Conecte-se agora

Brasil e Bolívia negociam tratado para integração elétrica; cooperação deve ser firmado até março de 2019

Publicado

em

Os governos do Brasil e da Bolívia negociam alternativas de aproveitamento do potencial hidrelétrico ao menor custo, com menos impactos socioambientais e mais efeitos socioeconômicos positivos, de tal forma que a energia gerada possa ser destinada ao território brasileiro. Os acordos ainda estão em fase de negociações.

Inicialmente, a disposição é para definir um tratado binacional, com bases legais e segurança jurídica, para uma integração elétrica de grande porte entre o Brasil e a Bolívia. A expectativa é fechar os termos de cooperação até março de 2019.

No último dia 5, técnicos brasileiros e bolivianos se reuniram, em Santa Cruz de la Sierra (Bolívia), no Comitê Técnico Bilateral Brasil-Bolívia em matéria energética (CTB). O vice-ministro de Eletricidade da Bolívia, Bismark Canelas, e Moacir Bertol, do Ministério de Minas e Energia, coordenaram os trabalhos.

Para a próxima reunião, prevista para 2019, brasileiros e bolivianos deverão levar estudos mais aprofundadas de normas legais e infralegais que devem ser criadas ou adaptadas para viabilizar as propostas.

Etapas – Na reunião da semana passada, as atividades foram desenvolvidas em três etapas. Na primeira, foram debatidos os estudos hidrelétricos do Rio Madeira e dos principais rios localizados em território boliviano e brasileiro.

Já na segunda etapa, houve os estudos preliminares sobre a possível operação da Usina Hidrelétrica Jirau em cota constante de aproximadamente 90 metros sobre o nível do mar para que opere com essa quantidade tanto no período de cheia, quanto no período de seca.

Na última etapa, foram debatidos o impacto no território boliviano e os rendimentos da usina binacional, além da interconexão energética por meio de geração termelétrica em curto, médio e longo prazos entre os países, viabilizando uma oferta potencial superior a 14 GW.

Parceria – Os grupos de trabalho de brasileiros e bolivianos estudam as condições para o intercâmbio de eletricidade há três anos, por meio do comitê que faz análises técnicas e legais, para buscar possibilidades do fornecimento de energia elétrica em longo prazo com caráter ininterrompível a partir da Bolívia.

Os temas tratados consideraram os aspectos de exploração e produção de gás natural na Bolívia, informações gerais sobre o contrato de suprimento firmado entre a Petrobras e a Yacimientos Petrolíferos Fiscales Bolivianos (YPFB), que acaba no final de 2019, e a possibilidade de renovação do acordo. Agência Brasil.

Propaganda

Cidades

Flagrado há um mês furtando em sindicato, “Ladrão do Boné” furta celular em clínica

Publicado

em

Flagrado há um mês pelo circuito de Câmeras de um sindicato no bairro do Bosque furtando um celular, o famoso “Ladrão do Boné” atacou novamente na manhã desta sexta-feira, 13.

Dessa vez, o furto ocorreu em uma clínica médica, também no bairro do Bosque, em Rio Branco. O “Ladrão do Boné” abre as portas de vidro da clínica e passa de cabeça baixa pela recepção com um papel nas mãos até chegar a uma sala no interior da unidade para furtar um celular, conforme revela um vídeo.

 

Após efetuar o furto, o sujeito deixa a clínica caminhando rapidamente.

Continuar lendo

Cidades

Etapa universitária do Festival Estudantil da Canção é sucesso na Ufac

Publicado

em

A 3ª edição do Festival Estudantil (FEC) em Rio Branco reuniu dezenas de universitários no fim da tarde desta quinta-feira, 12, no Centro de Convenções da Universidade Federal do Acre (Ufac). O dia musical foi aberto pela estudante Aline Santos Silva, que interpretou Velha Infância, sucesso dos Tribalhistas, e foi muito aplaudida.

Depois de Aline seguiram-se cerca de 30 outras apresentações, todas de estudantes das universidades públicas e particulares da capital. Transmitido ao vivo pelo Facebook. A audiência registrou centenas de visualizações e participação do público até de outras cidades. “Manuel Urbano está torcendo”, disse Klyngen Silva, estudante de Manuel Urbano.

Realizado pela Prefeitura de Rio Branco, por meio da secretaria da Juventude (SEJUV) com apoio da Fundação Garibaldi Brasil (FGB) e parceria do Governo, por meio da Secretaria de Estado de Educação (SEE) e Fundação Elias Mansour (FEM), desde que foi criado, há três anos, o FEC alcançou estudantes de 149 escolas Ensino Médio urbanas e rurais, chegando agora às instituições de Ensino Superior.

A etapa universitária, lembrou o secretário da Juventude Rio Branco, Daniel Alves, é a grande novidade do FEC este ano. “Essa etapa representa uma nova fase na programação cultural de Rio Branco, o incentivo à revelação de artistas locais”, disse Daniel. Nada menos que 311 estudantes de 48 escolas municipais e estaduais, públicas e particulares, além de universidades se inscreveram no FEC 2018, que terá seis etapas eliminatórias. A grande final acontece no dia 10 de agosto da Praça da Juventude, no Segundo Distrito.

Os organizadores do FEC lembram que a página oficial do festival continua ativa nas redes sociais. Por meio da ferramenta, interessados podem acompanhar o andamento do projeto e as novidades de cada etapa. Nesta sexta-feira, 13, por exemplo, acontece a etapa Centro, às 14h, no Cerb. Escolas localizadas na região central de Rio Branco, com José Rodrigues Leite, Colégio de Aplicação e Instituto São José, entre outros, estarão com seus representantes se apresentando quadra do Cerb.

No FEC deste ano serão premiados os três primeiros colocados, sendo R$3 mil para o 1º lugar, R$ 2 mil para o segundo e R$ 1 mil para o terceiro colocado. O vídeo mais curtido nas redes sociais receberá prêmio no valor de R$ 500,00. A torcida mais atuante será premiada com kit de Rádio Escolar.

Continuar lendo

Cidades

Prefeita Fernanda Hassem entrega certificados aos alunos do projeto Cuidando da Saúde do Servidor

Publicado

em

O programa Cuidando da Saúde do Servidor é uma iniciativa da atual gestão, que no início era direcionado apenas aos servidores públicos, atualmente é aberto a toda a comunidade com a realização de zumba e funcional na Praça Hugo Poli. E na tarde de quinta-feira (12), a prefeita Fernanda Hassem participou da entrega de certificados aos alunos da zumba que participaram do desfile cívico no dia 3 de julho.
A entrega dos certificados tem como objetivo reconhecer e incentivar a população a aderir ao programa e cuidar da saúde.

“De todos os programas e projetos que é desenvolvido na nossa gestão, que nós implementamos a 1 ano e 6 meses, esse é um dos que me tocam bastante pois sei que estamos cuidando de vidas e hoje poder ver mais de 100 homens e mulheres aqui na Praça ouvindo os depoimentos de cada um muito me alegra. A Prefeitura de Brasileia investe porque acredita, mas o mais importante é eles acreditarem no potencial deles e conseguir mudar”, destacou Fernanda Hassem, prefeita de Brasileia.

Além da realização de ginástica laboral, orientações sobre alongamento, o Centro de Atenção Psicossocial (CAPS), oferece ao público que participa do programa atendimento nutricional e acompanhamentos psicológicos. Essa é uma ação destinada à humanização e valorização da população.

A coordenadora do CAPS, Marinete Mesquita, falou a respeito da ação desenvolvida. “Esse é um projeto que veio para modernizar a cara do município de Brasileia, trazendo autonomia, segurança, independência, quebra de barreiras e preconceitos por parte da população. Isso tudo é uma valorização a administração da prefeita Fernanda Hassem, que trabalha para o todo em especial a autonomia feminina”, falou Mesquita.

Com a autoestima elevada, saúde a todo vigor a senhora Francisca Gomes de Sousa ressaltou o que o programa proporciona a ela. “Esse projeto representa vida, saúde, bom animo e alegria. Eu tinha vários problemas de saúde e devido isso gastava muito dinheiro com medicamentos, fazia fisioterapia e pilates e hoje eu sou outra pessoa”, ressaltou Francisca.

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2017 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.