Conecte-se agora

Filho de Orleir Cameli afirma que vai processar Daniel Zen por “ataques covardes” contra seu pai

Publicado

em

As declarações do líder do governo na Aleac, deputado Daniel Zen (PT), sobre o que ele classifica como fatos históricos que envolveram a administração do falecido ex-governador Orleir Cameli podem gerar desdobramentos indesejáveis para ele. O engenheiro Orleilson Cameli, filho de Orleir Cameli encaminhou nota à redação de ac24horas para informar que estará acionando “judicialmente para que o parlamentar responda na Justiça os ataques feitos de maneira covarde à honra de uma pessoa falecida”.

Na sessão da última quarta-feira, Daniel Zen deixou nas entrelinhas que Orleir Cameli seria responsável por quebrar a previdência do Estado. De acordo com ele, Cameli deixou cinco meses de salários atrasados e faliu as empresas públicas. Mesmo afirmando que não tinha intenção de enxovalhar a honra de ninguém, Daniel Zen citou as acusação que Orlei Cameli teria dois CPFs e teve um avião apreendido com contrabando.

“A família de Orleir Messias Cameli, ex-governador do Acre, estará acionando o deputado estadual Daniel Zen (PT) judicialmente para que o parlamentar responda na justiça os ataques feitos de maneira covarde à honra de uma pessoa falecida”, diz Orleilson Cameli, que acredita que o parlamentar petista estaria usando o nome de seu pai para criar fato político com a intenção de tirar proveito eleitorais, já que as eleições se avizinham e Gladson Cameli (PP) é um forte concorrente na disputa.

“Os impropérios ditos pelo deputado Daniel Zen contra o ex-governador Orleir Cameli fazem parte do corriqueiro modo de enxovalhar a honra alheia no afã de conseguir palco para desordens sociais promovidas pelo súditos da repulsiva politicagem petista. Por lhe faltar hombridade, o deputado Daniel Zen não ousaria proferir tais inverdades contra Orleir Cameli caso ele estivesse vivo. Pelo contrário, esconde-se detrás da tribuna de uma Casa Legislativa onde seu papel deveria ser o de representar a sociedade de maneira digna e responsável”.

O engenheiro finaliza a mensagem informando que as declarações de Daniel Zen, durante discurso na tribuna da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), quando acusou Orleir Cameli de possíveis erros administrativos e supostos crimes de falsificação de documentos e contrabando terão que ser comprovadas na Justiça. “Por fim, informo que a Família Cameli não irá tolerar qualquer oportunismo político contra o nome daquele que honrou sua família, seus amigos e o Acre, como fez Orleir Messias Cameli. Nosso caminho sempre foi e será a Justiça!”

Propaganda

Cotidiano

Fuga em massa: ao menos 12 detentos fogem do presídio Manoel Neri

Publicado

em

Pelo menos 12 detentos fugiram do presídio Manoel Neri, em Cruzeiro do Sul, na manhã desta quarta-feira (20). Segundo a direção da Unidade Penitenciária, os presidiários fizeram uma espécie de buraco na parede do bloco 8, enquanto havia troca de plantão dos agentes penitenciários, por volta das 7 horas de hoje.

Logo após perceberem a fuga, os agente penitenciários, juntamente com os policiais militares, iniciaram as buscas pelos fugitivos. No momento, a direção do presídio está fazendo uma vistoria para contabilizar o número exato de presos que conseguiu escapar na fuga em massa.

A contagem ainda está sendo feita pelo Instituto de Administração Penitenciária do Acre (Iapen-AC). Além disso, forças da Segurança Pública do estado realizam blitz na tentativa de capturar os fugitivos.

Continuar lendo

Extra Total

Governo e prefeitura se unem e firmam parceria em execução de serviços públicos

Publicado

em

FOTO: KENNEDY SANTOS

Durante reunião conjunta na sede da prefeitura de Rio Branco na manhã desta quarta-feira, 20, Socorro Neri e o governador Gladson Cameli deixaram o alinhamento político de lado e firmaram acordo para trabalharem em parceria por meio de convênio entre pastas do estado com o município.

A proposta é executar serviços de manutenção de Parques Urbanos, manutenção das Obras do programa Ruas do Povo, manutenção de ruas urbanas e ramais através de formalização de Termo de Cooperação entre a Secretaria de Infraestrutura do Acre (Seinfra) com a Empresa Municipal de Urbanização (Emurb), o Departamento de Estradas e Rodagens (Deracre), Departamento Estadual de Pavimentação e Saneamento (Depasa) e Secretaria de estado de Habitação de Interesse Social (Sehab).

“A questão central aqui é atuar em parceria entre estado e município. Se juntarmos nossos esforços e nos tratarmos com cordialidade, respeito e olhando sempre por interesse do cidadão, acredito que podemos avançar”, disse Socorro Neri.

Gladson afirmou que o governo está à disposição para ajudar. “Você não é minha adversária política, não estou preocupado com essa situação. Quero que a gente possa trabalhar juntos e em sintonia”.

A regra agora é comunicação e sintonia entre governo do estado e prefeitura municipal. “Ninguém está aqui para apontar culpados, mas para somar os esforços”, ressaltou a prefeita. Gladson respondeu dizendo que pretende diminuir o trabalho na quantidade ruas, mas quer fazer com boa qualidade. “Aceitamos a parceria em todas as áreas, de acordo com a necessidade”, declarou.

Convênios

O Termo de Cooperação firma o convênio com a Emurb para execução de serviços na AC-40, além de manutenção de parques urbanos e ainda manutenção das ruas provenientes dos programas de infraestrutura, executadas pelo Governo do Estado; Ex: Baixada da Habitasa: Ruas Venezuela, Peru e etc.

A reunião também definiu a responsabilidade de manutenção nos parques urbanos e ramais e ficou da seguinte forma: Cinturão Verde – Município; Projetos consolidados – Estado e Projetos em consolidação – Incra.

Utilização de máquinas

A formalização de novo Termo de Cooperação será para utilização da Usina de Asfalto, máquinas e demais equipamentos de propriedade do Deracre. Também para definição de prazo para quitação do passivo de 2018, oriundo do contrato firmado entre Depasa e Emurb; (Valor: R$ 282.561,02 – período 7ª a 13ª medição).

Definiu também o cronograma para a conclusão das obras de implantação da rede de esgoto e reparo onde ocorreram recalques significativos. Além do prazo para quitação do passivo de 2018, oriundo do contrato firmado entre Sehab e Emurb (valor: R$ 626.632,55 – referente à 6ª medição).

E ainda a manutenção do canal que recebe o expurgo do reservatório da ETA II, entre os bairros João Paulo e Plácido de Castro.

FOTO: KENNEDY SANTOS

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.