve conversas com assessores de Gladson, mas sem acordos.

“Não houve desistência. Nunca houve desistência. O conteúdo programático não bate. Nós temos um candidato que está com Alckmin e nós estamos com Bolsonaro.”

Ulysses criticou de forma veemente o governo do PT do Acre ao dizer que “o comunismo trouxe o nosso estado para a pobreza”.

Ulysses confirmou que tem uma empresa que presta serviços de segurança para o governo do Acre, porém tudo na legalidade.

“Nós temos sim uma empresa. É uma empresa legalmente constituída, que participa de licitações. Uma empresa com mais de mil empregos. Não tenho rabo preso com o PT e com ninguém desse governo.”

Ulysses não poupou críticas aos seus opositores Gladson Cameli e Marcus Viana. “Nenhum dos dois representa novidade. Os dois representam a velha política”, disse.

Ele também falou em reduzir o número de secretarias de 37 para 08 e diminuir em 70% a quantidade de cargos em comissão.

Essa é a primeira sabatina com candidatos majoritários do Acre na internet.

A ordem das sabatinas após sorteio ficou da seguinte forma:

-Segunda-feira, 20/08: Cel. Ulysses – PSL
-Terça-feira, 21/08: Marcus Alexandre – PT
-Quarta-feira, 22/08: David Hall – Avante
-Quinta-feira, 23/08: Janaína Furtado – Rede
-Sexta-feira, 24/08: Gladson Cameli – PP

video

Propaganda

Cotidiano

Fiscais que aplicariam provas do concurso à tarde cobram pagamento da FUNDAPE

Publicado

em

Como se não bastasse a série de problemas ocasionados com o cancelamento do concurso público da Secretaria Municipal de Educação (SEME) aos mais de 20 mil inscritos na prefeitura de Rio Branco, um novo impasse foi gerado após anúncio da anulação das provas. Os fiscais de sala que iriam aplicar as provas na tarde deste domingo, 17, alegam que a Fundação de Apoio e Desenvolvimento ao Ensino e Pesquisa e Extensão (FUNDAPE), empresa contratada para realização do certame, estão se negando a pagar a diária aos aplicadores, no valor de R$ 80.

Segundo um dos fiscais que estava lotado no Instituto Federal do Acre (Ifac), que preferiu não se identificar, mesmo que eles não tenham mais que aplicar o certame na tarde de hoje, houve um encontro preparatório na última quarta-feira, dia 13, em que eles tiveram que gastar com o descolamento e ainda disponibilizar tempo para a reunião. “Estávamos todos presentes no horário combinado”, afirma um dos fiscais.

Até mesmo os funcionários da limpeza, cuja a empresa se comprometeu em pagar a diária no dia do certame, também não sabem mais se irão receber. “O pessoal da limpeza chegou bem cedo aos locais de prova. Resolveram que não vão pagar”, ressalta o denunciante.

A secretaria municipal de Educação confirmou no início da tarde o cancelamento do concurso, que seria destinado à contratação de mais de 500 profissionais. As provas que seriam aplicadas na tarde foram anuladas.

Segundo o secretário Moisés Diniz, a prefeitura irá divulgar no decorrer da próxima semana uma nova data para o concurso da Educação.

Continuar lendo

Destaque 2

Concurso cancelado! Prefeitura anuncia anulação de provas da secretaria de Educação

Publicado

em

O secretário municipal de Educação, Moisés Diniz, acaba de confirmar ao ac24horas o cancelamento do concurso referente à SEME e que seria destinado à contratação de mais de 500 profissionais. As provas que seriam aplicadas na tarde deste domingo, 17, consequentemente, serão anuladas.

A prefeitura de Rio Branco está preparando uma nota de esclarecimento para tratar do cancelamento do concurso e das denúncias que indicam suspeita de fraude no certame.

Segundo Diniz, a prefeitura irá divulgar no decorrer da próxima semana uma nova data para o concurso da Educação.

As situações que resultaram no cancelamento do concurso foram divulgadas pelos próprios candidatos que se sentiram prejudicados diante de troca de provas, provas fora de malotes lacrados, uso de celulares em sala e até leitura da prova em dupla.

Equipes da prefeitura de Rio Branco e da Fundação de Apoio e Desenvolvimento ao Ensino e Pesquisa e Extensão (FUNDAPE) marcaram uma reunião de urgência na manhã deste domingo para averiguar as denúncias de fraude. A decisão foi o cancelamento das provas.

O concurso iria prover cerca de 521 vagas para os níveis fundamental, médio e superior, com salários de até R$ 3.447,35. As vagas foram destinadas para Professor da Educação Infantil (Pré-Escola), Professor do Ensino Fundamental (1º ao 5º ano), Professor da Educação Especial (Mediador, Bilíngue e Libras), Nutricionista, Cuidador Pessoal e Motorista.

*Nota de Esclarecimento*

A Prefeitura Municipal de Rio Branco informa que ao tomar conhecimento sobre problemas ocorridos na manhã de hoje, durante a aplicação das provas do concurso público da educação municipal, reuniu com a Fundação de Apoio e Desenvolvimento ao Ensino, Pesquisa e Extensão Universitária no Acre (Fundape), instituição responsável pela organização e realização do concurso.

Em razão das falhas detectadas pela Fundape, a Comissão Organizadora do Concurso decidiu pela anulação das provas do turno da manhã e o cancelamento das que seriam aplicadas no turno da tarde. Novos exames serão realizados em data que será divulgada em breve.

A Prefeitura de Rio Branco lamenta pelo transtorno aos candidatos e reafirma seu compromisso com a lisura deste concurso.

*Prefeitura Municipal de Rio Branco*

*Diretoria de Comunicação*

*Rio Branco, 17 de novembro de 2019*

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.