Conecte-se agora

Homem mata mulher, envenena o filho de 3 anos e comete suicídio

Publicado

em

Sena Madureira foi surpreendida com a ocorrência de uma tragédia em família registrada de terça-feira, 26, para esta quarta-feira, 27.

O chefe de família, Divino Nauá Feitosa dos Anjos, 30 anos, natural de Rondônia, matou a própria esposa, obrigou o filho de apenas 3 anos de idade ingerir veneno e, em seguida, também se envenenou.

Ainda são poucas as informações sobre o caso, mas a polícia apurou que a tragédia ocorreu na residência do casal, situada à Rua Cunha Vasconcelos, área central do município.

Divino Nauá Feitosa dos Anjos atingiu sua mulher Valdonice Feitosa dos Anjos, 29 anos, com uma facada no pescoço. Ela ainda foi socorrida com vida e encaminhada ao Pronto Socorro do Hospital João Câncio Fernandes, porém, não resistiu aos ferimentos.

Agentes de Polícia ainda encontram o autor com vida, porém não resistiu e veio a óbito por envenenamento.

Outras duas meninas, enteadas do acusado, relataram que também foram forçadas a ingerir veneno, porém não aceitaram.

Segundo consta, o acusado colocou veneno no leite e deu para o filho de três anos. A criança foi socorrida a tempo, deu entrada no Hospital de Sena e conseguiu sobreviver.

Após passar pelo Necrotério do Hospital local, os corpos foram encaminhados para o Instituto Médico Legal (IML), da capital acreana.

Com informações de SenaOnline.

Anúncios

Cotidiano

Alan Lima, que estaria em racha com Ícaro, diz sofrer ameaça e extorsão no presídio

Publicado

em

O estudante Alan Araújo de Lima, que conduzia um carro modelo New Beetle ao lado da BMW que atropelou e matou Jonhliane de Souza, de 30 anos, no último dia 6 de agosto, alega estar sofrendo ameaça e extorsão por outros detentos do Complexo Penitenciário Francisco D’ Oliveira Conde, em Rio Branco, onde ele se encontra preso, e por esse motivo solicitou transferência para o Batalhão Ambiental. Ele se encontra detido pela acusação de promover um racha com o fisioterapeuta Ícaro José da Silva Pinto.

O juiz Alesson Braz, da 2ª Vara do Tribunal do Júri, recebeu o pedido de transferência por meio de um ofício assinado pelo diretor da unidade de regime fechado 1 (URF-1), Leandro do Nascimento, nessa segunda-feira (28). O G1/Acre informou que o preso alega ameaça e que presos o estão extorquindo para garantir sua segurança na cela.

A Câmara Criminal de Rio Branco voltou a negar, por unanimidade, um pedido do habeas corpus de Alan Araújo de Lima, no último dia 17 de setembro. Na decisão, o desembargador-relator, Samoel Evangelista, destacou que as provas apresentadas para a prisão preventiva comprovam a ‘materialidade e são indícios suficientes de autoria já, inclusive, denúncia formulada pelo Ministério Público Estadual contra o réu’.

Continuar lendo

Cotidiano

Detento escapa da morte ao levar tiro de raspão e faltar bala na arma do criminoso

Publicado

em

O detento monitorado por tornozeleira eletrônica Willison Melo da Silva, de 25 anos, se livrou da morte após ser atingido com um tiro de raspão na cabeça na tarde desta terça-feira, 29, dentro de um apartamento localizado na rua Lagoinha, situada no bairro Bahia Nova, região da Baixada da Sobral, em Rio Branco.

A polícia informou que Willison estava na frente do seu apartamento quando dois homens chegaram em um veículo modelo Fiesta de cor prata, pararam e um dos criminosos efetuou tiros. Para não morrer, a vítima correu para dentro de seu apartamento e trancou a porta, o criminoso o perseguiu, quebrou a porta e adentrou no quarto.

Willison novamente correu, foi até ao banheiro, trancou a porta na tentativa de inibir o ataque do criminoso, mas não adiantou, o bandido conseguiu entrar e efetuou um tiro, que atingiu a cabeça da vítima de raspão. Após descarregar a arma de fogo e ter acertado um tiro na vítima, o bandido correu até o carro e fugiu com seu comparsa.

Ao verem Willison ferido, populares o conduziram até a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), onde ele recebeu os primeiros atendimentos e em seguida foi encaminhado por uma ambulância do SAMU ao pronto-socorro de Rio Branco em estado de saúde estável.

A Polícia Militar esteve no local e após colher as características dos criminosos. Mesmo com patrulhamento na região, ninguém foi preso. O caso segue sob investigação dos Agentes de Polícia Civil da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Continuar lendo

Cotidiano

Monitorado leva cinco tiros no Santa Inês e vai parar em estado grave no PS

Publicado

em

A guerra entre facções deixou mais um detento monitorado por tornozeleira eletrônica vítima de uma tentativa de homicídio na tarde desta terça-feira, 29. Eliandro de Souza Lima, de 31 anos, foi ferido com vários tiros enquanto caminhava na rua Edmundo Pinto, no bairro Santa Inês, Segundo Distrito de Rio Branco.

De acordo com informações da polícia repassadas ao ac24horas, Eliandro havia acabado de sair da sua casa quando homens não identificados se aproximaram em um veículo de cor branca e um dos suspeitos efetuou vários tiros na direção da vítima.
Eliandro foi ferido com 5 tiros na região da cabeça, peito, perna direita e costas. Mesmo ferido, ainda conseguiu correr até um residencial e pedir ajuda. Os bandidos fugiram do local.

Um pastor que estava no local o colocou dentro de um carro e conduziu Eliandro até a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Segundo Distrito, onde ele recebeu os primeiros atendimentos e em seguida foi encaminhado pela ambulância do suporte avançado do SAMU ao
Pronto-Socorro de Rio Branco. O estado de saúde do detento monitorado é grave.

A Polícia Militar foi acionada, colheu as características do carro e dos criminosos, em seguida fizeram patrulhamento na região, mas ninguém foi preso. Agentes da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) já iniciaram as Investigações.

Continuar lendo

Cotidiano

Bolsonaro sanciona lei e maus-tratos aos pets agora podem render até 5 anos de cadeia

Publicado

em

Por

O presidente Jair Bolsonaro sancionou hoje uma lei que amplia as penas para quem praticar abuso, maus-tratos, ferimento ou mutilação de cães e gatos. Antes a pena era de até um ano de prisão. Os culpados também estarão sujeitos a multa e proibição de guarda.

O senador Fabiano Contarato (Rede-ES) foi relator do projeto de lei 1095/2019, aprovado no Senado em dezembro. Contarato considera a nova lei uma vitória para a causa animal, reforçando a punição do agressor como forma de dar um basta a essa crueldade.

“Espancamento, abandono e criadouros ilegais em busca de lucro são apenas alguns exemplos desse tipo de violência. Quem cometer esse crime será punido com rigor, com aumento de pena para até cinco anos de reclusão. Animais precisam de cuidado, e não de sofrimento, e é nossa responsabilidade garantir a eles saúde e bem-estar”, afirma o senador.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas