Conecte-se agora

Copa do Mundo 2018 com os olhos voltados para a Rússia

É esperado até o final dos jogos que o destino receba mais de 1 milhão de turistas

Publicado

em

O país mais extenso do mundo está de braços abertos para receber os apaixonados por futebol que vão conferir de perto cada lance da Copa do Mundo. Como o dobro da extensão do território brasileiro, a Rússia possui uma cultura, história e paisagens fascinantes. Com fachadas monumentais e de muitas cores, o cenário diferente promete muitas emoções que vão além dos estádios de futebol. As cidades russas são lindas, bem cuidadas, com transporte eficiente e arquitetura exótica.

Moscou, a capital, é considerada o coração da Rússia e a “Praça Vermelha” é considerada um dos cartões postais mais famosos do país. Uma curiosidade sobre o nome da praça. Muita gente pensa que o vermelho do nome é por causa dos tijolos do Kremlin ou do grandioso Museu de História. Na verdade, o nome “krásnaya”, vermelho em russo, tem origem na palavra bonita. “Praça Vermelha” significava “Praça Bonita”.

O número de turistas esperados na Rússia para a Copa do Mundo 2018 foi anunciado pelo chefe de gabinete hoteleiro do Departamento de Esporte e Turismo de Moscou.  Visitantes da Europa e da América Latina estão entre os mais esperados. Atualmente, o turismo na Rússia, tanto externo como interno, deixa de focar só nas grandes cidades, como Moscou ou São Petersburgo. Pouco a pouco, os estrangeiros e os próprios cidadãos russos vão ganhando interesse em descobrir outros destinos tão atrativos quanto os mundialmente conhecidos. A copa é uma boa oportunidade. Os jogos acontecem em 11 cidades:  Moscou, Samara, Kaliningrado, Kazan, Nijni Novgorod, Rostov-na-Donu, São Petersburgo, Saransk, Sochi, Volgogrado e Ekaterimburgo.

Conheça um pouco mais sobre estas cidades:

Moscou – possui mais de 12 milhões de habitantes e um dos metrôs mais luxuosos do mundo. É essencial visitar a boemia Rua Arbat, o Parque Gorky, a extraordinária Galeria Tretyakov e o Museu Pushkin. E a imensa Praça Vermelha, emoldurada pelos muros do Kremlin, a famosa Catedral de São Basílio, o edifício do Museu de História e o centro de compras GUM.

Samara – é considerada a cidade da indústria aeroespacial russa. O que visitar: o bunker subterrâneo de Stalin, o monumento à nave espacial e o parque natural de Jigulevskie.

Kaliningrado – é famosa por ter tido entre os seus habitantes o filósofo Immanuel Kant, a cidade também é célebre pelo problema das sete pontes de Königsberg, resolvido por Euler em 1736.

Kazan – a capital do Tartaristão (1,2 milhão de habitantes), localizada na confluência dos rios Volga e Kazanka. Essencial visitar: o seu Kremlin, reconhecido como Patrimônio Mundial da Unesco.

Nijny Novgorod – fica a menos de quatro horas de trem de Moscou. Vale a pena conhecer o Kremlin, uma imponente fortaleza do século XVI com quatro portões e 13 torres e a escadaria Chkalovskaya, em forma de oito e com 560 degraus à beira do Volga.

Rostov-na-Donu – É a Capital dos cossacos do Rio Don, a casta guerreira que defendeu as fronteiras da Rússia durante séculos. Confira: a fortaleza Liventsovskaya, passeio fluvial e o monumento ao Prêmio Nobel de Literatura Mikhail Sholokhov.

São PetersburgoPossui uma beleza arquitetônica, é a antiga capital imperial que permite acompanhar os principais eventos da história do século XX, em lugares como o Palácio de Inverno, onde há pouco mais de um século eclodiu a revolução bolchevique e onde funciona o museu Ermitage, um dos mais importantes do mundo.

Saransk – A capital da república russa de Mordóvia é a menor sede, e tem como epicentro a Praça Sovetskaya. A cidade de Saransk é a sede do Estádio Start e do FC Mordovia Saransk, que participa do Campeonato Russo de Futebol.

Sochi – é um popular destino de férias na costa nordeste do Mar Negro, a única cidade da Rússia com clima subtropical.

Volgogrado – se estende por 65 quilômetros na margem direita do rio mais longo da Europa. Reduzida a escombros na Segunda Guerra Mundial, foi reconstruída no mais puro estilo stalinista, uma espécie de neoclassicismo monumental.

Ekaterimburgo – cidade mineradora e industrial onde os revolucionários bolcheviques executaram o czar Nicolau II e sua família. Não deixe de conhecer: Igreja da Catedral do Sangue Derramado, construída no local onde a família Romanov foi assassinada; o museu Geomineral, com uma coleção única de rochas e minerais; a Casa Sevastyanov, um luxuoso palacete kitsch e o cemitério dos mafiosos.

Bolsas de estudo para Turismo

Conhecer outros destinos é fantástico. Poder apresentá-los para outras pessoas é melhor ainda. Você pensa em trabalhar nesta área? Por que não se especializar com um curso de graduação em Turismo. Ou até mesmo fazer um curso da língua oficial, o inglês e estudar com descontos de até 70% nas mensalidades. Isso é possível pelo Educa Mais Brasil, programa de bolsas de estudo. Para conseguir o benefício basta acessar http://www.educamaisbrasil.com.br/ac24horas.

Propaganda

Acre

Enxuto, plano de Marcus Viana ressalta “avanços” do Acre em 20 anos com governos petistas

Publicado

em

Com um número de páginas menor do que o apresentado pelo seu adversário Gladson Cameli (PP), o plano de governo de Marcus Alexandre Viana (PT) tem como um de seus focos principais enaltecer os avanços obtidos pelo Acre nas duas últimas décadas de governos petistas.

Para compensar a fadiga causada pela longevidade de seu partido no poder, Marcus Viana faz uso constante dos termos renovação, mudança e novos ciclos. Ao menos dois pontos são tratados com prioridade: economia e segurança pública, os temas mais sensíveis para o eleitorado acreano.

Ao todo, o documento entregue nesta terça-feira (14) ao Tribunal Regional Eleitoral contém 74 páginas. Ele está dividido em seis eixos: desenvolvimento econômico e meio ambiente, infraestrutura, governança e gestão, desenvolvimento social, segurança pública, direitos humanos e políticas afirmativas.

Na primeira parte, é apresentado um balanço resumido das gestões petistas acreanas, com os temas “nosso legado” e “um novo ciclo”. “Chegou a hora de realizar um balanço do tempo e do compasso do nosso projeto e do trabalho que desenvolvemos no governo do Estado nas duas últimas décadas”, diz trecho.

De acordo com o plano, o projeto da Frente Popular não é de caráter político-partidário ou um projeto de poder. “Nosso projeto é o Acre.” Numa avaliação histórica, o documento afirma que a idade do projeto do grupo de partidos governistas não é de 20 anos, mas data dos primórdios da ocupação do território do Acre, no fim do século 19.

“Nosso projeto surgiu quando os primeiros acreanos lutaram contra o domínio estrangeiro e conquistaram nosso lugar no Brasil.” Em seguida, são apontados os avanços dos governos petistas, iniciado em 1999 com a ascensão do engenheiro florestal Jorge Viana ao Palácio Rio Branco.

Nesta parte, o plano recorre com frequência a comparações entre os períodos pré e pós-PT. Um deles foi o fim do crime organizado e do esquadrão da morte formado por policiais, que atuou no Acre até o fim da década de 1990. Em certo momento, é reconhecido que a violência voltou ao estado por conta da “nacionalização” da atuação das facções criminosas.

Apontada como uma das prioridades de Marcus caso seja eleito em outubro, a segurança pública conta com 15 propostas que devem ser implementadas. A maioria é muito genérica, sem apresentar grandes novidades em relação ao que já é realizado. Uma das promessas é fortalecer o controle das unidades prisionais, hoje o grande palco de organização e atuação das facções criminosas.

Continuar lendo

Cotidiano

PF prende suspeito de explodir caixas eletrônicos em Rio Branco

Publicado

em

Um homem foi preso pela Polícia Federal na manhã desta terça-feira, dia 14, após uma investigação de algumas semanas. O homem é suspeito de ter envolvimento com casos de explosão de caixas eletrônicos na Capital. O nome não foi divulgado.

Segundo apurou o ac24horas, o suspeito foi localizado no bairro Estação Experimental, próximo ao local em que o suposto comparsa estava quando também foi preso há cerca de 20 dias, pela Polícia Federal. A PF estava monitorando o homem há vários dias.

O homem precisou prestar depoimento à polícia, e já foi levado para o complexo penitenciário Francisco d’Oliveira Conde (FOC), onde deve ficar preso. A polícia investiga se o grupo atuava também no interior.

Continuar lendo

Cotidiano

Pedindo sexo a cada 15 dias, presos fazem greve de fome em presídio

Publicado

em

Um total de seis presídios do Acre registram greve de fome dos detentos. A informação foi confirmada pelo Instituto de Administração Penitenciária (Iapen), nesta terça-feira, dia 14, e o episódio se dá porque os presos exigem mais tempo nas visitas familiares, visitas íntimas (sexo) a cada 15 dias, e a volta das visitas de “amigas”.

Além dos homens, as mulheres presas, que fazem greve de fome, também estão exigindo as visitas dos maridos. Líderes de grupos criminosos, retidos no Regime Disciplinar Diferenciado (RDD), no presídio de segurança máxima Antônio Amaro, na Capital, estão se manifestando e exigindo.

Os detentos acreditam que com o movimento dos demais apenados, eles conseguiram a colocação de televisores, rádios e ventiladores nas celas do RDD. O órgão não disse, ainda, se vai ceder às exigências. Outra reclamação é a transferências dos chefes dos grupos criminosos.

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2017 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.