Conecte-se agora

CR7 brilha com três gols, e Portugal e Espanha empatam em jogaço da Copa 2018

Publicado

em

A Copa do Mundo da Rússia teve seu primeiro jogo marcante. No grande clássico ibérico disputado nesta sexta-feira (15), Portugal e Espanha empataram por 3 a 3 em Sochi e, agora, dividem a segunda posição do Grupo B, que tem o Irã na liderança. Em atuação memorável, Cristiano Ronaldo fez os três gols portugueses, enquanto Diego Costa (duas vezes) e Nacho marcaram pelos espanhóis.

A partida marcou a estreia do técnico Fernando Hierro, substituto de Julen Lopetegui no comando da Espanha. Cristiano Ronaldo quebrou três marcas ao mesmo tempo: se tornou o primeiro português a disputar quatro edições do torneio, igualou um recorde de Pelé e dos alemães Klose e Seeler ao marcar em quatro mundiais seguidos, e igualou Puskas como o maior artilheiro europeu a história de todas as seleções, com 84 gols cada.

Na quarta-feira (20), Portugal encara Marrocos em Luzhniki às 9h (de Brasília); no mesmo dia, às 15h, Irã e Espanha se enfrentam na Kazan Arena.

O melhor: Cristiano Ronaldo

De longe, o melhor. Ele converteu o pênalti no canto direito do gol, deu passes impressionantes – que só não viraram assistências porque os companheiros de equipe não aproveitaram –, reclamou com o time e ainda fez mais dois gols. Um deles com falha de De Gea, o outro em bela cobrança de falta.

Cristiano Ronaldo já conquistou quase tudo: título nacional, continental, e até mundial a nível de clubes. A Copa do Mundo é o que falta para a consagração absoluta do atual melhor jogador do mundo, que se tornou o primeiro português a disputar quatro edições do torneio na história. Ele ainda igualou um recorde de Pelé e dos alemães Klose e Seeler ao marcar em quatro mundiais seguidos.

Sua busca pela perfeição é tamanha que chegou a se mostrar irritado com os companheiros portugueses em diversas oportunidades: Gonçalo Guedes, por exemplo, errou ao não devolver a bola para o craque e ouviu reclamações.

O pior: De Gea

Tratado pela imprensa europeia como interesse do Real Madrid, o goleiro do Manchester United não voltará para o hotel com a aprovação do maior craque do time merengue: aos 44 do primeiro tempo, Cristiano Ronaldo finalizou e contou com uma falha gigantesca de De Gea para fazer o segundo de Portugal.

Portugal deu espaço e sofreu

Não é comum que a Espanha tenha um centroavante livre o suficiente para dar passes de calcanhar, como fez Diego Costa. Foi assim que Portugal cedeu espaço demais para os adversários durante boa parte do jogo – tempo suficiente para o próprio Diego Costa girar diante da marcação e chutar no cantinho do gol para empatar aos 23.

Os portugueses chegaram a reivindicar o uso do árbitro de vídeo para conferir se o atacante teria agredido o rosto de Pepe, mas o italiano Gianluca Rocchi não atendeu ao pedido. Isco chegou perto de fazer o segundo três minutos depois, quando soltou uma bomba no travessão e viu a bola bater em cima da linha e voltar – o árbitro disse que o sensor não sinalizou a entrada da bola.

A estreia de Hierro

A incerteza passou a rondar a Espanha depois da demissão inusitada de Julen Lopetegui, que trocou a seleção pelo Real Madrid. Mas o novo técnico Fernando Hierro fez uma boa estreia, apesar do empate. Ele promoveu algumas mudanças na equipe: a entrada de Nacho na lateral, Koke no lugar de Thiago no meio-campo e a escalação de Diego Costa como centroavante.

É evidente que o consagrado estilo de jogo da Espanha não mudaria em menos de uma semana sob o comando de um novo treinador, mas a seleção pareceu nervosa e afobada até o gol de Diego Costa – algo que podemos atribuir ao fato de que Cristiano Ronaldo abriu o placar de pênalti logo aos 4 minutos. Depois disso, se mostrou mais relaxada e começou a envolver a adversário com seus tradicionais passes rápidos.

Foi ele que cometeu pênalti sobre Cristiano Ronaldo, que abriu o placar logo aos 4 minutos da partida. Mas foi o golaço de Nacho aos 13 do segundo tempo que, por alguns instantes devolveu e a confiança à Espanha. Não foi o suficiente: o golaço de falta do camisa 7 definiu que o espanhol vai para casa com um gosto amargo na boca.

Sergio Ramos sem polêmica

O zagueiro espanhol é visto como o atual vilão do futebol. Depois de lesionar o egípcio Salah na Liga dos Campeões e de ser acusado de levar o goleiro Karius a uma concussão, Sergio Ramos é o jogador que mais divide opiniões atualmente. Curiosamente, hoje teve de marcar um colega de Real Madrid: o astro Cristiano Ronaldo. Teve vida fácil com os outros atacantes de Portugal, mas não com o camisa 7, que fez o que quis em campo.

A maldição das estreias

A Espanha não vence uma estreia de Copa do Mundo desde 2006, quando bateu a Ucrânia por 4 a 0. De lá para cá, foi derrotada pela Suíça em 2010, ano em que foi campeã, e goleada pela Holanda por 5 a 1 em 2014, no Brasil – acabou eliminada na fase de grupos. Nesta sexta, a “maldição” se manteve.

A situação de Portugal é parecida, mas ainda mais grave. A seleção não vence uma estreia há 10 anos, quando bateu a Turquia na Euro 2008 (posteriormente, perdeu para a Alemanha na Euro 2012 e na Copa de 2014, e empatou com a Islândia na Euro 2016).

Rivalidade ibérica

Há quem pense que as maiores rivalidades do futebol estão na América do Sul, mas Espanha e Portugal não se dão bem – antes de qualquer esporte, a rivalidade existe por motivos geográficos. “Da Espanha, nem bom vento, nem bom casamento”, diz o mais famoso ditado popular dos portugueses.

A explicação da frase é simples: a Espanha é montanhosa e leva ventos secos a Portugal no inverno – deixaremos aberta para interpretação a parte que fala sobre casamento. No futebol, a rivalidade cresceu nos últimos anos muito em função de Cristiano Ronaldo, que joga em Madri; além disso, a Fúria eliminou os portugueses na Copa 2010 e na Euro 2012.

FICHA TÉCNICA
PORTUGAL 3 X 3 ESPANHA

Data e hora: 15 de junho de 2018, às 15 horas (de Brasília)
Local: Estádio Olímpico de Fisht, em Sochi (Rússia)
Árbitro: Gianluca Rocchi (Itália)
Auxiliares: Elenito Di Liberatore e Mauro Tonolini (ambos da Itália)
Cartões amarelos: Bruno Fernandes (Portugal); Busquets (Espanha)
Gols: Cristiano Ronaldo, aos 4 minutos e aos 44 do primeiro tempo, e aos 42 do segundo (Portugal); Diego Costa, aos 23 minutos do primeiro tempo e aos 10 do segundo, e Nacho, aos 13

PORTUGAL: Rui Patricio; Cedric, Pepe, Fonte e Raphael; William Carvalho, João Moutinho, Bernardo Silva (Quaresma), Gonçalo Guedes (André Silva), Bruno Fernandes (João Mário), Cristiano Ronaldo
Técnico: Fernando Santos

ESPANHA: De Gea; Nacho, Piqué, Sergio Ramos e Alba; Busquets, Koke, David Silva (Vazquez), Isco e Iniesta (Thiago Alcântara); Diego Costa (Aspas)
Técnico: Fernando Hierro

Propaganda

Acre

Caminhão que colidiu com hélice transportava resíduos hospitalares

Publicado

em

O caminhão-baú que se envolveu em um acidente com o helicóptero Harpia 1, mais conhecido como “Estrelão”, na manhã deste sábado (18) próximo ao Posto Correntão, no Segundo Distrito, carregava lixo hospitalar. Quem confirmou essa informação foi o Secretário de Estado de Saúde do Acre, Alysson Bestene, na noite deste sábado (18) por meio de Nota de Esclarecimento.

Alguns recipientes de lixo hospitalar se desprenderam da carroceria logo após o impacto. De acordo com Bestene, isso não comprometeu a segurança da população porque os recipientes estavam revertidos apropriadamente para que não ocorresse vazamentos de resíduos hospitalares.

Alysson destacou que para reforçar as medidas de segurança, uma equipe da empresa foi acionada imediatamente ao local para fazer o recolhimento e a limpeza.

“Seguindo a protocolos específicos para este tipo de situação, tão logo o trabalho de perícia da Polícia Rodoviária Federal foi concluído e antes mesmo da possibilidade de uma chuva na localidade”, afirmou.

Continuar lendo

Acre

Sejusp diz que harpia estava em operação contra criminosos

Publicado

em

O Secretário de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), em exercício, Ricardo Brandão, emitiu uma Nota de Esclarecimento, na tarde deste sábado (18), acerca do acidente envolvendo o helicóptero Harpia 01.

A Nota relata que a aeronave estava em atividade, fazendo parte de uma operação orientada pela Secretaria de Segurança Pública, aliada à Operação “Fecha Fronteira” com o foco de coibir ações criminosas na região do Segundo Distrito, em Rio Branco.

“Dois tripulantes sofreram algumas lesões, foram encaminhados ao Pronto-Socorro de Rio Branco, juntamente com o motorista do caminhão e o passageiro. Todos estão bem”, destacou.

Brandão afirmou que uma equipe da Sejusp está acompanhando todos os procedimentos a serem realizados, inclusive, a perícia que deve ocorrer no local do acidente.

Ele relatou que os órgãos competentes como o Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa 7), a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), bem como a seguradora da aeronave, foram acionados.

Por fim, encerrou ressaltando que toda a manutenção e documentação da aeronave encontram-se absolutamente regularizadas de acordo com a legislação vigente, bem como todos os contratos da seguradora estão em dia.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required
Propaganda
Propaganda

Mais lidas