Conecte-se agora

Ministro diz que projeção de salário mínimo em R$ 1.002 está mantida

Publicado

em

O ministro do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, Esteves Colnago, afirmou, nesta quarta-feira (6), que o governo mantém a projeção para o salário mínimo em 2019 no valor de R$ 1.002, diferentemente da estimativa de redução apontada em nota técnica da Comissão Mista de Orçamento (CMO) do Congresso Nacional. Segundo a nota, que subsidia os trabalhos da CMO, houve redução na projeção de inflação para o ano, de 3,8% para 3,5%, segundo o Relatório de Avaliação de Receitas e Despesas Primárias do 2º bimestre, o que rebaixaria o mínimo do ano que vem para R$ 998.

“A grade de parâmetros oficial é aquela que foi feita em 15 de março, essa é a que existe. Nós iremos rever mais na frente ou mais no final do ano. Nossas projeções podem mudar ao longo do ano, mas o governo não está revendo nada”, afirmou.

Por lei, o reajuste do salário mínimo é feito com base na variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (IPCA) acumulada em 12 meses, acrescida da variação real do Produto Interno Bruto (PIB), soma de todos os bens e serviços produzidos no país de dois anos anteriores. Assim, o salário mínimo de 2019 deve ser corrigido pelo INPC de 2018 e terá aumento real equivalente à taxa de crescimento do PIB em 2017, que foi de 1%.

Déficit

Colnago participou de audiência pública na CMO para discutir o Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (PLDO) de 2019, que estabelece as regras para elaboração e execução da proposta orçamentária de 2019. De acordo com a legislação, o projeto precisa ser aprovado até o dia 17 de julho. Ao apresentar a projeção de déficit primário para os próximos anos, resultado das contas públicas do governo (receitas menos despesas, excluindo o pagamento de juros da dívida pública), o ministro ressaltou que a expectativa é que o país só consiga reverter o rombo orçamentário a partir de 2024. Essa expectativa é diferente da previsão inicial do próprio governo, que projetou retomada de superávit a partir de 2022.

“Há alguns cenários que levam a que, a partir de 2024, a gente tenha uma chance de reverter o déficit. Isso leva em consideração o teto dos gastos”, explicou. A aprovação de reformas estruturais, como a da Previdência, de acordo com o ministro, é fundamental para o cumprimento da emenda constitucional do teto dos gastos, que limita o crescimento dos gastos públicos à variação da inflação do ano anterior.

A proposta da LDO enviada ao Congresso prevê que o governo gastará R$ 635,4 bilhões no próximo ano para pagar os benefícios do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), um valor que é R$ 43,1 bilhões (7,27%) maior que o previsto para 2018. O pagamento de salários do funcionalismo e encargos sociais soma mais R$ 321,983 bilhões. Além disso, outras despesas obrigatórias estão estimadas em R$ 360,122 bilhões, segundo a LDO de 2019. Com isso, sobrariam cerca de R$ 99 bilhões de recursos discricionários, que financiam obras e investimentos, o que representa cerca de 7% do total do Orçamento Federal estipulado para próximo ano.

Colnago negou que haja discussão para incluir no orçamento do ano que vem algum subsídio para o combustível, como foi feito na semana passada para atender à reivindicação de redução no valor do óleo diesel feita pelos caminhoneiros. “Não há nenhuma discussão nesse sentido ainda”, afirmou.

Anúncios

Cotidiano

Alan Rick se reúne com secretário de indústria e chefe da representação do Acre em Brasília

Publicado

em

A implantação da Infovia, que interligará o Estado via Internet, a reestruturação do Polo Moveleiro de Tarauacá, a reestruturação da ZPE e soluções digitais que melhorem e agilizem a prestação dos serviços públicos foram temas tratados pelo deputado federal Alan Rick junto ao secretário de Indústria, Ciência e Tecnologia, Anderson Abreu de Lima, em reuniões em Brasília, juntamente com o representante do governo na capital federal Ricardo França.

Alan Rick, Anderson e Ricardo se reuniram com o objetivo de unirem forças junto ao Governo Federal para a indicação de recursos e emendas parlamentares para os projetos da Infovia e dos polos industriais do estado, como o moveleiro de Tarauacá.

“Hoje a população do Acre sofre com problemas de conectividade e constantes interrupções nos serviços de Internet, principalmente no interior. A Infovia visa resolver o problema ao levar internet com qualidade e custos mais acessíveis para todos os municípios, inclusive os mais distantes”, explicou Anderson Lima.

Segundo o secretário, “a Infovia permitirá a interligação dos órgãos públicos via Internet em todos os municípios, melhorando o acesso aos serviços públicos, além de tornar o ambiente de negócios mais favorável em todo o Estado”. A iniciativa, explicou ele, será realizada por meio de uma rede de fibras óticas em parceria com pequenos provedores de Internet do estado.

Já o projeto de reestruturação do Polo Moveleiro de Tarauacá abrange a construção de um galpão coletivo em concreto armado para a implantação de 20 marcenarias, uma estufa e uma área coberta para depósito de matéria prima. O objetivo é regularizar o funcionamento das marcenarias e movelarias do município, melhorar as condições de operação e fortalecer o setor com a geração de emprego e renda no município.

“Sei da importância da industrialização do estado e farei todas as ações políticas necessárias à concretização desses projetos para a geração de emprego e renda no Acre”, disse Alan Rick.

Continuar lendo

Na rede

Cézar Messias faz visitas, mas não confirma nem nega candidatura à prefeitura de Cruzeiro do Sul

Publicado

em

O ex-deputado estadual e ex-prefeito de Cruzeiro do Sul, Cezar Messias (PSB), está no município onde faz visitas aos 14 candidatos a vereadores na cidade pelo partido que ele preside no Acre. Cézar não afirma, nem nega que será candidato a prefeito de Cruzeiro, decisão que só deverá ser anunciada no período das convenções partidárias, que serão realizadas de 31 de agosto a 16 de setembro.

“É uma decisão difícil de tomar. Estou muito bem assim fazendo política partidária”, disse ao ac24horas. A expectativa é que o apoio do governador Gladson Cameli a Socorro Neri, do PSB em Rio Branco, se estenda a Messias, em Cruzeiro do Sul. Gladson e Cezar são primos.

Mas nada está definido até que a situação do ex-prefeito Ilderlei Cordeiro seja decidida pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Cordeiro foi cassado na última quarta-feira, 12, e anunciou que vai recorrer ao TSE. Até agora, Gladson tem dito que apoia a reeleição de Ilderlei, mas sem prazo para julgamento de recurso, Gladson disse que vai pedir ajuda a Deus para tomar decisão política relacionada à Cruzeiro do Sul.

O ex-deputado federal Henrique Afonso, do PSD de Petecão, que seria o provável vice de Ilderlei, poderá ser vice de Messias.

Continuar lendo

Destaque 2

Gladson diz que vai pedir orientação de Deus para tomar decisões políticas

Publicado

em

Ao ser indagado sobre a situação política de Cruzeiro do Sul e seu apoio nas eleições municipais de novembro, o governador Gladson Cameli disse neste sábado, 15, na Catedral Nossa Senhora da Glória, que é hora de apelar para a fé. A cidade está sem prefeito depois da cassação de Ilderlei Cordeiro. Cameli afirmou que durante a carreata em homenagem à Santa e na celebração em seguida, vai pedir orientação para tomar decisões políticas.

“Tá aí, é um bom momento pra pedir orientação ao nosso superior, que é Deus. Eu ainda vou conversar, estou deixando todos à vontade, me desfiliei e ainda não tenho uma decisão pessoal final, mas vou aproveitar esse momento e pedir orientação sobre essas decisões “, citou, lembrando que, no momento, a prioridade é o combate à pandemia de Covid-19.

A carreata de Nossa Senhora da Glória vai percorrer 13 km em Cruzeiro do Sul, saindo da Avenida Mâncio Lima às 16 horas. O carro das autoridades irá depois da imagem da Santa e dos religiosos. São esperados cerca de 600 carros no evento religioso, o maior do Acre.

Na ocasião, Gladson assinou convênio no valor de R$ 25 mil com a Diocese. Mesmo sendo no último dia do Novenário, segundo o bispo Flávio Giovanele, os recursos vão ser usados para quitar dívidas feitas para a realização da festa religiosa, que culminará com uma live no Morro da Glória.

Continuar lendo

Destaque 3

Com 81 novos casos de coronavírus, Acre atinge 22.516 contaminados neste sábado

Publicado

em

O Acre registrou nas últimas 24 horas 81 novos casos de contaminação pelo novo coronavírus. A secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre) confirmou neste sábado, 15, que o número de infectados saltou de 22.435 para 22.516.

Agora, a Sesacre não informa mais a lista de óbitos por Covid-19 aos finais de semana. O dado passará a ser divulgado de segunda a sexta-feira. Desse modo, os óbitos do final de semana serão informados no boletim de segunda-feira. Atualmente, o Acre registra 576 óbitos pelo novo coronavírus.

Mais informações sobre a situação da pandemia no estado serão disponibilizadas no boletim completo, a partir das 16 horas.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas