Conecte-se agora

A violência nossa de cada dia

Publicado

em

Leio nos sites que a segunda-feira e a terça-feira foram sangrentas. Várias mortes e outras tantas tentativas de homicídio. Vejo amigos evitando ir a bares, restaurantes e hamburguerias à noite, temendo arrastões. Outros estão colocando mais grades nas casas e empreendimentos, além de novos sensores, câmeras de segurança, travas, trilhos e itens que nem sei nominar, temendo assaltos, assassinatos. Não vou nem falar do pavor que é andar de bolsa e celular na mão, pois todos o conhecem bem.

Na casa onde carne, a moça do balcão tem uma garrafinha de água bonita. Digo que gostei e pergunto onde posso comprar uma igual. Antes de responder, ela me mostra como a garrafa é útil: gosto de malhar. Já não ouço mais música no celular, mas essa garrafa é ótima, olha: (abre e mostra um fundo falso onde guarda o celular dentro da própria garrafa e assim tem menos risco de ser assaltada.

Uns dias atrás, o ramal onde moram alguns amigos, antes um lugar calmo, sereno e tranquilo, foi tomado de surpresa com a chegada de caminhão do Corpo de Bombeiros, Bope, Samu, cães farejadores da Polícia Militar, isso por volta das seis da tarde. A vizinhança ficou em choque. Havia informações de que um homem tinha sido enterrado em cova rasa no ramal ao lado. Seu crime: depois de ter sido várias vezes assaltado, conversou com um dos líderes do tráfico no local onde morava sobre o assunto e terminou assassinado.

Observando e vendo tudo isso, fico pensando: como chegamos a esse ponto?

Nossa outrora calma e pacata Rio Branco se tornou uma cidade violenta e com vários bairros dominados por organizações criminosas. Somos reféns de nossas próprias casas. As pessoas têm medo de abrir e fechar seus portões. Conheço outras que mudaram de celular na tentativa de evitar roubos (celular mais barato e mais ‘descartável’). Há muito, joia é artigo para corajosos. E põe corajosos nisso.

Diante de tanta violência, medo e pavor, com uma ação policial fragilizada e magistrados ameaçados- sim, muitos também há tempos não saem de casa, pois julgam criminosos todos os dias – concluo que preciso estar cada dia mais centrada naquilo que está escrito palavra de Deus: Se o Senhor não guardar a casa, em vão vigia a sentinela.

Que o Senhor nos guarde de todo mal.

Bom dia!

Pastor Paulo Sampaio, que completou 60 anos na semana passada – fiz a legenda e esqueci de mandar a foto. Mas ele merece bis, pois é o melhor amigo que alguém pode ter!

Boa comida

Aproveitei a quarta-feira para colocar os assuntos em dia com o querido Vinícius Charife, jornalista, amigo e um servo do Senhor daqueles de rocha. O papo estava tão bom que chegamos meio dia e praticamente fechamos o Alecrim Gastronomia. Ainda bem que a Mari Costa é uma daquelas pessoas que super respeita o cliente e nos deixou ficar bem à vontade.

Acreanidades

São essas coisas que me fazem gostar de morar no Acre. A gente vai no restaurante e conhece quase todo mundo. Fica muito mais que devia e o proprietário nem te coloca para correr por ocupar o espaço longamente. Aliás, esse cuidado do Alecrim com seus clientes faz toda a diferença. E isso não é merchand, é sinceridade mesmo.

Por pura distração, não inclui a foto e o nome da Maykeline Maia (Divando Blogger) entre os influenciadores acreanos que participaram do São João da Thay, em São Luís do Maranhão. Logo ela de quem gosto tanto!!! Faço mea culpa e posto fotenhaaaa, porque a Maykeline mais que merece

Churrasco

Sábado é dia de saborear o já tradicional churrasco da Igreja Batista Ágape no conjunto Universitário, com renda revertida para as obras sociais da igreja que, aliás, faz um belíssimo trabalho em uma área de famílias carentes pouco conhecida da cidade. Interessou? Ingressos à venda no local.

Sniper

Esta semana o Via Verde Shopping ganha mais um espaço bacana. Trata-se do espaço Sniper Rio Branco Airsoft, com stand de tiro e duelo Air Soft. Para quem gosta, é um daqueles lugares que vale muito a pena conhecer.

O humorista Jonathan Nemer se apresentará no dia 14 no Teatro Plácido de Castro às 20h. Seu espetáculo é bem conhecido e o legal é que os organizadores locais estão dando opção de ingresso meia para quem levar um quilo de alimento não perecível, alimento este que será doado às Casas Terapêuticas da Jocum Rio Branco. Mais informações: 99972-7198

Propaganda

Charlene Carvalho

Um novo restaurante de gastronomia regional de alta qualidade

Publicado

em

Continuar lendo

Charlene Carvalho

O Moço ideal (devaneios de uma sexta com chuva e risco de frio)

Publicado

em

Continuar lendo

Charlene Carvalho

Empresa local investe em cosméticos Low Pow e Veganos

Publicado

em

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2017 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.