Conecte-se agora

Sabe o caminho que as hortaliças percorrem até chegar a sua mesa? o videomaker do ac24horas mostra para você

Publicado

em

Em busca de garantir o sustento, famílias madrugam todos os dias para levar as hortaliças fresquinhas para as feiras e mercados de Rio Branco. Mesmo sem apoio técnico, mas com uma vontade danada de trabalhar, essas pessoas enfrentam todos os tipos de adversidades. O videomaker do ac24horas, Kennedy Santos, mostra como é levar o alimento até o consumidor.

Propaganda

Destaque 2

Realidade do Pré-Sal frustra tentativa de tapar rombo da Previdência do Acre

Publicado

em

Havia uma  expectativa  que a parte que caberia ao Acre da  cessão onerosa do Pré-Sal seria capaz de tapar o buraco previdenciário e sobraria dinheiro  para os investimentos que o Acre tanto anseia. A realidade, no entanto, frustrou a expectativa em todos os sentidos, já que no acumulado de  2019 o déficit previdenciário alcançou R$ 480 milhões e a parte do Acre no rateio do Pré-Sal ficou em R$ 152 milhões, R$ 199,2 milhões a menos. 

Esses dados são oficiais. O primeiro, partilhado com o ac24horas diretamente pelo presidente  do Instituto de Previdência do Estado do Acre (ACREPREVIDÊNCIA), Francisco de Assis, advogado especialista em Direito Previdenciário. O segundo, obtido junto à Câmara dos Deputados pelo portal Poder 360. 

Esse valor de R$ 480 milhões é a boa notícia. A má é que Francisco de Assis prevê que 2019 se encerrará com rombo de R$ 613 milhões, buraco que, mesmo gigantesco, só crescerá. Em 2022, será de R$ 808 milhões. 

O consolo é que o Acre não está sozinho.  Maranhão, Mato Grosso, Rondônia e Tocantins também se beneficiariam com o rateio anterior, conseguindo usar o dinheiro para quitar despesas previdenciárias e ainda investir em melhorias para a população,  segundo o Poder 360. No entanto, desses Estados, apenas Mato Grosso e Rondônia ficarão no azul, com R$ 327,2 milhões e 136,4 milhões de saldo positivo, respectivamente.

Antes do leilão, a estimativa era de uma arrecadação de R$ 106,6 bilhões, sendo que parte disso iria ser dividido entre Estados e municípios. No fim, o certame arrecadou R$ 70 bilhões, impactando diretamente a quantia a ser rateada entre os entes federativos. De R$ 10,9 bilhões a serem repassados, a conta acabou ficando em R$ 5,4 bilhões.

No panorama geral, apenas Amapá e Roraima estavam com as contas previdenciárias em dia. De resto, todos os outros 23 Estados da federação permanecem com sérias dificuldades nas contas públicas. O rateio aos municípios do Acre ao contrário vão sim favorecer as contas. 

O Governo do Acre leva à cabo  uma ousada e polêmica reforma previdenciária, alegando que sem as mudanças o Estado terá dificuldade de ampliar o quadro funcional no curto prazo e, mais adiante, não conseguirá pagar seus aposentados e pensionistas. 

Pressionado por movimentos sociais e deputados, o governador Gladson Cameli adiou para o próximo dia  26 a votação do texto da nova previdência acreana, o que foi tido como conquista pelos sindicalistas, pois acaba com a pressa pela aprovação da lei.  Uma guerra de retórica e discursos desenrolou-se nos últimos dias. O feriadão da Proclamação da República amainou os ânimos mas a semana promete. “Considerando que o déficit mensal é da ordem de R$ 45 milhões, a cessão onerosa do Pré-Sal, seja de R$150 milhões ou de R$ 300 milhões, está longe de resolver o problema financeiro da previdência dos servidores públicos do Estado do Acre. É claro que esse montante atenua a pressão sobre o Tesouro Estadual por 3 a 5 meses. Depois, o Tesouro Estadual terá que voltar aportar recursos no Fundo de Previdência Social”, alerta Francisco de Assis. 

Projeção do déficit previdenciário do Acre (2019-2022)

2019  – R$ 613 milhões 

2020  – R$ 621 milhões 

2021: –  R$ 710 milhões 

2022:  – R$ 808 milhões 

 

Continuar lendo

Destaque 2

Videomaker do ac24horas conta a história de Dona Delice, “a mulher do bolo”

Publicado

em

É da casa simples de madeira e número fácil de decorar, 076, que vamos mostrar a jeito tão conhecido que o brasileiro encontra para driblar a crise financeira que toma conta do país e consequentemente do Acre. O videomaker Kennedy Santos mostra a história de vida de Dona Delice, que com esse nome não poderia ser ligada a outra coisa que não fosse delícia culinária.

Assim como milhares de brasileiros pouco podem fazer com o pequeno salário, no caso dela, beneficiária, devido um acidente de trânsito, se vêem na obrigação, mesmo beirando os sessenta anos, de encontrar uma maneira de digna de sobreviver.

Sua história é parecida com a de outras 13 milhões de trabalhadores que hoje beiram o desespero por conta da falta de oportunidade no mercado de trabalho.

Ela acorda todos os dias bem mais cedo que a grande maioria dos moradores de sua rua, a Jorge Rivasplata. Seus doces, sacolés, sucos e o famoso bolo de pote, fazem dela uma espécie de celebridade da região. A mulher do bolo, como também é conhecida, fala com todos os moradores da região, que têm mais de cinco bairros.

Além de testemunhar a feitura das guloseimas, o ac24horas andou com ela nas ruas e até empurrou seu carinho, comprado com a venda dos produtos. É um vídeo que pode inspirar pessoas.

video

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.