Conecte-se agora

Cuidado, hoje é dia dos Namorados!

Publicado

em

O texto abaixo tem três anos, mas segue atual. É verídico e tenho Ana Cristina Silveira como testemunha.

Serve, porém, como alerta aos desavisados que vão aos restaurantes no dia dos namorados achando que é apenas mais um dia comum em que, entre a correria do trabalho e o meio dia, a gente vai a um lugar tranquilo apenas para alimentar o estômago. Não se engane. Hoje não é dia para você fazer isso.

Se fizer, cuidado!

Podes cair nessa cilada que caí e conto a seguir:

Você só queria almoçar. Estava cansada, cheia de serviço para terminar e um bom bocado de comida boa iria revigorar seu resto do dia. Ah, você é dessas pessoas incapaz de sentar sozinha para almoçar ou jantar? Deixe disso! É só comida, gente. Só sentar, comer, pagar, levantar e ir embora, certo? Depende do dia.

Voltemos um pouco no tempo

12 de junho de 2015. Meio dia e trinta.

Aí você vai almoçar S-O-Z-I-N-H-A em um badalado restaurante L-O-T-A-D-O de casais felizes, afinal hoje é o nosso Valentine’s Day. Tudo errado? Que nada!

Você olha, olha de novo e de novo e acha uma bela mesa à disposição. Ocorre que ela tem quatro lugares e você está só. Fazer o quê, né? A fome é maior e a vontade de saborear o carré de cordeiro é maior que a disputa dos casais felizes por espaço.

Já sentada, percebe a entrada de dois casais que, obviamente, não tem mais onde almoçar, afinal o restaurante está lotado. A loira ao lado do rapaz te olha com olhos de vespa como a dizer: quem é você que está aí encalhada ocupando esse espaço que é meu?

Você faz sua melhor cara de simpática, dar a primeira garfada e segue adiante. Capaz de levantar para a loira aguada sentar, hein?

É nesse momento que Papai do Céu – que gosta de ser brincalhão de vez em quando – olha lá de cima e parece dizer: bora começar a diversão.

Ali sentada na imensa mesa sozinha, não percebe que entra no recinto um belíssimo rapaz – assim meio mouro, sabe? 1,90m e sozinho. Ah, Papai!!! As mulheres bem acompanhadas logo descartam seus pobres namorados e deixam de saborear seus pratos para admirar o gajo (você tem fome de quê? Heheheheh).

O Mouro parece alheio aos olhares. Vai ao buffet, se serve, mira o salão, faz mais de meia dúzia de moças suspirar e, Rá… Chega na sua (minhaaaaa!!!) mesa e diz: posso almoçar com você?

Imagina qual foi a resposta?

Exato!!!

À vontade. Por favor, sente-se!

Saboreamos delicadamente cada pedacinho do carré de cordeiro com feijão – sim escolhemos a mesma carne no buffet, não é fofo? e tivemos uma linda e silenciosa conversa sobre esse dia forever alone. Antes de sairmos deixamos os pratos limpos, para alegria do Procon, MPE e Vigilância Sanitária.

Pode rir. Eu mesma gargalhei da situação.

E não, isso não é história da carochinha. Há testemunha, né Ana Cristina Silveira??

Bom dia, boa tarde, boa noite!!!

Divirtam-se!!

A vida é breve!!!

Rarrararrarrrarrrarrarra

Propaganda

Charlene Carvalho

Um pesto de jambu, peixe crocante, risoto com camarão e a alquimia Amazônica

Publicado

em

Continuar lendo

Charlene Carvalho

Renúncia de Gladson no Senado fica para primeira quinzena de dezembro

Publicado

em

Continuar lendo

Charlene Carvalho

Palmeiras campeão, Weverton da Baixada e a acreanidade (já?) esquecida

Publicado

em

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2017 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.