Conecte-se agora

Jorge Viana começa a se articular nos bastidores mesmo sem apoio da cúpula do PT que prioriza Léo e Zen

Publicado

em

Destaque 6

Em ano bissexto, 2020 terá quase o dobro de feriados de 2019

Publicado

em

Por ser ano bissexto, com 366 dias, 2020 terá nove feriados nacionais prolongados, seja com datas que cairão em sextas e segundas, ou terças e quintas, passíveis de emendar com o fim de semana.

Assim sendo, perfeito para quem quer viajar, pois a quantidade de oportunidades de emendar é quase o dobro do que o brasileiro teve em 2019, com apenas cinco feriadões.

Todas as datas que caíram aos sábados ou domingos neste ano, no próximo serão ao longo da semana. É o caso dos feriados de Tiradentes (21 de abril), Independência (7 de setembro), Nossa Senhora Aparecida (12 de outubro), Finados (2 de novembro) e Proclamação da República (15 de novembro).

Em alguns estados e municípios, esse número pode ser ainda maior, com datas comemorativas regionais, como aniversários das cidades.

A primeira folga do próximo ano é o Carnaval, ponto facultativo, que cai numa terça-feira, 25 de fevereiro. É comum que as empresas deem descanso para os funcionários, mas há quem trabalhe na segunda-feira. O primeiro feriado do ano, 1º de janeiro, cai na quarta-feira. (HPB)

Veja a lista dos feriados nacionais de 2020:

25 de fevereiro (terça-feira) – Carnaval (ponto facultativo)

10 de abril (sexta-feira) – Paixão de Cristo

21 de abril (terça-feira) – Tiradentes

1º de Maio (sexta-feira) – Dia do Trabalhador

11 de junho (quinta-feira) – Corpus Christi (ponto facultativo)

7 de setembro (segunda-feira) – Dia da Independência

12 de Outubro (segunda-feira) – Dia de Nossa Senhora Aparecida

2 de novembro (segunda-feira) – Finados

25 de dezembro (sexta-feira) – Natal

Continuar lendo

Destaque 6

Ave da Amazônia brasileira emite o som mais alto do mundo

Publicado

em

Uma pesquisa publicada recentemente pelos pesquisadores Mario Cohn-Haft do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa) e Jeffrey Podos da Universidade de Massachusetts, em Amherst (EUA) mostrou que a araponga-da-amazônia (Procnias albus) emite os sons mais altos entre os animais. A pequena ave de cerca de 30 centímetros do bico à cauda e que pesa cerca de 220 gramas, aproximadamente do tamanho de um pombo-doméstico, vive no topo de montanhas da região Amazônica brasileira.

O artigo Extremely loud mating songs at close range in white bellbirds saiu na revista científica Current Biology. Conforme o estudo, os sons mais altos são emitidos pelos machos durante o acasalamento, e podem atingir 125 decibéis (dB), mais alto que o de uma britadeira, e pode ser ouvido a mais de 1,5 Km na floresta. A façanha da araponga-da-amazônia entrou para o Livro dos Recordes como o canto mais alto entre os pássaros.

 

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.